Hellcats

Marti Perkins (Alyson Michalka) é uma estudante de direito que entra em pânico quando descobre que sua bolsa de estudos na Universidade de Lancer foi cancelada. Sem a bolsa, seu futuro corre perigo, assim como sua chance de sair da cidade onde mora com a mãe, Wanda (Gail O’Grady). Quando está prestes a ficar desesperada, conhece Savannah (Ashley Tisdale), que a informa que tem uma bolsa por ser líder de torcida.

Você leu certo, líder de torcida. Marti hesita um bocado, mas quando vê que seu futuro está em jogo, se candidata à vaga aberta nos Hellcats e dá o seu melhor para ser a escolhida. Ela é escolhida para entrar pois Savannah e Vanessa (Sharon Leal) – a treinadora da equipe – a vêem como sangue novo e uma chance de vencer os campeonatos que a equipe não vence há tempos.

O que poderia ser apenas mais um seriado adolescente bobo e sem propósito me conquistou com duas coisas: as coreografias lindas que satisfazem o lado de mim que sempre quis ser líder de torcida (sim, parece patético, mas eu acho bonito, fazer o quê?); e toda a parte judicial da vida de Marti. Afinal, a garota entrou na equipe para continuar a estudar Direito, então este é um tópico recorrente na série.

Além de ajudar os Hellcats a avançar nas competições locais, Marti se prontifica a ajudar seu professor de direito, Julian (Gale Harold – o Brian de Queer as Folk, e o motivo para eu começar a ver este seriado), a abolir uma lei estadual que condena à prisão perpétua todos aqueles que cometeram três crimes (chamada 3 strikes law, em referência ao baseball onde após três strikes, ou lances perdidos, o batedor é eliminado). A garota se envolve mais ainda quando começa a perceber que o cliente deles, Travis (Ben Cotton) é inocente, e seu caso tem ligação com a política que envolve o time de futebol de Lancer.

Para quem começou a ver a série por causa de um ator que nem faz parte do elenco regular (espero que mudem esta situação), e que esperava que o seriado fosse ser um monte de bobagem, fiquei realmente surpresa com a profundidade de Hellcats. Gostaria que outros seriados mais light tivessem a mesma capacidade que este tem de balancear um drama adolescente com assuntos mais sérios.

A série passa às terças-feiras após One Tree Hill no canal americano The CW e deve começar a passar ainda neste ano no canal pago Boomerang.

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Nerdices aleatórias, Seriados

2 Respostas para “Hellcats

  1. Pingback: O futuro dos seriados – Atualização | Blablabla Aleatório

  2. Pingback: Este mês (Maio de 2011) | Blablabla Aleatório

Gostou do post, então comenta!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s