Hazel Wood – A Origem do Azar (Melissa Albert)

Alice Proserpine tem 17 anos e passou a maior parte da sua vida na estrada com a mãe, nunca parando muito tempo em um só lugar, principalmente por causa das ondas de azar que sempre pareceram procurá-las. Elas também sempre fugiram da notoriedade para lá de estranha da avó de Alice, uma famosa escritora de contos de fadas sombrios. Na verdade, escritora de um livro só, contendo horripilantes histórias de fadas que se passam em um lugar chamado Recôndito e que tem um fandom que pode ser tão assustador quantos seus personagens.

O nome da protagonista da história da Melissa Albert me confundiu e acabei começando a leitura de Hazel Wood imaginando se tratar de uma releitura da famosa história de Lewis Carroll, o que teria sido legal é bom frisar. Mas, mais do que o País das Maravilhas, Melissa em sua obra (que será uma trilogia) faz uma homenagem aos contos de fadas, dos Irmãos Grimm à Angela Carter.

Brincando com os limites entre a realidade e a ficção, ela traz a jornada que Alice teve que empreender após sua avó – que vivia reclusa na mansão Hazel Wood – morrer. Agora ela descobrirá que o que ela achava ser uma vida azarada, não se compara a sua atual má sorte. Sua mãe foi sequestrada e ela descobre que o mundo sombrio imaginado pela avó não é tão ficcional assim e que mais do que correr da sua história ela terá de vivê-la se quiser ter um futuro.

“Todo mundo deveria ser uma combinação de natureza e criação, seu verdadeiro eu moldado pelos anos de amigos, brigas, pais, sonhos, coisas que você fez quando era novo demais, coisas que você ouviu que não deveria ter ouvido, segredos que você guardou ou não conseguiu guardar, arrependimentos, vitórias e orgulhos silenciosos, tudo formando um detrito misturado que se torna o que costumamos chamar de “minha vida”. ” (Página 166)

Tudo o que Alice tem como pista são folhas contendo o conto “Alice-Três-Vezes” escrito por sua avó e a única coisa que ela sabe é que a mãe foi levada para o Recôndito. Ela precisará ir para Hazel Wood e contará com a ajuda de Ellery Finch, colega de escola de Alice, e um fã de carteirinha de Althea (sua vó) e do Recôndito. Por que a mãe cortou relações com sua avó? Por que ela nunca deixou que Alice tivesse contato com Althea, ou mesmo lesse o famoso livro desta? Mais do que nunca Alice descobrirá que as palavras têm poder e que as relações forjadas no amor podem ser capazes de mudar o destino. Leitura mais do que recomendada para o que gostam de contos de fadas, principalmente quando eles decidem visitar esse nosso mundinho.

 

Leia uma amostra aqui:

Compre aqui:

Amazon Fnac
Anúncios

1 comentário

Arquivado em Editoras Parceiras, Resenhas da Núbia, V&R Editoras

Uma resposta para “Hazel Wood – A Origem do Azar (Melissa Albert)

  1. Pingback: TAG 50% | Blablabla Aleatório

Gostou do post, então comenta!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s