Encontrando-me (Cora Carmack)

Encontrando-Me

“Aventuras não acontecem se você estiver preocupado com o futuro ou apegado ao passado. Elas só existem no presente. E elas sempre, sempre surgem na hora mais inesperada e da forma mais improvável. Uma aventura é uma janela aberta, e um aventureiro é a pessoa disposta a rastejar pelo peitoril e saltar. ” (Página 3)

Encontrando-me encerra a série Losing It e depois de termos lido sobre Bliss e seu relacionamento com Garrick e o de Cade com Max, agora os holofotes são direcionados à Kelsey Summers a melhor amiga de Bliss. Antes de falar mais sobre a história, é importante frisar que apesar dos três livros constituírem uma série, eles podem ser encarados como obras únicas e podem ser lidos em qualquer ordem, isso porque os eventuais spoilers já são bem esperados e não são tão surpreendentes assim. Dos três aliás, Fingindo é o que mais se distancia de todos, há uma breve participação dos protagonistas do primeiro livro logo no início e só, em Encontrando-me as “participações” de Bliss são mais frequentes.

Em Encontrando-me, Kelsey está fazendo uma viagem como mochileira pela Europa Oriental depois de ter terminado a faculdade. Para os pais ela disse que estava indo para a Europa conhecer o mundo e amadurecer como pessoa, aos professores disse que estava indo reunir vivências para se tornar uma atriz melhor, aos amigos que estava indo festejar. Mas, na verdade Kelsey estava fugindo de sua vida em uma família desregulada que nunca lhe deu atenção e que no caso do pai acha que o dinheiro tudo pode comprar e tudo releva. Além disso, ela também guarda memórias de coletar momentos (bons e ruins) que a ajudem a aguentar sua vida quando chegar a hora de voltar para casa. E é com esse propósito em mente, e com o cartão de crédito sem limites do pai, que ela está vivendo de festas, sexo e bebidas (muitas bebidas), mas esta vida louca já não está sendo o suficiente… e talvez, um estranho que ela encontra em um bar e que parece determinado a resgatá-la das situações ruins, possa ajudá-la.

Hunt é um ex-militar que parece sempre aparecer na hora exata para salvar Kelsey de situações embaraçosas, e que apesar de sentir atraído por ela reprime seus sentimentos. Hunt a convida a viver uma aventura com ele, uma viagem para Kelsey se encontrar. E, enquanto acompanhamos a viagem dos dois, vamos descobrindo um pouco mais sobre o passado traumático de Kelsey e descobrimos que Hunt também tem seus segredos. E, por falar em segredos, o que mais me incomodou em relação ao personagem, foi que para quem está determinado a fazer a garota se abrir, ele sabe ser bem obtuso em relação às perguntas dela e se fecha como uma concha. Seguir por este caminho, definitivamente foi o que contribuiu para a problematização sobre o passado de Kelsey demorasse tanto a acontecer (mas, menos mal que pelo menos foi trabalhado) e o de Hunt fosse meramente citado. Aliás, ao se chegar a conclusão da trama entende-se o porquê de tanto mistério e a descoberta não é nem um pouco legal. A história até que vinha se desenvolvendo a contento, mas Carmack resolveu reservar para a parte final o clichê máximo e jogou por terra tudo o que ela construiu antes. Escolheu o caminho mais fácil e largamente já utilizado em outras histórias românticas. Ainda bem, que pelo menos o desenvolvimento da Kelsey foi bem conduzido e garantiu um bom final. Dos três, ainda fico com Fingindo como preferido, foi nesse que Carmack conseguiu dosar o drama e o romance com mais propriedade. Para quem gosta de romances água com açúcar com uma pegada mais quente, Encontrando-me é uma história legal para passar o tempo, nada mais do que isso.

PS: Uma coisa que muito me incomodou durante a leitura, foi o quão grosseira (no linguajar utilizado) a autora conseguiu ser em alguns momentos. Até entendo que isso fez parte da construção do personagem, que é como Kelsey exprime sua revolta e desencanto com a vida, mas um pouco mais de sutileza não faria mal a ninguém.

Conheça a série Losing It:

Compre aqui:

Cultura Submarino Saraiva Fnac Fnac Fnac
Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Editora Novo Conceito, Editoras Parceiras, Resenhas da Núbia

Gostou do post, então comenta!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s