The Rasmus

Em abril de 2003, eu ouvi/vi pela primeira vez, na extinta (para nós brasileiros) MTV Latina o primeiro clipe internacional da banda: In the Shadows. A versão que eu assisti foi feita especialmente para o público norte-americano. Como assim? Simples, esta música tem três clipes: um para seu público já cativo da Europa (eles são finlandeses, btw), outro para os EUA e outro para o mundo. Eu, pessoalmente, gosto muito mais da versão para os EUA, mas pode ser porque foi como eu os conheci.

Para ver os três vídeos diferentes, clique aqui (EUA), aqui (Europa) e aqui (mundo)

In the Shadows marca, pelo menos, duas mudanças bastante importantes na história da banda: eles mudaram de gravadora (indo da Warner Music Finland para a Playground Music Scandinavia) e também foi o lançamento internacional da banda. Pessoalmente, marca também uma mudança no estilo da banda.

Para comparar, assista aos vídeos que linkei ao longo do post e compare com estes: Rakkauslaulu, Playboys, Julen Är Här Igen, Raggatip

Vejam bem, o The Rasmus existe desde 1994, quando seus integrantes estavam no colegial, e a banda era basicamente uma banda de garagem. Quem ouve os últimos albuns da banda e os primeiros, não consegue deixar de reparar na mudança radical de estilo, além da melhoria do inglês do Lauri (cujas letras anteriores têm erros gramaticais). Também houve, em 1998, a única mudança de integrante: o baterista Janne, saiu para “se encontrar” e entrou Aki, que previamente vendia “souvenirs” da banda e dizia que só presta para uma coisa na vida: tocar bateria.

Pouco tempo depois em maio/junho de 2003, meu pai foi aos EUA e trouxe para mim o CD que continha In the Shadows: Dead Letters. Foi amor à primeira ouvida. E não fui a única cativada, meus pais e meu irmão também gostaram demais do CD!

Deste CD, outros quatro singles saíram: First Day of My Life, In My Life, Guilty e Funeral Song.

Alguns anos depois, em 2005, saiu o sexto CD da banda (que foi o segundo internacional): Hide From the Sun, o qual meu pai pediu para amigos dele na França enviarem para nós (muito amor né? <3). O primeiro single deste CD, No Fear, foi a música do The Rasmus que eu mais ouvi em rádio! Sempre que começava a tocar eu me emocionava, será que faria sucesso o bastante para trazê-los ao Brasil??

Outros singles de Hide From the Sun foram: Sail Away, Shot, Keep Your Heart Broken (esta nunca teve um CD de single, mas foi um sucesso nas rádios escandinavas)

No meio de 2006, mais ou menos, eu vi no site da banda que eles sairiam em turnê mundial e a turnê passaria por quatro cidades brasileiras: São Paulo, Curitiba, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. Devido à pouca procura, o show de Curitiba foi eventualmente cancelado =/

Sim, eu guardo o ingresso em um quadro *___*

Meu pai, um amor, como vocês já devem ter percebido, um dia, durante o jantar, comentou casualmente que a secretária dele viu no Via Funchal que uma banda chamada The Rasmus iria apresentar nos próximos meses. Eu não tinha muita esperança de poder ir. Apesar de ter, na época, 17 anos, eu nunca havia pisado em São Paulo sozinha, e tampouco tinha ido em um show… Nem passou pela minha cabeça que meu pai se ofereceria para comprar os ingressos para mim *____*. E sim, ele comprou quatro: um para cada membro da minha família!

No dia do show, eu quase passei mal de emoção, não conseguia prestar atenção nas aulas. Consegui convencer minha best, dona Juliana, a ir comigo, e fomos eu, ela, meu irmão e minha mãe, muitas horas antes esperar na fila. E gente, QUE EMOÇÃO! Não vou descrever o show aqui, minhas palavras não fariam jus à todo o sentimento que me inundou naquele dia. Chorava, berrava, pulava, agarrava a grade (porque SIM EU FIQUEI NA GRADEEE) e morri! Simplesmente ❤ (ah, meu pai acabou não podendo ir… ele se arrepende até hoje, ou deveria se arrepender =P).

O sétimo CD demorou um pouco mais para sair, era 2008 quando o Black Roses finalmente saiu. Mais pesado do que os anteriores, mas tão incrível quanto. Este eu esperei HORRORES pra conseguir ter, meu pai novamente o comprou em uma viagem aos EUA. Pelo menos o tempo de espera foi compensado com um DVD super fofo com a história da gravação do CD, no qual o Lauri fala “quando a gente estava em São Paulo blablabla”. Valeu à pena! *___*

Os singles deste CD foram: Livin’ in a World Without You, Justify e Your Forgiveness

Infelizmente, ainda não existe previsão para um CD novo da banda, mas o Lauri anunciou recentemente que lançaria um CD solo, cujo primeiro single está para sair no fim deste mês (também conhecido como daqui a 5 dias!). Um preview deste single, chamado Heavy pode ser visto aqui.

O The Rasmus, mais especificamente, o Lauri, vocalista, fez parcerias bastante famosas com outros artisas finlandeses reconhecidos, como a banda Apocalyptica (nas músicas Bittersweet – que conta também com Ville Valo do HIM – e Life Burns) e com Annete Olzon (Nightwish), na música October & April.

Ah, uma coisa do show que eu não falei: haviam umas 500-600 pessoas, num lugar em que cabem 4 mil pessoas. Por causa disso, e com a baixa procura em Curitiba, eu acho que a banda ficou bastante desmotivada em voltar ao país. Tanto que em turnês posteriores, eles passaram pelo Chile e Argentina e não voltaram. Mas eu ainda torço com todo o coração para eles voltarem (ou eu poder ir em outro show em outro lugar do globo).

Anúncios

4 Comentários

Arquivado em Nerdices aleatórias

4 Respostas para “The Rasmus

  1. Fábio

    Até eu gosto de Rasmus depois que a Mari me apresentou xD

    Curtir

  2. Pingback: Ouvir shows em casa | Blablabla Aleatório

  3. Pingback: Sexta-feira musical: Heavy (Lauri Ylönen) | Blablabla Aleatório

Gostou do post, então comenta!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s