How to Win a Guy in 10 Dates – Jane Linfoot

Millie Brown estava passeando pelo campo, exercitando o pônei que lhe pagavam para cuidar. Uma explosão acontece, o pônei se afasta assustado e Millie fica desacordada, estatelada no chão. Quando dá por si, ela está beijando o homem que veio verificar se ela estava bem. Ed Mitchum se desvencilha da moça, e insiste em leva-la ao hospital mais próximo, para garantir que ela ficará bem. Quando as enfermeiras se recusam a dispensar Millie com medo de uma concussão, ela o convence a deixa-la ficar na casa dele nas próximas 12 horas.

Ed concorda, mas só porque as oito horas que eles passaram juntos no hospital devem contar como um encontro. Acontece que Edapostou com sua irmã, Carrie, e seu melhor amigo, Will, que ele conseguiria sair com uma mesma garota 10 vezes, para provar que não era um mulherengo incorrigível. Ele também apostara que sairia ileso (ou seja, não-apaixonado) desse encontros. Ed acredita ter encontrado em Millie a vítima perfeita para sua aposta.

Conforme ele vai convencendo-a a sair com ele em encontros inocentes, o magnetismo entre o casal vai ficando cada vez mais óbvio, e mais difícil de resistir. Millie havia jurado que ficaria longe dos homens, e se vê abrindo exceção atrás de exceção por Ed, e este percebe que fica cada vez mais difícil se manter longe da moça.

Como toda história do gênero, o casal não consegue resistir muito, e beijos calientes abrem o caminho para mais contato físico. E com o fim da aposta, os dois terão que decidir se vão mesmo conseguir abrir mão do que encontraram um com o outro.

Nota-se facilmente que a autora é britânica pelas escolhas que faz com o vocabulário. A leitura do livro é tranquila, gostosa – boa para um domingo preguiçoso. É um romance água com açúcar, previsível do começo ao fim – nem mesmo os dramas que a autora tentou criar conseguem manter seu mistério até o momento em que a autora deseja revela-los. Não é um livro must read, mas não chega a ser um livro que lemos 10 páginas e queremos jogar fora. O fato de ser baratinho ajuda bastante nesse último ponto.

Compre aqui:

Cultura Fnac
Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Lendo aleatoriamente, Resenhas da Feanari

Gostou do post, então comenta!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s