Audiobooks: uma maneira diferente de ler

Créditos da imagem: eu mesma! =DUltimamente, a vida anda bastante corrida. Com todos os livros que eu e a Núbia recebemos de parceiros, minha estante de livros para ler mal diminui, pois para cada 3 livros que leio, chegam mais 4, e eles são prioridade. Assim, eu não consigo mais ler os livros que eu comprei para ler tanto tempo atrás e que estão na estante me esperando. Aí entram na matemática os livros que o Fábio quer que eu leia, dentre os quais estavam/estão os livros da série “A Song of Ice and Fire”, do George R. R. Martin. Esses são livros que não conseguimos (ou eu não consigo) ler apenas sentando alguns minutos com o livro por vez, e muitas vezes essas “sentadas” são todo o tempo que eu tenho. Aí, pela falta de tempo, os livros acabavam encostados. Para começar a leitura do terceiro, demorei um ano e meio! (e só consegui começar graças à dica abaixo).

Certo dia, eu estava assistindo a um vídeo do canal do Youtube do CleanMySpace, e a Melissa comentou que enquanto faz a faxina da casa dela, ela escuta a audiobooks. E eu gostei da ideia. Peguei minha conta da Amazon e me inscrevi no Audible.com. Minha assinatura custa uns 15 dólares por mês e me dá um livro “de graça” e descontos nos demais livros. Considerando que um livro do tamanho dos do Martin custa mais de 60 doletas, eu achei um ótimo negócio.

E foi assim que eu comecei a ouvir o terceiro livro da série, A Storm of Swords, narrado pelo Roy Dotrice. A voz do narrador é bem limpa, fácil de entender, e as 924 páginas do livro levaram “apenas” 47 horas e 32 minutos para serem ouvidas. Entre faxinas e meus momentos dirigindo de um lado para o outro, foram 40 dias para ouvir o livro todo. Ou seja, assim que acabei o terceiro, já tinha o livro grátis do segundo mês, e pude começar a ouvir o quarto livro da série. E considerando que eu sempre ouvi em momentos nos quais não ia conseguir ler um livro físico, eu pude aproveitar esse tempo “morto”!

Como eu só li os livros desta série, não sei dizer se todos os narradores fazem igual, mas o Roy faz vozes diferentes para cada personagem. Ele realmente interpreta, e depois de um tempo, a gente consegue até reconhecer quem está falando apenas pela voz, sem ter que esperar pela descrição do autor, ou alguma dica do texto. Pessoalmente, eu gostei muito disso, pois dá um pouco de vida à leitura, e ajuda quando o livro não é a coisa mais interessante do mundo (como é o quarto livro do GoT hehehe).

O lado ruim é que pelo Audible, a seleção e livros em português é muito reduzida. Caso esteja procurando uma maneira de afiar as habilidades de escuta em inglês, eu recomendo tentar um audiobook. Você pode tentar ouvir umas 2 vezes, e depois acompanhar no livro. Eu acho que é uma excelente maneira de praticar, pois dá para voltar, avançar, conforme a vontade do leitor.

Ah, e uma dica: se você tiver a edição Kindle do livro, você ganha um super desconto na compra do audiobook, então você talvez não precise gastar o crédito do mês. Dica dois: dependendo do player que você escolhe (e dá para ouvir de DIVERSAS maneiras – celular, mp3, computador, tablet…), você consegue acelerar a velocidade do playback para terminar a leitura mais rápido.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Felicidades aleatórias

Gostou do post, então comenta!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s