K-dorama: My Girl

My Girl já estava na minha lista de doramas para ver há tempos, mas sempre protelava porque a sinopse não entregava muito da história e lendo-a eu achava que seria mais do mesmo, um drama divertido de se acompanhar, mas nada além disso. Depois de assistir Hello Miss e Iljimae decidi conferir My Girl por causa do trabalho da Lee Da Hae e do Lee Jun Ki e já no primeiro episódio percebi que ele seria daqueles dramas impossíveis de se contentar com pequenas doses diárias, literalmente devorei os episódios e finalizei o drama em três dias!

  • Título: 마이걸 / Ma-i-geol
  • Gênero: romance, comédia
  • Episódios: 16
  • Período em que foi ao ar: 14/Dezembro/2005 à 02/Fevereiro/2006
  • Rede de televisão: SBS
  • Produtores: Kim Young Sup e Bae Tae Sup
  • Diretor: Jun Ki Sang
  • Roteiristas: Hong Jung Eun e Hong Mi Ran

Joo Yoo Rin (interpretada pela Lee Da Hae) trabalha como guia turística na Ilha Jeju. A moça é bastante trabalhadora, mas tem um pequeno defeito, que na verdade é a única arma que tem para conseguir vencer as dificuldades… é adepta das mentiras. A garota é extremamente teatral e não mede esforços para alcançar seus objetivos, se preciso for, sabe armar uma cena como ninguém. Uma das características das mocinhas criadas pelas irmãs Hong é que elas sempre vêm dotadas de um calcanhar de Aquiles, se passam por homens para salvar a carreira do irmão, aceitam serem culpadas por algo que não fizeram para proteger uma amiga… No caso de Yoo Rin não poderia ser diferente. Seu ponto fraco é o pai, um apostador inveterado que vive se metendo em problemas e que por isso sempre viveu como nômade (nos mais variados países) arrastando Yoo Rin com ele. Essa vida pode até lhe ter dado a oportunidade de falar várias línguas, mas em contrapartida lhe garantiu uma relação de pai e filha deturpada, com Yoo Rin tendo que controlar e cuidar do pai em vez de ser cuidada por ele.

Seol Gong Chan (Lee Dong Wook) é herdeiro e diretor de uma importante cadeia de hotéis. O rapaz é muito sério e está empenhado no que pode ser o último desejo de seu avô, que está muito doente: encontrar a prima perdida. A menina, fruto de um relacionamento que o vô não aprovava, sumiu durante um terremoto no Japão que matou seus pais. Agora às portas da morte ele quer pedir perdão, mas a tarefa de encontrar a garota está se mostrando cada vez mais difícil.

Seo Jung Woo (Lee Jun Ki) é primo de Gong Chan (mas não em primeiro grau, achei um tanto quanto obscuras as relações familiares). O rapaz é adepto da boa vida, não gosta muito de trabalhar e é um playboy que vive se metendo em encrencas por causa de mulheres. Ao conhecer Yoo Rin, cai de amores por ela e desiste da vida de playboy. O Lee Jun Ki está ótimo no papel e o personagem é cativante, acho que nunca senti tanta pena do “mocinho step” e nunca torci tanto para ambos (Gong Chan e Jung Woo) terem chance com a Yoo Rin.

Kim Seo Hyun (Park Si Yeon) é uma tenista profissional. Há dois anos deixou para trás Gong Chan e o relacionamento que tinham para se dedicar ao esporte, mas agora está de volta à Coreia e quer recomeçar de onde pararam. Como assim? Simples, para Seo Hyun basta tirar da pausa e apertar o play novamente, ela só não percebe que não foi o botão de pausa que ela apertou, mas sim o de Stop. Será difícil reconquistar Gong Chan e com Yoo Rin na parada a tarefa fica ainda mais difícil. Prêmio personagem cara de pau para ela, volta do nada, se intromete nos assuntos alheios e enche a paciência durante boa parte do drama.

Em Jeju, Yoo Rin se encontra com problemas, o pai como sempre está com dívidas, mas dessa vez os cobradores não deixam barato e passam a persegui-la para que ela pague as dívidas do pai. Em sua fuga ela quase é atropelada por Gong Chan, que a leva para o hospital. E a garota ao descobrir que ele é rico, já faz planos para uma futura indenização, que acaba não dando certo, mas que representa o pontapé inicial no relacionamento dos dois. E que relacionamento, ela trabalha para ele, mora escondido na casa dele, vende tangerinas da casa dele sem permissão e o faz passar vexame em pleno aeroporto! Preparem-se para rir muito com essas situações. Ainda em Jeju, Jeong Woo tem seu primeiro encontro com a Yoo Rin e cai de amores pela moça. Para fugir dos cobradores Yoo Rin vai para Seul. A relação entre Gong Chan e ela poderia ter terminado com essa partida se a secretária de Gong Chan não lhe desse a ideia de contratar Yoo Rin para se passar por sua prima.

Tem início então a maior mentira já contada por Yoo Rin e a primeira de Gong Chan. Uma mentira que vai crescendo cada vez mais, que em alguns momentos você até acha que ela é verdadeira. Convivendo como primos, eles começam a gostar um do outro e a implementar mudanças em suas personalidades. A garota que vivia de mentir (e bem) perde o tino para isso e o rapaz sincero começa a mentir e negar seus sentimentos (principalmente porque o avô e a sociedade não veriam com bons olhos um relacionamento entre “primos”). No meio dessa bagunça toda, ainda temos o apaixonado Jung Woo que mesmo descobrindo a verdadeira história e sabendo que Yoo Rin gosta de Gong Chan não perde as esperanças e está sempre por perto para ajuda-la nos momentos de dificuldade e a “coitada” da Seo Hyun que assume de vez o papel de antagonista e não facilita a vida da Yoo Rin.

E como sempre, as irmãs Hong nunca se esquecem de seus personagens secundários que sempre acabam rendendo boas histórias. É o caso do relacionamento entre a tia de Gong Chan e o amigo/empregado do vô. Os doidos dos primos (An Jin Sim e An Jin Gyu) da Yoo Rin, donos de uma imaginação fértil, adorei a cena dos dois imaginando as prováveis conclusões para o relacionamento da Yoo Rin e Gong Chan! O relacionamento do An Jin Gyu com a secretária de Gong Chan também rende cenas fofas, atenção para a da tangerina. E o que dizer das conversas da tia com a mãe invejosa do Jung Woo, viviam a defender o sobrinho e o filho, discutir quem era melhor e a invejosa sempre ali a atrapalhar o relacionamento da tia.

Preparem-se para ficar divididos na torcida durante todo o drama, para morrer de raiva das armações da Seo Hyun, para ter dificuldades em aceitar a opinião do vô sobre esse relacionamento e para sofrer com a indefinição dos episódios finais. As irmãs Hong souberam conduzir a tensão nos capítulos finais, com a conclusão sempre ficando por um fio. Uma divertida comédia romântica, que te faz gargalhar muito e sofrer em outros tantos momentos, porque todo romance que se preze tem muito drama, nesse caso conduzido com muita qualidade e ótimas atuações da Lee Da Hae, Lee Dong Wook e Lee Jun Ki. Esse é o terceiro dorama escrito pelas irmãs Hong que assisto e cada vez confirmo mais que Hong pode ser considerado sinônimo de qualidade. Se o enredo de suas histórias pode ser considerado batido, o mesmo não se pode dizer dos personagens, que são bem caracterizados, algumas vezes até caricatos e interpretados por atores que parecem ser escolhidos à dedo, porque os personagens lhes caem como uma luva.

Vale a pena mencionar:

  1. As referências à séries e filmes. Como fã de Mulder e Scully, foi impossível não amar a cena na qual o seriado é lembrado pela Yoo Rin.
  2. A vingança da Yoo Rin ao cara que acusou e fez seu pai ser preso injustamente. A vingança da galinha é de provocar gargalhadas.
  3. As mentiras da Yoo Rin e o Gong Chan caindo feito um patinho.

Para conferir:

Projeto do Asian Team em parceria com o Sambanana: http://www.asianteam.org (necessário ter cadastro), no AnimeXGames está disponível em rmvb (clique aqui). 

Fontes:

http://wiki.d-addicts.com/My_Girl_(SBS)

http://mydramalist.info/title/419/my_girl

Anúncios

6 Comentários

Arquivado em Dorama aleatório

6 Respostas para “K-dorama: My Girl

  1. Poxa amiga que bom que você gostou tanto de My Girl, eu particularmente adoro o dorama, acho as interpretações maravilhosas e com certeza adorei cada cena hilária. E aquele lance dos globos de neve? Só lembrava de mim quando eu assistia, pq estou começando a colecionar globos de neve e eu amo!

    Espero muito que vc veja Scent Of Woman, com o protagonista desse dorama pq é ótimo. Um beijo e mais uma vez adorei seu post. Não deixe de escrever sobre dramas.

    Curtir

  2. Alayana

    Amiigaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa! Lembro que na época que vi My Girl surteiii demais!! Sabe aqueles meus surtos neh?! Então foi um surtao msm!Primeiro que a atriz era super engraçada e eu dava mtas risadas, desde o começo do drama..com todas aquelas confusões em Jeju! Dps que cai de amores e babei literalmente pelo Lee Dong Wook o drama inteiro! Que homem mais lindoo! Aii…suspiros! (Acho que eu e a Monica somos as mais apaixonadas por ele no nosso grupo neh?! KKK) Terceiro que o personagem secundário era super mega fofo! Tp eu NUNCA Nunca msm costumo torcer para o step da historia mas em My Girl literalmente queria que a Yoo Rin se dividisse em duas para satisfazer os dois primos! MOrria de rir com o Gong Chan caindo em todas as mentiras da Yoo Rin, principalmente naquelas do elevador!KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK Dou risada soh de lembrar!

    Amiga..entende agora o porque de eu amar tanto as irmas Hongs! Simplesmente AMEI mto todos os doramas dela! Vc tem que ver My Girlfriend is a Gumiho, é mto engraçado tbm!

    Os personagem secundários são hilários msm! Reparou que essa tia ai é a mesma da Go Mi Nam em YAB?! KKKKKKKKKK

    Enfim…My Girl é td d bom e é um dos meus dramas mais queridos! Com otimas interpretações e um otimo triangulo amoroso! Bem tenso os eps finais neh?! Nuss..eu sofri junto com os personagens viU!

    Ja reparou q os doramas das Hong sempre fazem analogias com algum objeto ou algo..tp The Greatest Love eram as batatas, YAB as estrelas e My Girl..tinha aquele lance dos globos de neve! hehehhe

    Ahhh..meu comentário ficou gigantesco! =) Amei o post flor! Ficou excelente! Heheheheh!

    *_*

    Curtir

    • Nubia Esther

      Sim, elas gostam dessas analogias mesmo, o melhor é que ela são muito bem trabalhadas e se encaixam perfeitamente na trama. Depois desse tenho a certeza de que quero ver todos os trabalhos das Hong, e o próximo que irei ver será MGIAG! \o/

      O Lee Dong Wook é lindo mesmo, mas ainda prefiro o Lee Jun Ki, aiai ainda bem que ele está voltando aos dramas. o/

      Amei o comentário Alay, foi bem caprichado… hehe =*

      Curtir

  3. Fernanda

    Nubia, já disse que AMO suas resenhas? E com My Girl não foi diferente! Adorei esse drama, é um dos meus queridinhos, principalmente porque adoro o trabalho das irmãs Hong. Gostei tanto desse drama que até vi a versão filipina com mais de 70 episódios, eu acho e também comecei a ver a ver a versão taiwanesa. O que acho legal nas versões de My Girl é que obviamente eles tem que adaptar de acordo com o clima de cada país o aniversário da Yoo Rin. Nas Filipinas que não neva, o aniversário dela era toda vez que chovia, em Taiwan acho que eles pensaram que chuva já tinha sido usado, então ficou toda vez que tinha um arco-íris. Se tiver mais uma versão, que dia será o aniversário dela? rsrs Eu morria de rir com esse drama e acho que vale a pena lembrar a cena que mais me fez dar gargalhadas em um drama até hoje: Quando o Gong Chan estava se acabando de chorar pela “morte” do avô e a Yoo Rin diz “Aquilo precisa fazer ‘diiiiiiiiiiii” para indicar que ele está morto, acho que ele está só dormindo”. Só de relembrar essa cena, dá vontade de rir. ^_^

    Curtir

    • Nubia Esther

      Adorei o drama também, mas acho que não teria a paciência para ver essa versão filipina aí… xD Legal essa adaptação para os aniversários!

      A cena do hospital é hilária mesmo, o outro lá no maior drama e ela “corta” ele, a cara que o Gong Chan faz é impagável… lol

      Curtir

  4. danyele

    Gostaria de ver em português alguém sabe a onde no Vic e no YouTube eu não achei legendado

    Curtir

Gostou do post, então comenta!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s