Um Autor de Quinta #100

Coluna inspirada no Uma Estante de Quinta  da Mi Muller do Bibliophile.

 

John Corey Whaley

 upcoming_6

“Formerly cynical with a renewed sense of wonderment.” (John Corey Whaley)

 

John Corey Whaley nasceu em 09 de janeiro de 1984 em Springhill, Louisiana, EUA. John é bacharel em Inglês e tem mestrado em Ensino de Inglês para o nível secundário pela Louisiana Tech University. Antes de se tornar autor em tempo integral, ele foi professor de inglês por cinco anos. Em 2011, ele publicou seu primeiro romance YA Where Things Come Back (Quando tudo volta), pelo qual ganhou os prêmios Printz Award e o YALSA da Associação Americana de Bibliotecas em 2012. Atualmente ele mora em Los Angeles.

 

Livros

Até o momento Whaley já publicou dois livros, sendo que o primeiro (Quando Tudo Volta) já foi publicada aqui no Brasil pela editora Novo Conceito.

 

Quando Tudo Volta (2014) – Where Things Come Back (2011)

[Goodreads][Skoob][Resenha]

quando tudo volta 1

Sinopse: Uma morte por overdose. Um fanático estudioso da Bíblia. Um pássaro lendário. Pesadelos com zumbis. Coisas tão diferentes podem habitar a vida de uma única pessoa? Cullen Witter leva uma vida sem graça. Trabalha em uma lanchonete, tenta compreender as garotas e não é lá muito sociável. Seu irmão, Gabriel, de 15 anos, costuma ser o centro das atenções por onde passa. Mas Cullen não tem ciúmes dele. Na verdade, ele é o seu maior admirador. O desaparecimento (ou fuga?) de Gabriel fica em segundo plano diante da nova mania da cidade: o pica-pau Lázaro, que todos pensavam estar extinto e que resolveu, aparentemente, ressuscitar por aquelas bandas. Em meio a uma cidade eufórica por causa de um pássaro que talvez nem exista de verdade, Cullen sofre com a falta do irmão e deseja, mais que tudo, que os seus sonhos se tornem realidade. E bem rápido.

 

Noggin (2014)

[Goodreads]

noggin-9781442458727_lg

Sinopse: Noggin traz a história de Travis Coates, um garoto de 16 anos que teve sua cabeça criogenicamente congelada por cinco anos. Bizarro? Calma, a bizarrice maior é que sua cabeça foi recolocada no corpo de outro cara. Travis continua com 16 anos, mas tudo e todos ao seu redor mudaram. Isso inclui seu quarto, seus pais, seu melhor amigo e sua namorada, ou talvez ela não seja mais sua namorada? Adaptar-se entre o velho e o novo Travis não será uma tarefa fácil.

 

Curiosidades (F.A.Q.s, listas e afins…)

Aqui há uma lista, publicada no The Guardian, de 10 livros recomendados pelo autor.

No site da Simon & Schuster e no site do autor, encontrei alguns fatos interessantes sobre ele, e transcrevo abaixo, algumas das informações mais legais. Para ler a lista completa acesse aqui  e aqui.

P: Quais são seus livros favoritos?

R: Eu tenho três. Matadouro Cinco (Slaughterhouse-Five) do Kurt Vonnegut, O Apanhador no Campo de Centeio (The Catcher in the Rye) do JD Salinger e O Sol é Para Todos (To Kill a Mockingbird) da Harper Lee.

P: Quais são seus autores favoritos?

R: Kurt Vonnegut, Haper Lee, JD Salinger, Alexie Dave Eggers, David Levithan, Jonathan Safran Foer e Flannery O’Connor.

P: Com quem na história você mais se identifica?

R: Edgar Allan Poe, mas apenas porque ambos somos autores e fazemos aniversário no mesmo dia.

P: Qual pessoa viva você mais admira?

R: Harper Lee, por ter escrito um livro que nunca deixará de ser de grande importância.

P: Qual o seu herói fictício favorito?

R: Atticus Finch.

P: Qual o seu vilão fictício favorito?

R: Misfit, personagem de A Good Man Is Hard to Find de Flannery O’Connor.

P: Quais são seus maiores medos?

R: Tornados. E tubarões. E também ser enterrado vivo.

P: Quais são suas cinco músicas favoritas?

R: Casimir Pulaski Day (Sufjan Stevens), Hey Jude (The Beatles), Staring at the Sun (TV on the Radio), Nocturne in C-Sharp Minor (Chopin) e Cliquot (Beirut).

 

Links interessantes

Site Oficial

Twitter 

Tumblr 

Facebook 

 

Compre aqui:

Cultura Submarino Saraiva Travessa Fnac Fnac Fnac
Anúncios

3 Comentários

Arquivado em Um Autor de Quinta

3 Respostas para “Um Autor de Quinta #100

  1. Nossa, ele parece demais o Sean Astin (o Sam de SdA) uhaeuaheuahe

    Curtir

    • Nubia Esther

      Eu não tinha percebido a semelhança, aí tu comentou e eu fiquei com a suspeita de: “será que eu coloquei a foto certa?”. Fui olhar as outras fotos dele que tinha separado para o post e realmente, ele parece muito o Sean, hahaha.

      Curtir

Gostou do post, então comenta!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s