A Esperança tem muitas faces (Lucília Junqueira de Almeida Prado)

Olá pessoal, depois de um tempinho sem aparecer por aqui estou de volta e com resenha! Já há um tempinho ganhei um livro de uma autora brasileira no twitter das meninas do @Leit_Devaneios, estava enrolando para ler mas finalmente consegui em meio a lista de espera de livros para ler, que só aumentam porque como toda boa viciada em livros não consigo ir na livraria e não comprar algo. A leitura foi agradável e até divertida, mas esperava mais do livro…

Lívia e Gian, Brasil 1942. O cenário é o Estado Novo, o governo getulista com as revoluções e passeatas silenciadas em sua maioria com o emprego das armas e prisões. No mundo a Segunda Guerra Mundial está a todo vapor. É nesse cenário que somos apresentados à Lívia, estudante do pré-jurídico (equivalente ao nosso ensino médio hoje), e Gian, estudante de engenharia na Politécnica. É lindo ler sobre o romance juvenil dos dois, seus anseios, seus desentendimentos em sua maioria devido ao ciúme excessivo do rapaz e os planos para o futuro. Como todo romance juvenil, temos os enamorados pela mocinha (os quais não são poucos!) e rapariga que está ali só esperando o momento certo para dar o bote e tentar ter o mocinho só para si.

Até aí tudo bem, enquanto o romance se encontrava nessa fase da vida de nossos personagens era cabível aceitar os ciúmes excessivos do Gian e toda a juventude do romance. Porém, o tempo passa, o Brasil adere a Segunda Guerra ao lado dos Aliados e Gian, por causa de uma briga, vai parar no front de batalha. Espera-se com isso que os personagens amadureçam e ganhem uma profundidade que só o sofrimento e os pesares podem fornecer, infelizmente não é o que acontece. O romance começa juvenil e a história se encerra a exemplo dos romances juvenis, com personagens fortes e que prometiam muito na história sendo deixados pelo caminho. A impressão que dá é que a autora depois de tanto tempo escrevendo para o público infanto-juvenil não conseguiu fazer a transição necessária a um romance adulto (sua primeira obra para esse público).  Fiquei na espera por ver as outras faces da esperança e na torcida para que outros caminhos fossem explorados pela autora, fiquei só na vontade.

O que me convenceu no livro e que tornou a leitura bem interessante foram as referências históricas que permeiam toda a obra. Sou fã de história, adoro romances históricos e ler uma obra ambientada no clima do Estado Novo, com as descrições da vida do brasileiro na época e depois as referências aos acontecimentos da Segunda Guerra Mundial, foram o saldo positivo da obra. É uma pena, que a autora com a faca e o queijo na mão não tenha conseguido extrair de seus personagens tudo o que estes podiam lhe oferecer.

Compre aqui:

Cultura Submarino Saraiva Travessa Fnac
Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Resenhas da Núbia

2 Respostas para “A Esperança tem muitas faces (Lucília Junqueira de Almeida Prado)

  1. Pingback: Esta semana… « Blablabla Aleatório

  2. Pingback: Desafio Leitura Nacional | Blablabla Aleatório

Gostou do post, então comenta!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s