Cidade dos Etéreos (Ransom Riggs)

cidade-dos-etereos

No segundo volume da série O Lar da Srta. Peregrine reencontramos as crianças exatamente onde Riggs as deixou: tendo de abandonar a fenda temporal de Cairnholm e a casa que durante muito tempo chamaram de lar. Jacob escolhera ficar e ajudá-los a curar a Srta. Peregrine presa indefinidamente na forma de ave.

“Éramos dez crianças e uma ave em três pequenos barcos instáveis, remando em silêncio, com vontade, para alto-mar, deixando para trás rapidamente a única baía segura em quilômetros, que se exibia rochosa e mágica à luz azul-dourada do amanhecer.

(…)

… o mundo que eu escolhera, tudo o que eu tinha nele, nossas preciosas vidas peculiares, tudo contido em três lascas de madeira à deriva sobre o olho vasto e sempre aberto do mar. ” (Página 17)

 

A linguagem gráfica, tão característica da série, continua efetiva e Riggs insere também elementos da cultura peculiar por meio do livro fábulas “Contos Peculiares” (já publicado pela Intrínseca) que também têm sua importância para o desenvolvimento da história.

E, se no primeiro livro a descoberta coube inteiramente à Jacob, neste volume a aventura é de todas as crianças. Partir de Cairnholm e ir em busca de outra ymbryne que possa ajudar a Srta. Peregrine, as lança em uma jornada pelas fendas temporais, desbravando novos tempos (na verdade, velhos tempos), esbarrando com outros peculiares, descobrindo novos poderes e enfrentando situações de vida e morte.

Mesmo com a adição de tantos outros personagens, a narrativa de Riggs continua ágil e a leitura é divertida e rápida. Sim, há alguns furos na trama, como objetos que magicamente reaparecem de posse de seus donos mesmo após serem perdidos durante perseguições inesperadas. Mas, não é nada que atrapalhe o desenrolar da história, nem são faltas tão graves assim. No geral, Cidade do Etéreos cumpre bem o seu papel de nos apresentar melhor o mundo dos peculiares e atiçar os ânimos e a curiosidade para a conclusão da trama. Os etéreos conseguirão prosseguir com mais de um de seus experimentos de resultados catastróficos? Jacob abdicará para sempre de sua vida anterior? Qual o real poder do garoto? Conseguirão os garotos manter algumas fendas temporais intactas? São inúmeras as perguntas que Riggs nos deixa e espero que ele as responda a contento em Biblioteca de Almas.

Para encerrar, vale ressaltar o ótimo trabalho feito pela Intrínseca com os livros da série. Uma boa tradução, aliada a uma ótima diagramação e uma edição em capa dura para deixar qualquer estante mais bonita. Ah, e o primeiro livro da série acaba de ganhar uma nova edição com as mesmas características dos outros dois livros. O bibliófilo com TOC agora poderá ter todos os livros em capa dura na estante!

 

Leia uma amostra aqui.

 

Conheça a Série O Lar da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares:

Compre aqui:

Cultura Amazon Submarino Saraiva Travessa Fnac Fnac
Anúncios

1 comentário

Arquivado em Editora Intrínseca, Editoras Parceiras, Resenhas da Núbia

Uma resposta para “Cidade dos Etéreos (Ransom Riggs)

  1. Pingback: Biblioteca de Almas (Ransom Riggs) | Blablabla Aleatório

Gostou do post, então comenta!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s