Um Sopro de Neve e Cinzas – Diana Gabaldon

Atenção! Este post trata do sexto volume da série Outlander, de Diana Gabaldon. Ele pode conter spoilers do enredo dos livros anteriores, embora eu tenha me esforçado enormemente para evitá-los (meu namorado leu e disse que não tem hihi).

Eu acompanho a série Outlander desde janeiro de 2006, quando consegui fazer meus pais esquecerem que tinham dito em 2005  que não iriam me dar aquele livro lindo com o relógio na capa. Foi única vez que li dois livros da série no mesmo ano. Um mês depois, descobri que A Libélula no Âmbar sairia alguns dias antes do meu aniversário, e assim consegui colocar as mãos no segundo volume. O terceiro, Um Resgate no Mar, saiu em março de 2007, quando entrei na UFSCar – meu status de bixete garantiu o terceiro. A partir daí, comprei os próximos eu mesma, em pré-venda, surtando desesperadamente quando chegaram em casa. Um Sopro de Neve e Cinzas chegou nas mãos do meu namorado, como presente de Natal e, sempre esperando o momento certo para me entregar a Jamie e Claire, comecei a ler o sétimo volume da série assim que voltei do meu fim de semana de formatura.

Confesso que demorei para ler. Eu gosto de degustar os livros da Diana Gabaldon mais do que muitos outros livros. Leio passagens e as releio, para garantir que captei todo o seu conteúdo, e depois leio mais uma vez, só por diversão. Adoro os diálogos que a autora cria, e as circunstâncias doidas que surgem.

Quem já leu algum livro da autora vai concordar comigo quando digo que é uma montanha-russa. É sempre assim! Quando as coisas parecem estar indo bem e tudo está gostoso e legal, alguma coisa absurda acontece, todo o azar do mundo cai sobre a família de Jamie e Claire e eles lutam para tornar as coisas boas e calmas novamente – apenas para ver a paz ser corrompida novamente. É um círculo sem fim – e delicioso.

No sexto livro da série, reencontramos nosso casal favorito enfrentando a eterna dúvida do que fazer quando se conhece o futuro: como evitar que as pessoas que amamos sofram? O que devemos fazer com esse conhecimento que temos? O conflito que eles encontram é bastante semelhante ao do segundo livro, A Libélula no Âmbar, mas é, sem dúvida, agravado: desta vez, o conhecimento que têm é sobre a condição de suas mortes…

Como tem acontecido desde o terceiro volume da série, este também foi dividido em duas partes. Diana Gabaldon preenche seus livros com cenas do dia-a-dia de suas personagens, tornando-as eternamente mais queridas, porque sabemos como viviam, comiam, dormiam, se vestiam… Todos aqueles detalhes que não conhecemos em outras narrativas são delicadamente expostos nesta série incrivelmente bem escrita e de leitura deliciosa.

Como sempre, ler um livro da série Outlander me deixa desesperada para ler o próximo, que infelizmente não tem data de lançamento em Português. Terei de esperar até 2012 para ler An Echo in the Bone (e torcer para os Maias estarem errados!).

 

Compre a 1° Parte aqui:

Cultura Submarino Saraiva Travessa Fnac

Compre a 2° Parte aqui:

Cultura Submarino Saraiva Travessa Fnac
Anúncios

5 Comentários

Arquivado em Resenhas da Feanari

5 Respostas para “Um Sopro de Neve e Cinzas – Diana Gabaldon

  1. Pingback: Um sopro de neve e cinzas – Diana Gabaldon – FINALMENTE!!! | Blablabla Aleatório

  2. Pingback: Este mês (março 2011) | Blablabla Aleatório

  3. Pingback: Novidades! Série Outlander | Blablabla Aleatório

  4. Pingback: Um Autor de Quinta #10 | Blablabla Aleatório

  5. Pingback: Ecos do Futuro – Diana Gabaldon | Blablabla Aleatório

Gostou do post, então comenta!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s