Sussurros do País das Maravilhas (A. G. Howard)

Atenção, esta resenha trata dos acontecimentos ocorridos no livro extra da trilogia Splintered, por isso, pode conter spoilers, revelando partes dos conteúdos dos livros anteriores. Para saber o que eu achei dos demais livros, confira os links no final desta resenha.

 

Não há dúvidas de que a trilogia repleta de seres insanos, dramas familiares e romance criada por Howard angariou muitos fãs. E, como boa fã daqueles que a inspiraram nessa jornada (Lewis Carroll e Tim Burton) e motivada por seu apego aos personagens que criou Howard não conseguiu dar um adeus definitivo ao País das Maravilhas em Qualquer Outro Lugar. Ainda havia histórias sussurrando em seu ouvido para serem libertadas. Revisitando detalhes do início, do meio e do fim dessa história, Howard nos fornece mais informações sobre alguns personagens importantes da trama e traz um conto que merecia ter entrado como epílogo no último volume da trilogia.

São três contos:

O Menino da Teia traz a história de Alison e Thomas, os pais de Alyssa. O conto começa no futuro, pós-acontecimentos de Qualquer Outro Lugar e aqui, temos a chance de saber o que Alison vivenciou ao assistir a filha ser enredada nos planos de Morfeu e como tudo poderia ter sido diferente se outras escolhas tivessem sido feitas. E, então voltamos no 26 anos no tempo para reencontrar a Alison ainda criança, quando os insetos começaram a sussurrar para ele, Morfeu se revelou e ela foi parar no País das Maravilhas onde encontrou Thomas e o salvou das garras da Irmã Dois. As escolhas feitas nessa época por Alison determinaram o futuro de Alyssa, pelo qual ela ainda não havia se perdoado. O Menino na Teia é justamente isso, um conto de reconciliação de Alison com seu passado e suas escolhas e alguns detalhes de seu relacionamento com Thomas.

A Mariposa no Espelho é um conto bastante conhecido pelos leitores brasileiros da trilogia já que a Novo Conceito o publicou em formato de e-book pouco antes do lançamento do segundo livro. Confira a resenha do conto aqui. Ele narra a passagem de Morfeu pelo trem das memórias perdidas em busca das memórias perdidas de Jeb. Sua jornada para tentar entender porque Alyssa preferiu Jeb a ele e quem sabe, conquistar o coração da garota de vez. Foi uma experiência que sem dúvidas o modificou, e, ter lido o conto antes do segundo livro foi essencial para que a leitura de Atrás do Espelho tenha sido muito melhor aproveitada.

Seis Coisas Impossíveis é o epílogo que faltou em Qualquer Outro Lugar. Está intimamente relacionado à escolha de Alyssa depois que o País das Maravilhas foi salvo, e traz muito do que ela viveu desde então. É um conto para matar saudade de personagens queridos, suspirar e se emocionar com as chegadas, despedidas e reencontros que os meandros escolhidos por Howard proporcionaram. É com este conto que ela comprova que a sua escolha de final não poderia ter sido diferente.

Sussurros do País das Maravilhas é um livro dedicado aos fãs da série e tenho certeza de que eles gostarão muito (me incluo aqui) desse último presente deixado por Howard.

 

Leia uma amostra aqui:

Conheça a série Splintered:

Compre aqui:

Cultura Amazon Submarino Saraiva Travessa Fnac Fnac
Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Editora Novo Conceito, Editoras Parceiras, Resenhas da Núbia

Gostou do post, então comenta!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s