Leia Mulheres: Fantasia

Olha mais uma coluna precisando ser resgatada das camadas de pó…

Vamos ver se agora eu consigo mantê-la atualizada. Desta vez vamos falar sobre mulheres e fantasia. Quando falamos em livros de fantasia é comum nos atermos aos nomes de autores masculinos, ou porque eles têm maior visibilidade e um histórico mais antigo de publicação ou porque, infelizmente, algumas pessoas associam fantasia de qualidade à autores masculinos como se as mulheres não pudessem produzir excelentes obras também (xô preconceito!). A lista de autoras que se enveredam pelo mundo das palavras e criam mundos e personagens fantásticos não é pequena, mas hoje trago apenas uma pequena contribuição. Cinco autoras que merecem ser conhecidas porque gosta do gênero. Já aviso de antemão que a ausência da Ursula K Le Guin é proposital (afinal, se Tolkien é considerado o pai da fantasia, Le Guin bem pode ser a matriarca), mas é que eu guardei ela para a lista de sci-fi!

Liliana Bodoc

Foto: Fundación La Fuente

A argentina Liliana Bodoc teve apenas o primeiro livro da sua Saga dos Confins publicado aqui no Brasil (pela Editora Planeta). Os dias do cervo (Los días del Venado) é também seu primeiro romance e foi publicado em 2000. É o primeiro volume de uma trilogia fantástica inspirada nas lendas indígenas, nos mitos e na cultura latino-americanas. O livro foi premiado como melhor obra literária juvenil pela Fundación El Libr em 2001 e obteve menção especial no The White Ravens em 2002. Infelizmente, parece que a obra não fez tanto sucesso no Brasil e a publicação da trilogia foi descontinuada. É uma autora que ainda gostaria de ver sendo publicada por aqui, para quem lê em espanhol o jeito é recorrer às edições importadas.

A Revista Quincenal Sobre Literatura Infantil y Juvenil Imaginaria publicou uma ótima entrevista com a Liliana, vale a pena dar uma conferida (em espanhol).

Vejam também a entrevista feita pela Fundación La Fuente.

Licia Troisi

Foto: Niccolò Caranti

Li meu primeiro livro da italiana Licia Troisi em 2009. Comecei por sua primeira obra A Garota da Terra do Vento, primeiro volume da série Crônicas do Mundo Emerso. Com dragões, elfos, semi-elfos, gnomos, cidades submersas, magos e personagens femininas fortes Troisi me cativou. Terminei a primeira trilogia, comecei a segunda, mas acabei parando, é que desde então a produção literária da Licia triplicou e manter a coleção atualizada ficou difícil. Mas, ainda tenho planos de conferir suas séries Lendas do Mundo Emerso e A Garota Dragão.

Além de escritora de fantasia, Licia também é astrofísica (ela concilia a escrita com o trabalha na Agência Espacial Italiana), algo que segundo ela a inspira muito na hora de criar seus personagens. Mas, para não ficar só na inspiração e ajudar um pouco na divulgação dessa área da ciência, Troisi em 2015 publicou um livro de divulgação científica “Dove va a finire il cielo”.

A.G. Howard

Foto: Pam Lary

A americana A.G. Howard publicou seu primeiro livro em 2013. Ela que até então trabalhava em uma biblioteca escolar, decidiu fazer um tributo a um de seus autores favoritos: Lewis Carroll, com uma de suas obras mais icônicas. E a história criada por Howard é cativante. Vale muito a pena conhecer a série Splintered e a história de Alyssa, a tataraneta da Alice.

Cornelia Funke

Foto: Companhia das Letras (divulgação)

Li apenas o primeiro livro da trilogia O Mundo de Tinta da escritora alemã Cornelia Funke, mas fiquei cativada pela sua narrativa. A autora (que também é ilustradora) tem uma ampla produção e é conhecida por suas obras de fantasia dedicadas aos públicos infantil e juvenil, mas que angaria fãs até mesmo entre os adultos. Aqui tem uma lista de todos os livros dela já publicados no Brasil (Companhia das Letras).

Clarisse Alvarenga

Foto: União dos Autores

Conheci a Clarisse no extinto fórum de literatura Meia Palavra. Em 2013, de forma independente, ela publicou seu primeiro livro, Kallisti (tem resenha aqui no blog), que foi escrito durante uma edição do NaNoWrimo. Ainda que a história seja a maior fonte de inspiração de suas histórias, há elementos fantásticos em sua narrativa e é por isso que ela entra na lista. Depois de Kallisti, ela já publicou mais dois livros: Construindo Victoria (publicado via Catarse e que apesar de já tê-lo na estante ainda li, shame on me) e o recém saído do forno Palavras no Tempo. Vocês podem saber mais sobre a Clarisse no blog que ela mantém.

 

 

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Leia Mulheres, Lendo aleatoriamente

Uma resposta para “Leia Mulheres: Fantasia

  1. Pingback: Resumo do Mês | Blablabla Aleatório

Gostou do post, então comenta!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s