Os Portões de Roma – Conn Iggulden

Quando você tem um autor favorito, muitas vezes é atraído a outros livros apenas porque ele disse que são bons. Eu já comprei livros sem nem saber do que se tratavam só porque o Bernard Cornwell falou bem deles. E a minha vontade de ler Os Portões de Roma, escrito por Conn Iggulden começou assim, pela citação de Bernard Cornwell escrita na capa:

“Uma história brilhante, com personagens vivos, ação e ritmo fantásticos! Eu queria tê-la escrito.”

Quando eu tive a chance de ler o primeiro livro da sére O Conquistador: O Lobo das Planícies, escrita pelo Conn Iggulden, a vontade de ler a outra série, O Imperador, apenas aumentou. E ter conhecido o autor na Bienal do Livro em São Paulo me deixou simplesmente desesperada pela leitura. Meu namorado, sabendo dos estágios da loucura, me deu os quatro livros da série no começo do ano, como presente de formatura/aniversário. E eu guardei a leitura, porque eu faço isso com os livros que eu não quero terminar de ler xD. Mas este fim de semana eu finalmente li Os Portões de Roma, e vim compartilhar as minhas impressões. Então chega de lenga-lenga.

O livro começa com Caio e Marco voltando para casa antes de se perderem e entrarem na propriedade de um vizinho, cujo filho os espanca. Esse início nos deixa meio sem entender o propósito do livro, afinal, cadê o imperador prometido? Mas logo nos localizamos: o autor optou por narrar a infância de Caio Júlio César, e nos mostrar de onde ele veio, ao invés de simplesmente nos jogar uma personagem já formada e crescida.

Assim se passam as primeiras páginas do livro. Acompanhamos o fim da infância e o começo da adolescência de Caio e Marco, quando ambos são treinados para serem legionários, os guerreiros de Roma. Após a morte do pai de Caio, este vai à capital romana para ser treinado por seu tio, o general Mário na arte de ser político e comandante de exército. O menino, agora homem, conhece mulheres e bebida e o leitor se pega pensando “como que esse pivete vai passar disso a imperador?!!?”, mas Conn não acelera a narrativa. Uma vez adulto, Caio adota o nome com o qual se tornará imortal: Júlio César. Mas é claro que o caminho até se tornar o imperador sobre o qual aprendemos não será fácil. E tampouco será narrado em apenas um livro.

A série começa bem, com um livro que passa rápido demais. Caio, ou Júlio, é uma personagem bem descrita e carismática, e aprendemos a gostar dele logo no começo. O livro também conta com capítulos narrados sob a ótica de Marco e Mário, embora a narrativa seja sempre em terceira pessoa.

Concordo totalmente com o que Bernard Cornwell disse sobre o livro ter um ritmo fantástico. Li as páginas como se não houvesse amanhã, ávida por mais informações. Se os demais livros da série se mantiverem assim (e pelo que eu conheço do Conn, vão) esta com certeza virá a ser uma das minhas séries favoritas.

Série O Imperador:

Compre aqui:

Cultura Submarino Saraiva Travessa Fnac
Anúncios

12 Comentários

Arquivado em Resenhas da Feanari

12 Respostas para “Os Portões de Roma – Conn Iggulden

  1. Fábio

    Que bom que você gostou 🙂
    Claro, era óbvio que ia gostar, mas ainda assim fico feliz xD

    Curtir

  2. Essa série é excelente! Fiquei fã do Conn…^^
    Bjocas

    Curtir

  3. Eu comprei os Portões de Roma justamente na Bienal, para pegar o autógrafo e conversar um pouco mais com ele (como se eu já nao tivesse feito perguntas suficientes durante a palestra dele né?! 😛 ). Gostei bastante do livro, apesar de preferir a série do Conquistador. Eu ainda preciso ler o restante da coleção, sempre quero comprá-los, mas eles estão sempre TÃO caros, acabo sempre protelando. Inclusive, acho que vou acabar comprando do Book Depository, vai sair mais barato do que comprar os nacionais. E como eu nao tenho TOC, nao tem problema ter edições distintas na estante…hehe

    Curtir

    • Eu lembro de vc com os Portões. 😄 e sim, vc fez perguntas demais pra ele. Mas tbm, o povo não tinha coisa pra perguntar hahaha vc estava nadando na razão de monopolizar o Conn ijaeiaeuahea Que sortudo você não ter TOC. Eu tenho e tenho também um namorado perfeito que aceita o TOC e o respeita ❤ =D Depois me fala se deu certo sua compra no BD =)

      bjo

      Curtir

  4. Pingback: Este mês (Agosto de 2011) | Blablabla Aleatório

  5. Pingback: Um Autor de Quinta #7 | Blablabla Aleatório

  6. Pingback: A Morte dos Reis – Conn Iggulden | Blablabla Aleatório

  7. Pingback: Campo de Espadas – Conn Iggulden | Blablabla Aleatório

  8. Pingback: Os Deuses da Guerra – Conn Iggulden | Blablabla Aleatório

  9. Pingback: Sangue dos Deuses – Conn Iggulden | Blablabla Aleatório

Gostou do post, então comenta!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s