Ramsés, O Filho da Luz – Christian Jacq

Mais uma resenha escrita pelo Fábio (também conhecido como meu namorado).

Christian Jacq é uma daquelas pessoas aficionadas pelo que faz: além de ser egiptologista e de ter criado o instituto Ramsés, que reconstrói fotograficamente sítios arqueológicos ameaçados do Egito, também arranjou tempo para escrever sobre o assunto. Publicou, em 1995, a saga de romances históricos Ramsés que conta com 5 volumes: O Filho da Luz, O Templo de Milhões de Anos, A Batalha de Kadesh, A Dama de Abu-Simbel e Sob a Acácia do Ocidente.

O primeiro volume nos mostra a evolução de Ramsés, desde criança, passando pela adolescência, até a fase adulta. Jacq nos conta as suas paixões, os seus medos e como eles são vencidos, as suas aventuras e, principalmente, a sua busca pela razão de sua existência. É incrível acompanhar como a criança vira um homem com poder e autoridade para governar o Egito, o maior império da época.

Entretanto, o que poderia Ramsés fazer se seu pai, o faraó Sethi, escolhesse o seu irmão mais velho, o ambicioso e detestável Chenar, para sucedê-lo? Nada. Estaria destinado a uma vida secundária – a qual ele nem sempre desprezou, pelo fato de não ter tantas responsabilidades e poder ser feliz mesmo assim -, sem grande importância para o seu país.

Para sua sorte, o destino lhe sorriu (como era de se esperar, afinal quem não sabe que Ramsés foi faraó?) e seu pai o nomeia regente, para a ira de Chenar, que usará de todas as artimanhas possíveis para conseguir livrar-se do irmão e governar o Egito.

É neste cenário em que nos encontramos ao ler O Filho da Luz. Empolgante, o livro nos faz ter raiva de certas personagens e querer ler a continuação o mais rápido possível para descobrir o futuro do regente e como ele conseguirá driblar as maquinações de todos os seus inimigos.

 

Compre aqui:

Cultura Submarino Saraiva Travessa Fnac
Anúncios

10 Comentários

Arquivado em Lendo aleatoriamente

10 Respostas para “Ramsés, O Filho da Luz – Christian Jacq

  1. Sempre quis ler esta série, tanto por adorar história antiga de um modo geral, quanto para conhecer um pouco mais sobre os detalhes deste magnífico império.
    Talvez consiga incluí-los na lista de ”livros a ler” deste ano.

    cheers

    Curtir

    • Fábio

      Pode adicionar que não irá se arrepender!
      Tava parado na minha lista desse ano e resolvi dar uma chance/adiantada e gostei bastante. Isso que só li o primeiro por enquanto.

      Curtir

  2. Essa série é maravilhosa! Fiquei fã do Christian Jacq através dela.
    Eu sempre gostei da história do antigo Egito e ler essa série é como viajar no tempo… ^^

    Curtir

  3. Pingback: Pesquisas estranhas que acabaram aqui | Blablabla Aleatório

  4. Nubia Esther

    Está aí um livro que não tinha muita vontade de ler, apesar de adorar livros históricos e mitologia e história egípcia, vai entender né… Mas, lendo a resenha bateu uma vontade de dar uma chance à história, vou adicionar a minha pequena lista de desejados/para comprar no Skoob. =P

    Se bem que do Jacq eu tenho vontade de ler primeiro a série A Rainha Liberdade. 😉

    Curtir

Gostou do post, então comenta!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s