Mulheres na Ciência – Artes Minimalistas

A artista interdisciplinar Shumaila, o nome por trás da Hydrogene Portfolio, é conhecida por criar obras de arte baseadas em educação STEM (acrônimo em inglês usado para designar as quatro áreas do conhecimento: Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática), pôsteres minimalistas e projetos visuais.

Há uns dois anos ela postou em seu Tumblr uma série de pôsteres minimalistas homenageando algumas mulheres que contribuíram para o desenvolvimento da ciência. O post completo pode ser visto aqui. Mesmo antiga, a homenagem continua válida e nada melhor do que nos lembrar dessas mulheres que abriram caminhos para que tantas outras mulheres pudesse trilhá-los.

Abaixo seguem algumas dessas ilustrações em maiores detalhes:

Foi uma cientista polonesa com naturalização francesa que conduziu pesquisas pioneiras no ramo da radioatividade. Foi a primeira mulher a ser laureada com um Prêmio Nobel e a primeira pessoa e única mulher a ganhar o prêmio duas vezes (Nobel de Física em 1903 e Nobel de Química em 1911).

Bióloga marinha, escritora, cientista e conservacionista norte-americana. Foi a primeira cientista a pesquisar a fundo os possíveis malefícios do uso de pesticidas sintéticos. Seu trabalho também levou à criação da Agência de Proteção Ambiental dos Estados Unidos

Biofísica britânica que ficou conhecida no meio científico por seu trabalho sobre a difração dos raios-x, além de ter descoberto a estrutura helicoidal do DNA.

Primatóloga, etóloga e antropóloga britânica. Estudou a vida social e familiar dos chimpanzés em Gombe, Tanzânia, ao longo de 40 anos.

Astrônoma e astrofísica britânico-americana. Foi a primeira pessoa a mostrar que o Sol é composto primariamente de hidrogênio, em 1925.

A russa foi a primeira cosmonauta e a primeira mulher a ter ido ao espaço, em 16 de junho de 1963, na nave Vostok VI.

Citogeneticista estadunidense, doutora em botânica e vencedora do prêmio Nobel de Fisiologia ou Medicina de 1983 pela descoberta dos elementos genéticos móveis, que causam o fenômeno conhecido como transposição genética.

Física austríaca que estudou radioatividade e física nuclear e descobriu a fissão nuclear.

Astrofísica britânica que descobriu os primeiros pulsares.

Foi uma química estadunidense que desenvolveu um óleo injetável que foi o método mais eficiente para o tratamento da hanseníase até os anos 1940.

Qual a importância desse tipo de ação?

Dê uma conferida neste vídeo aqui.

 

 

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Simplesmente aleatório

Uma resposta para “Mulheres na Ciência – Artes Minimalistas

  1. Pingback: Resumo do Mês | Blablabla Aleatório

Gostou do post, então comenta!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s