Como Ser Legal (Nick Hornby)

Fato um: todos que me viram com o livro (e que não conhecem o Hornby e, portanto não perceberam a grande sacada irônica da coisa) acharam que o livro fosse de autoajuda.

Fato dois: de todos os livros do Hornby que já li (mas eu ainda não alcancei a meta de ler todos os já publicados no Brasil), Como Ser Legal foi o que mais me decepcionou.

A impressão que tive foi que a obra é um ensaio mal executado, você percebe que todos os elementos que tornam as narrativas do autor um sucesso estão ali, mas de alguma forma eles parecem não se encaixar. Mas, até quando decepciona, a literatura de Hornby acaba agradando em algum ponto. Como Ser Legal pode até não ter Rob Fleming e todo seu conhecimento musical ou ainda os diálogos magistrais de Uma Longa Queda, mas não posso negar que nas partes em que Kate não estava sendo uma chata de galocha ela conseguiu nos brindar com passagens realmente hilárias sobre o cotidiano de seu casamento e a loucura toda na qual seu marido se meteu.

Kate Carr, a protagonista narradora, é uma médica, casada e mãe de dois filhos que se encontra em uma sinuca de bico: manter seu casamento que parece condenado ou se separar do amargo e sarcástico David (que orgulhosamente escreve uma coluna no jornal do bairro na qual reclama de tudo e de todos e que é chamada de “O Homem mais irritado de Holloway”), que, aliás, ela atualmente não está suportando nem olhar quanto mais viver sob o mesmo teto! O hilário nisso tudo é que Kate tem uma visão romanceada de si, por ser médica ela se acha uma pessoa legal e que merece ser feliz por isso (não que o fato de ser legal ou deixar de ser seja mérito para alguma coisa), mas não enxerga que para ser legal a caminhada ainda é muito longa e que talvez ela tenha que começar em casa, com os filhos e com o marido… É assim que ela decide acabar com seu casamento pelo celular de um estacionamento, ou pelo menos ela tenta, porque David resolve que não facilitará sua vida (mesmo com um amante a tiracolo). Com dúvidas se o divórcio é a medida certa a se tomar, o casal segue trocando farpas e levando a situação com a barriga, até que David conhece o curandeiro DJ Boas Novas que lhe “mostra a luz” para uma vida mais tranquila, politicamente correta e solidária e que acaba colocando a família Carr novamente em alvoroço perante tantas mudanças.

“Agora existe um outro homem, um homem que gosta de teatro, que dá dinheiro a desconhecidos e que tenta ser legal com as pessoas, e também não sei se quero dormir com ele, porque na verdade não o conheço e ele está começando a me deixar grilada. Antipatizar com um marido pode ser considerado um infortúnio, mas antipatizar com dois maridos já parece desleixo.”

E em meio a isso tudo, Kate precisa repensar sua vida e achar uma forma de ser feliz, ou pelo menos de levar a vida com mais leveza e tranquilidade, e ouso acrescentar que um pouquinho menos de preconceito também cairia bem, porque se Kate tivesse sido a minha primeira protagonista hornbyana eu provavelmente não teria me aventurado pelos outros livros do autor. Sério, suas opiniões em alguns momentos são bastante intragáveis e depois do trecho abaixo mais o comentário de que Star Wars é uma ficção infantil, bem, Kate me confirmou que sua noção de legal é bastante deturpada…

“Tomar banho de amor é coisa de gente tola, crédula, simplória, gente cujo cérebro já foi cariado por drogas leves, gente que lê Tolkien e Erich von Daniken quando já tem idade para dirigir… encaremos a realidade, gente que não tem diploma em artes ou ciência.”

Compre aqui:

Cultura Saraiva Travessa Fnac Fnac Fnac
Anúncios

3 Comentários

Arquivado em Resenhas da Núbia

3 Respostas para “Como Ser Legal (Nick Hornby)

  1. Pingback: Um Autor de Quinta #6 | Blablabla Aleatório

  2. Pingback: TAG – Chatice Literária | Blablabla Aleatório

  3. Pingback: TAG – Perfil Literário | Blablabla Aleatório

Gostou do post, então comenta!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s