Sense and Sensibility and Sea Monsters – Jane Austen & Ben H. Winters

Dentre as obras de Jane Austen, as mais conhecidas são, sem dúvida, Orgulho e Preconceito e Razão e Sensibilidade. Em 2010 li a versão satirizada de Orgulho e Preconceito, escrita por Seth Grahame-Smith: Orgulho e Preconceito e Zumbis; e feliz com o resultado obtido pelo autor, não hesitei em comprar Razão e Sensibilidade e Monstros do Mar.

Ambos os livros são editados pela Quirk Books, uma editora norte-americana que vem satirizando livros clássicos como os de Jane Austen e Léo Tostói ao acrescentar algum elemento como zumbis, alienígenas, zumbis… Recentemente a Editora Lua de Papel tem feito isso com livros de autores brasileiros, nos proporcionando títulos como O Alienista Caçador de Mutantes, Senhora, A Bruxa, Escrava Isaura e o Vampiro e Dom Casmurro e os Discos Voadores. Aparentemente virou tendência =P

Voltando a Razão e Sensibilidade e Monstros Marinhos… De todas as obras de Jane Austen, esta (Razão e Sensibilidade) foi a que mais me deu trabalho para ler, acho que parte da culpa é de uma daquelas versões resumidas que escrevem para crianças lerem os clássicos, e que eu li antes de ter o original em mãos…Embora goste muito de Elinor, eu a acho meio chata, e não consigo imaginar alguém se comportando como Marianne. Então ler este clássico alterado já foi dificultado pela minha dificuldade com o original. Mas, ao contrário de O&P&Z, Ben H. Winters alterou DEMAIS a história para incluir os elementos sobrenaturais.

Já na primeira página do livro, temos um mapa da Inglaterra, e vemos que as protagonistas vão morar em uma ilha. Londres passa a ser Sub-Marine Station Beta (houvera antes a Alpha, mas esta foi destruída), uma cidade submersa. E em vários momentos ele desviou totalmente da história para poder abrigar todos os elementos que introduziu, o que me deixou bastante incomodada, já que em O&P&Z, haviam momentos em que a gente esquecia dos zumbis, até que eles eram re-introduzidos: aqui não havia escapatória dos monstros do mar e demais alterações: a todo momento era lembrada de que não estava lendo o clássico de Jane Austen, mas uma versão cômica.

E ao contrário do trabalho de Grahame-Smith, B. Winters não conseguiu me fazer rir com suas alterações… Elas ficaram tão forçadas que desanimavam e quase me fizeram abandonar este livro. Acho que faltou dosar melhor as mudanças, porque a maneira com que elas foram escritas era realmente boa, compatível com o jeito que o livro foi escrito.

Não acho que vou deixar de ler outras versões Quirkizadas de clássicos, mas vou tentar evitar as de livros que originalmente me cansaram. Acho que é o melhor jeito de seguir, porque não sabemos como as alterações foram feitas e se vamos gostar delas. Por outro lado, estava esperando um livro como Orgulho e Preconceito e Zumbis, o que pode ter comprometido muito meu julgamento, afinal, autores diferentes vêem a coisa de maneiras diferentes. Não pretendo desmotivar a leitura deste livro, só deixo o aviso de que brincar de paródia é difícil e nem sempre ficamos contentes com o resultado.

 

Compre aqui:

Cultura Submarino Saraiva Fnac
Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Lendo aleatoriamente, Resenhas da Feanari

2 Respostas para “Sense and Sensibility and Sea Monsters – Jane Austen & Ben H. Winters

  1. Pingback: Estas últimas semanas… | Blablabla Aleatório

  2. Pingback: Um Autor de Quinta #35 | Blablabla Aleatório

Gostou do post, então comenta!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s