Harry Potter and the Philosopher’s Stone – J. K. Rowling

Não foram poucas as vezes em que eu reclamei aqui no blog da minha estante de livros do Harry Potter. Já fiz até um post falando de como eu me incomodo com ela. Este ano, eu decidi que ia arrumar a estante HP e, graças ao Book Depository, consegui começar. Comprei o primeiro volume de uma das séries que mudou a minha vida e, depois de me acabar jogando Pottermore, eu comecei a ler de uma maneira que NUNCA fiz antes: apenas um capítulo de cada vez. Foi a melhor coisa! Eu aproveitei cada letra do texto. Recomendo.

Harry Potter e a Pedra Filosofal, como é conhecido no Brasil, é o livro mais lido de acordo com o Skoob (57262), então perde um pouco o propósito resenhá-lo, porque todo mundo conhece a história do Menino que Sobreviveu, se não de cor, próximo disso, mas isso não vai me impedir…

Era um dia como todos os outros. O sr. Valter Dursley sai de casa rumo ao trabalho e, irritado, nota a presença de pessoas excêntricas usando capas coloridas. Ao longo do dia, continua se esbarrando com elas e é, inclusive, chamado de Muggle (trouxa). Tudo isso seria aceitável, não fosse um murmúrio entreouvido na padaria. O filho dos Potter, Harry, estava envolvido.

Naquela noite, um mago de longos cabelos e barbas prateados, uma bruxa que de transforma em gato e um gigante cabeludo deixam um bebê, Harry Potter, na porta da casa dos Dursley. Dez anos depois, o leitor encontra Harry no seu armário debaixo da escada, sonhando com motocicletas voadoras e temendo a visita à casa de sua “babá”: a Sra. Figg.

Mas Harry logo descobre que sua vida vai mudar, para muito melhor: ele é um bruxo, e deve estudar na melhor escola para bruxos: Hogwarts. Depois de comprar uma varinha e outros equipamentos necessários para o ano escolar, Harry embarca no trem que o leva à escola, onde faz amizade com Rony Weasley.

Harry Potter e a Pedra Filosofal é um dos livros mais cativantes que eu já li na vida. Desde as primeiras páginas, J. K. Rowling cativa o leitor, fazendo-o desejar mais do que ardentemente que, ao fazer 11 anos, uma coruja deixe uma carta convidando-o a estudar em Hogwarts (ah como eu fiquei triste que a minha não chegou!). O primeiro livro da série prepara Harry e seu amigo leitor para o mundo incrível que ainda está por vir, e não decepciona. J. K. cria um inimigo que no fim é herói, mas que ainda detestamos; um tutor onipotente e onipresente, e um herói que é a definição de nós quando somos adolescentes: inseguros, com vontade de provar a que viemos, e ignorantes da nossa capacidade. Sem dúvida todos nos identificamos com Harry Potter, e por isso esta é a série número um de metade dos meus amigos – que eu só conheci depois de ler os livros.

Compre aqui:

Cultura Submarino Saraiva Travessa Fnac
Anúncios

4 Comentários

Arquivado em Lendo aleatoriamente, Resenhas da Feanari

4 Respostas para “Harry Potter and the Philosopher’s Stone – J. K. Rowling

  1. Pingback: Harry Potter and the Chamber of Secrets – J. K. Rowling | Blablabla Aleatório

  2. Pingback: Harry Potter and the Prisioner of Azkaban – J. K. Rowling | Blablabla Aleatório

  3. Pingback: Harry Potter and the Goblet of Fire – J. K. Rowling | Blablabla Aleatório

  4. Pingback: Um Autor de Quinta #37 | Blablabla Aleatório

Gostou do post, então comenta!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s