A Escolha (Kiera Cass)

Atenção, esta resenha trata dos acontecimentos ocorridos no terceiro e último livro da trilogia A Seleção e pode haver spoilers sobre fatos dos livros anteriores. Para saber o que eu achei dos outros livros, confira os links no final desta resenha.

a escolha

“Estava com raiva de Maxon, com raiva de seu pai, com raiva da Seleção e de tudo que vinha junto. Uma imensa frustração apertava meu peito, nada mais parecia fazer sentido e eu queria muito falar com as garotas sobre o que estava acontecendo.” Página 230.

A Escolha, volume final da trilogia iniciada com A Seleção, já chega com uma sinopse que só serve para confirmar que mesmo com todo o mimimi insuportável da América, a escolha já estava feita há muito tempo. A verdade é que a trilogia perdeu boa parte de seu encanto a partir do segundo livro. Fiquei esperando um aprofundamento nas questões políticas e sociais de Illéa que não veio e tive que aturar uma América indecisa ao extremo e um Maxon com atitudes desconcertantes e que não condiziam com o personagem que nos foi previamente apresentado. Então, comecei a leitura deste último volume sem esperar muita coisa, o que fez os acertos da Kiera renderem boas surpresas.

Mas, sinto informar, que boa parte do mimimi do segundo livro continua. Desta vez, muito mais por parte de Maxon. Só que desta vez, Kiera o dilui ao investir um pouco mais na política e nos ataques rebeldes em Illéa. Ao abordar os temas que antes não passavam de meras sugestões. A história deixa de ser só sobre vestidos, coroas, encontros fortuitos e dúvidas amorosas. E passa a incluir conspirações, história e revoluções. Sem dúvidas, é muito mais interessante ler as partes de América enfrentando o sistema, e principalmente o rei, do que acompanhar o eterno lenga-lenga da Seleção e de seu relacionamento com Maxon.

É evidente o quanto a trama criada por Kiera deu uma boa melhorada em A Escolha. O que só comprova o quão descartável A Elite é em meio aos outros dois livros. Aqui Kiera cumpre as promessas feitas em a A Seleção e até que o faz bem. Tirando algumas derrapadas e o dramalhão exagerado (com algumas perdas desnecessárias), ela encerra sua trilogia de forma satisfatória. Para quem não esperava muita coisa desse último livro, até que ele foi uma grata surpresa.

Só que aí, você termina o livro, pensa que ele é o último (afinal, ele foi vendido assim) e aí descobre que a autora com dificuldades em desapegar escreveu novos contos e decidiu publicar um novo livro (considerado o quarto livro as agora série A Seleção, mas que na verdade inicia uma nova história vinte anos no futuro). Ainda não consegui me decidir se vale a pena o risco da leitura.

 

Conheça a “trilogia” A Seleção:

Compre aqui:

Cultura Submarino Saraiva Travessa Fnac Fnac Fnac
Anúncios

1 comentário

Arquivado em Resenhas da Núbia

Uma resposta para “A Escolha (Kiera Cass)

Gostou do post, então comenta!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s