Kallisti (Clarisse Alvarenga)

Kallisti

“Nada poderia prepará-la para a história que aquele resto de líquido lhe contaria. Soltando um suspiro, senta-se na relva e começa a chorar.”

Kallisti, uma nizkhoviana radicada em Schandane uma província de Stentriona, é uma mestre do Neromantosyni, uma antiga arte divinatória de leitura da água. Um dia, fazendo suas leituras matinais, ela vislumbra a chegada do amor de sua vida, mas também percebe que ele não chegará sozinho e que terá que pagar por isso com sua própria vida.

Gerard é um forasteiro recém-chegado à Schandane. O jovem criado pela mãe enquanto o pai corria o mundo, conheceu o genitor apenas aos 18 anos quando este retornou. E este retorno foi marcado pelo leito de morte do pai e por uma missão herdada por Gerard.

Alexandre Menat Ba-Hamartia é dono do maior castelo de Schandane, amigo do rei e protetor de Kallisti. Sua residência é conhecida por ser palco de festas espetaculares e dessa vez irá sediar as comemorações de 20 anos da de Valaren pelo rei. Um baile de máscaras.

Uma previsão, um agente e uma oportunidade para um plano ser colocado em ação. É assim, em meio a algum mistério e muitas suposições que Clarisse nos apresenta sua história. Uma história onde a fantasia encontra o medieval, a magia encontra seu algoz a inquisição e o amor e outros sentimentos ardentes provocam mudanças na vida de todos. De início já sabemos que Gerard é o destino de Kallisti, a dúvida que nos acompanha é a curiosidade para sabermos qual é a missão que ele herdou do pai e como isso pode estar envolvido com o futuro negro previsto por ela.

Stentriona, diferentemente das terras natais de Kallisti e Alexandre, não vê com bons olhos os dons místicos. Durante o reinado anterior e enquanto o antigo conselheiro do rei, Ralek, estava vivo isso não era motivo de preocupação e os que possuíam o dom podiam viver suas vidas em relativa tranquilidade. Mas, após a morte de Ralek e a posse do general Crecy no cargo de conselheiro tudo ficou mais difícil. Foi a partir dessa época que Kallisti adotou a reclusão e passou a fazer leituras apenas para clientes que passassem pelo crivo de Alexandre e sua serva Anak. E bem, o assassinato de Crecy durante o baile de máscaras em circunstâncias que acabam ocasionando a prisão de Kallisti serve de estopim para que uma caçada contra a magia seja empreendida com força total. Enquanto o cerco aumenta e o amor desabrocha, Clarisse vai revelando os mistérios de sua trama e o motivo, torpe, mas plausível que acarretou todos esses acontecimentos. Com personagens cativantes e uma narrativa fluída é impossível não se encantar por Kallisti e sua arte divinatória. Como uma obra escrita para um desafio na internet, Kallisti foi escrito durante uma edição do NaNoWrimo, ainda é uma obra inacabada. Não na história ou nos personagens que foram habilmente construídos, mas sim na lapidação que um trabalho de editoração profissional pode proporcionar. E torço para que a Clarisse consiga publicar Kallisti por uma editora, pois é uma ótima história e merece ser conhecida por mais pessoas.

 O livro, publicado de forma independente no formato digital, pode ser adquirido na Amazon e na Kobo. Um preço irrisório por uma leitura de qualidade.

Anúncios

3 Comentários

Arquivado em Resenhas da Núbia

3 Respostas para “Kallisti (Clarisse Alvarenga)

  1. minha primeira resenha… estou quase me sentindo uma profissional ^^

    Curtir

  2. Pingback: Leia Mulheres: Fantasia | Blablabla Aleatório

Gostou do post, então comenta!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s