A Profecia das Sombras (Rick Riordan)

Atenção, esta resenha trata sobre os acontecimentos do segundo livro da série As Provações de Apolo (The Trials of Apollo). Por isso, pode conter spoilers, revelando parte do conteúdo do livro anterior. Para saber o que eu achei do primeiro livro, confira os links no final desta resenha.

 

O segundo livro da série As Provações de Apolo já começa em ritmo frenético. No final do livro anterior, após Lester/Apolo e os outros semideuses salvarem o oráculo do Bosque de Dodona, uma profecia carimba de vez o passaporte de Apolo para o mundo das missões perigosas e nenhum reconhecimento (para seu eterno desgosto) dos semideuses. Aqui, já o reencontramos em viagem na companhia de Leo Valdez, Calipso e é claro, no dragão mecânico de Leo, Festus. Na busca pelo oráculo da vez, os garotos vão parar em Indiana e ali Lester descobre que o próximo integrante do Triunvirato é alguém que já teve muita importância para ele no passado e que ele não será o único “fantasma” que terá de enfrentar.

Com Lester atingindo plenamente o status quo de semideus, ao menos no que diz respeito a colocar a vida em risco para fazer um favorzinho a um deus, o deus do sol começa a perceber muitas das injustiças cometidas pelos deuses.

“Alguns metros à frente, um semideus desconhecido estava imóvel no chão. (…). Eu não sabia de que lado ele estava, mas isso não importava. Fosse como fosse, sua morte era uma perda terrível e desnecessária. Eu estava começando a achar que talvez as vidas dos semideuses não eram tão descartáveis quanto nós, deuses, gostávamos de acreditar. ” (Página 293)

Talvez esteja aqui a melhor parte de A Profecia das Sombras. No primeiro volume, apesar de estar indo de mal a pior Lester ainda tinha muito de Apolo. A mania de grandeza, a empáfia, o comodismo nato de quem sempre pode mandar alguém realizar suas tarefas indesejáveis ainda estava ali. Mas, depois de perceber que mais do que súditos ou filhos para serem enviados ao abate, os semideuses poderiam se tornar seus amigos. Depois dele mesmo ter de fazer um favorzinho a uma deusa para ter a ajuda necessária em sua principal tarefa. Apolo está cada vez mais Lester. É claro que às vezes ainda ocorrem laivos da mania de grandiosidade do antigo deus, mas em outras tantas, ele percebe cada vez mais o valor da humanidade. Não há mais espaço para quem antes achava os humanos meros sacos de carne ambulantes. Com esse crescimento tão palpável, no qual muitas vezes ele se coloca na linha de perigo voluntariamente para ajudar um amigo, Lester se torna um personagem cativante.

Além disso, este novo volume nos apresenta uma nova moradia de semideuses. A Estação Intermediária e seus moradores foram um adendo bastante interessante. Há todo um discurso de aceitar as diferenças e ser um porto seguro para os rejeitados pela sociedade, que funcionou muito bem. Aqui, Riordan também flerta com a mitologia africana, e ele é tão bom em semear possibilidades que já te deixa no anseio por aventuras com novos deuses e semideuses. Para os que já estão acompanhando as aventuras pelo mundo grego desde o início (não custa nada lembrar que a trama principal da saga é decorrente dos eventos derradeiros da série Os Heróis do Olimpo), este volume também fornece bastante detalhes sobre Leo Valdez e a ex-prisioneira de Ogígia, Calipso. Eu sempre gostei do humor fora de horário do Leo e sua história com Calipso merecia um desenrolar, que acontece apropriadamente aqui.

Olha a Estação Intermediária aí. Foto: Civic Arts Project

Agora, com o Triunvirato apertando o cerco e as ameaças formando diferentes frentes, novos semideuses (na verdade velhos conhecidos nossos) devem dar as caras, e, para a próxima etapa dessa jornada um antigo personagem (muito querido, eu acho) foi requisitado. E essa mistura de Lester, Meg e o tal guia famoso, deverá render situações bastante hilárias. Mal posso esperar pelo terceiro livro, que felizmente não será o último (a previsão é de que serão cinco), tenho a impressão de que Lester ainda irá nos surpreender muito com suas futuras ações e escolhas.

Leia uma amostra aqui:

 

Conheça a série As Provações de Apolo (The Trials of Apollo)

Compre aqui:

Cultura Amazon Saraiva Travessa Fnac Fnac
Anúncios

1 comentário

Arquivado em Editora Intrínseca, Editoras Parceiras, Resenhas da Núbia

Uma resposta para “A Profecia das Sombras (Rick Riordan)

  1. Pingback: Resumo do Mês | Blablabla Aleatório

Gostou do post, então comenta!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s