Garota Exemplar (Gillian Flynn)

gone-girl

Quando adaptam um livro para as telas e você demora muito para lê-lo, por mais que você tente evitar os spoilers, é inevitável, você sempre acaba descobrindo algum ponto crucial da trama. Foi assim com Garota Exemplar, o filme gerou todo um burburinho (potencializado pelo fato do papel do protagonista caber ao Ben Affleck, que também protagonizou uma cena que gerou um certo auê na interwebs) e não teve jeito, acabei descobrindo o principal plot twist da trama. Acho que foi isso que acabou fazendo eu protelar ainda mais a leitura do livro. Será que a trama de Flynn não perderia todo o seu encanto agora que eu já descobrira o futuro dos personagens? Foi assim, sem esperar muito da trama que iniciei a leitura e Flynn conseguiu me surpreender. Mesmo sabendo a reviravolta que a trama sofreria, a forma como Flynnn conta sua história foi surpreendente. E isso porque a beleza da sua trama não reside no fato de Amy Dunne estar viva ou não, ou Nick Dunne (seu marido) ser inocente ou não. O brilho da sua trama está nos próprios personagens e em como eles se relacionam ao longo da trama. Flynn trabalhou bem as nuances de seus personagens. Não há apenas mocinhos e apenas vilões, eles transitam nessa zona cinza que ora te faz acatar como mais verossímil um, ora outro e que joga muito bem com seus sentimentos. Cumplicidade, cinismo, um fascínio mórbido e incredulidade são alguns dos sentimentos bastante frequentes durante a leitura. Flynn soube manipulá-los e utilizá-los para nos prender à trama até a sua conclusão.

“Quando somos traídos, sabemos quais palavras dizer; quando um ente querido morre, sabemos quais palavras dizer. Quando queremos bancar o fodão, o espertinho ou o idiota, sabemos quais palavras dizer. Todos trabalhamos a partir do mesmo roteiro gasto.

É uma época muito difícil para ser uma pessoa, apenas uma pessoa real, de verdade, em vez de uma coleção de traços de personalidade escolhidos de uma interminável máquina automática de personagem. ” (Página 86)

Amy Dunne desapareceu no dia do quinto aniversário do seu casamento. Seu marido, Nick, encontra a casa revirada e suspeitando de um sequestro chama a polícia. Mas, logo as suspeitas recaem sobre ele. Nessa primeira parte da trama, Flynn nos convida a começar a conhecer seus personagens e decifrá-los. A narrativa, em primeira pessoa, alterna-se entre Nick que a cada dia que passa esconde mais segredos e parece mais culpado, e Amy, por meio do seu diário, que narra uma história completamente diferente. Cabe ao leitor o trabalho de ler as entrelinhas, de capturar o que não está sendo dito, de esmiuçar os mal-entendidos e as suposições e decifrar as reais intenções dos personagens. E a tarefa pode não ser fácil, mas é instigante.

A segunda parte da trama vem para jogar todas as cartas na mesa, era dessa parte o spoiler que tinha recebido, mas como disse, ele é apenas o pontapé inicial dessa parte da trama. O que levou ao seu acontecimento é muito mais interessante e os desdobramentos dessa ação continuam a nos surpreender. Finalmente, com a terceira e última parte, Flynn faz questão de nos deixar incrédulos com quão impossível quanto real são os caminhos tomados por seus personagens. Mais do que um drama familiar e romance investigativo, Garota Exemplar é um thriller psicológico sobre como os relacionamentos podem ser destrutivos.

PS1: Se você ainda não viu o filme, não perca a chance de se surpreender com essa trama envolvente.

PS2: Se você já assistiu ao filme, não sei se houveram mudanças substanciais, mas sempre vale a pena dar uma conferida no material original.

PS3: Mais um filme adaptado que posso conferir!

Compre aqui:

Cultura Saraiva Travessa Fnac Fnac
Anúncios

1 comentário

Arquivado em Lendo aleatoriamente, Resenhas da Núbia

Uma resposta para “Garota Exemplar (Gillian Flynn)

  1. Pingback: 5ª Turnê Intrínseca ‖ Goiânia: #ParceirosDaTurnêIntrínseca | Blablabla Aleatório

Gostou do post, então comenta!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s