TAG 100% ou Retrospectiva Literária

Dando prosseguimento ao que comecei a fazer no ano passado, vamos deixar registrado minha Retrospectiva Literária em formato de TAG (a TAG 100%, confira as respostas do ano passado aqui), aproveitando para fazer algumas comparações entre as minhas leituras de 2017 e 2018.

Ela foi inspirada na TAG 50% que foi criada pela Chami do canal Read Like Wild Fire (IsthatChami) e traduzida pelo Victor Almeida do canal Geek Freak, mas conta com alguns adicionais. Vamos descobrir como foi o meu ano literário?

1 – ALGUNS NÚMEROS:

Livros Lidos: 40 (é, infelizmente li menos do que em 2017, vamos tentar aumentar esse número em 2019).

Livros novos na estante: 101 (consegui diminuir, mas não tanto).

Livros passados adiante: 46 (passei menos livros adiante, ainda assim consegui deixar muitos circularem e o plano é seguir assim, sempre procurando abrir espaço na estante enquanto seleciono aqueles que irei querer manter comigo por muito tempo).

Gêneros literários lidos: aventura, biografia,  contos,  divulgação científica, fantasia, ficção científica, não-ficção, poesia, realismo fantástico, romance histórico, romance contemporâneo, romance policial e romance YA. Apesar de ter lido poucos livros em comparação aos anos anteriores, consegui manter a diversidade.

Países lidos: assim como em 2017, li livros de 13 países diferentes em 2018, apesar de não ter aumentado esse número como eu queria, consegui ler novos países para o Projeto de Leitura Volta ao Mundo em 198 Livros. Os que li foram: Austrália, Bielorrússia, Brasil, Canadá, Colômbia, Estados Unidos, Japão, Nova Zelândia, Reino Unido, Romênia, Sudão, Suíça e Zimbábue.

Autores lidos: consegui deixar minhas leituras bem mais igualitárias entre livros escritos por homens e mulheres. Em 2018 foram 18 livros escritos por homens e 22 por mulheres.

Autores NOVOS lidos: este ano foram 30 autores novos, 13 homens e 17 mulheres.

Releituras? Sim. Para fechar o ano de 2018 li Harry Potter e a Câmara Secreta na edição ilustrada pelo Jim Kay.

2 – Livro mais curto que leu?

O homem é um grande faisão no mundo (Herta Müller) com 136 páginas.

3 – Livros mais longo que leu?

O canto do dodô (David Quammen) com 760 páginas.

4 – Finalizou alguma série?

Aindo sou eu (Jojo Moyes), será que este será o último?

5 – Começou alguma série?

Várias. Série Viajantes no Tempo da Madeleine L’Engle; Série Kay Scarpetta da Patricia Cornwell; Série Academia de Vampiros da Richelle Mead; Série Moribito da Naholo Uehashi (só o primeiro livro foi publicado no Brasil); Série Black Hammer (graphic novel) do Jeff Lemire, Dean Ormston e Dave Stewart; e, a tetralogia Aru Shah e o Fim dos Tempos da Roshani Chokshi.

6 – Livros que começou a ler no ano de 2018 e ainda não terminou?

Charles Darwin – Viajando da Janet Browne, um senhor calhamaço.

7 – O melhor livro do ano?

Assim como em 2017, vou escolher dois: A biografia do Leonardo da Vinci escrita pelo Walter Isaacson e O Amor nos Tempos do Cólera do Gabriel García Márquez.

8 – A melhor continuação?

Eu comecei a ler muitas séries este ano, mas não dei prosseguimento as já iniciadas, e como a continuação de As Provações de Apolo (O Labirinto de Fogo) me decepcionou um pouquinho, fico com Ainda Sou Eu da Jojo Moyes.

9 – Livro lançado no ano de 2018 que você ainda não leu, mas quer muito.

O Construtor de Pontes, novo romance do Markus Zusak que veio na caixa do Intrínsecos de dezembro. Vai entrar na meta de 2019.

10 – Livro que mais te decepcionou este ano?

No geral foi um ano repleto de boas leituras, mas ainda houveram escorregadas do Rick Riordan em O Labirinto de Fogo e a leitura de As Últimas Testemunhas da Svetlana Aleksiévitch foi um pouco sofrida.

11 – Novo autor favorito?

Walter Isaacson mostrou ser excelente em escrever biografias, a Daniela Arbex trata assuntos dolorosos da nossa história recente com muita sensibilidade. E claro, a Rachel de Queiroz e a Virginia Woolf não poderiam ficar de fora, quero muito ler toda a obra das duas.

12 – Personagem favorito do ano?

Mantenho a minha escolha do primeiro semestre, a Alice de O que Alice Esqueceu da Liane Moriarty.

13 – O personagem odiado do ano?

O príncipe Humperdinck e o conde Rugen de A Princesa Prometida (William Goldman) são personagens intragáveis.

14 – O livro mais bonito que você comprou ou ganhou no ano de 2018?

 

15 – Sua resenha/vídeo favorita:

Aqui também mantenho minhas escolhas do primeiro semestre.

Do seu blog/vlog: O amor nos tempos do cólera (Gabriel García Márquez)

De um outro blog/vlog: Enclausurado (Ian McEwan) publicada pela Angela do Ao Sol no Quintal.

Não vou taguear ninguém, mas quem quiser responder e trocar figurinhas sobre como foi o ano de 2018 em leituras sinta-se convidado. Que 2019 seja repleto de ótimas leituras!

 

*Free Online Logo Maker. https://www.designevo.com 

1 comentário

Arquivado em Lendo aleatoriamente, Resenhas da Núbia, TAGs

Uma resposta para “TAG 100% ou Retrospectiva Literária

  1. Pingback: Resumo do Mês | Blablabla Aleatório

Gostou do post, então comenta!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s