Apaixonada por Palavras (Paula Pimenta)

apaixonada por palavras

“É rara a ocasião em que não estou com um livro por perto, e mais raro ainda é o momento que não estou com um bloco e uma caneta. Sempre anotando, pensando por escrito. Porque, se o amor à primeira vista aconteceu com as palavras lidas, o mesmo, e ainda mais forte, aconteceu com as manuscritas.”

(trecho da Introdução de Apaixonada por Palavras)

Pensar por escrito, está aí um hábito que tenho desde que me entendo por gente e depois da classe de alfabetização e cadernos de caligrafia. Pena que minhas aventuras pelo mundo das palavras se restringem às minhas leituras e as anotações que faço delas, talvez se não tivesse largado o hábito de escrever crônicas lá no ensino médio, conseguisse escrever uma crônica para falar das belas crônicas escritas por Paula. O jeito é me contentar com meus arremedos de resenhas.

Em Apaixonada por Palavras podemos acompanhar a Paula de dez anos atrás que já dava mostras da habilidade de “brincar” com as palavras e através delas falar de sonhos, amores, saudades, amizade e outros assuntos do seu (mas que também foram e ainda são do nosso) cotidiano. São nove anos de histórias, nove anos de fotografias em palavras, em sua maioria textos sobre amor e relacionamentos, mas também há espaços para textos mais sérios e tristes e também para textos sobre períodos marcantes de sua vida como a história da publicação de Fazendo Meu Filme. Depois de acompanhar o roteiro da vida da Fani, começar a acompanhar a vida fora de série da Priscila e ler Apaixonada por Palavras, cheguei a conclusão de que a identificação com as obras da Paula é inerente. Identificamo-nos com seus personagens tão habilmente construídos em seus romances, e também com a autora de carne e osso por trás deles que nos é revelada em seu livro de crônicas.

trecho apaixonada

Dos textos escolhidos para essa coletânea, tenho os meus preferidos: Casa, escrito em agosto de 2005, que fala sobre o período em que ela morou em Londres e a saudade constante companheira dessa época; O Filme da Minha Vida (setembro de 2005) e Bem Guardado (janeiro de 2008), ambas que falam sobre as lembranças, algumas que ficam só na memória, nossos filmes particulares, outras que voltam sempre que nos deparamos com as provas físicas de que aconteceram. Ri, chorei e tive momentos de fofurice lendo Apaixonada por Palavras. E, ah, amei o texto escolhido para encerrar o livro (Ani-versário). Crônica repleta de Paula e de suas esperanças de escritora. Aproveito a oportunidade para desejar que venham muitos anos e que em todos eles a Paula guarde muitos versos, ou melhor, compartilhe-os com seus leitores. Se você como eu também é apaixonada por crônicas, vale a pena conhecer os textos da Paula e correr o risco de se apaixonar por eles, se ainda não leu nada do gênero eis uma oportunidade para começar. Fiquei muito contente em saber que há planos para uma segunda coletânea.

Compre aqui:

Cultura Saraiva Fnac
Anúncios

3 Comentários

Arquivado em Resenhas da Núbia

3 Respostas para “Apaixonada por Palavras (Paula Pimenta)

  1. Pingback: Blablabla Aleatório: Resenha de “Apaixonada por palavras” | Grupo Editorial Autêntica

  2. Pingback: Um Autor de Quinta #2 | Blablabla Aleatório

  3. Pingback: Apaixonada por Histórias (Paula Pimenta) | Blablabla Aleatório

Gostou do post, então comenta!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s