Arquivo da tag: Como eu era antes de você

Ainda Sou Eu (Jojo Moyes)

Atenção, esta resenha trata dos acontecimentos ocorridos no terceiro livro da duologia trilogia Como eu era antes de você e pode haver spoilers sobre fatos dos primeiros livros. Para saber o que eu achei deles, confira os links no final desta resenha.

 

Em Depois de Você Lou Clark precisou aprender a juntar seus pedaços, descobrir suas potencialidades, restabelecer suas relações com sua família, e encontrar forças para superar as marcas indeléveis que a perda de Will causou em sua vida. O segundo volume foi sobretudo uma história sobre superação, um ponto de parada para que Lou se preparasse para a sua grande jornada de descoberta. Por isso, a existência de um terceiro volume acabou sendo menos surpreendente. Depois de vermos Lou se acertar com a família, estabelecer um relacionamento com Lily, se envolver com Sam e receber uma proposta de emprego que lhe permitirá alçar voos, é claro que ficamos curiosos para saber como será essa experiência e se as coisas finalmente irão se ajeitar para Lou. É isso que Jojo prometeu entregar em Ainda Sou Eu, e conseguiu. Eu ainda prefiro os dois primeiros volumes, mas Ainda sou eu com todo seu ar de Quinta Avenida, mas com uma pitada de subúrbio (ainda bem!) e uma boa dose de moda (que até poderia ser mais!), rendeu uma leitura divertida, um tanto dramática e bastante enternecedora. Continuar lendo

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Editora Intrínseca, Editoras Parceiras, Resenhas da Núbia

Depois de Você (Jojo Moyes)

Atenção, esta resenha trata dos acontecimentos ocorridos no segundo livro da duologia Como eu era antes de você e pode haver spoilers sobre fatos do primeiro livro. Para saber o que eu achei dele, confira os links no final desta resenha.

DepoisDeVoce

Em Como eu era antes de você, Jojo criou uma história de amizade e amor tocante. Discutiu assuntos polêmicos, evidenciou as relações familiares (ou a falta delas) e semeou esperança, a despeito da tristeza. Ali, Will fez sua escolha e todos ao seu redor terão que conviver com isso pelo resto de suas vidas, e, apesar de todo o planejamento feito por Will para tornar a vida de todos melhor, não é bem assim que reencontramos algumas pessoas do seu convívio, especialmente Lou.

“- Você não me deu uma vida, deu? De jeito nenhum. Só acabou com a minha antiga. Desfez em pedacinhos. O que eu faço com o que sobrou? Quando é que vai parecer… – Abro os braços, sentindo na pele o ar fresco da noite, e percebo que estou chorando outra vez. ” (Página 13)

Lou Clark não mora mais na pacata Stortfold, incentivada por um dos desejos de Will para ela, tentou alçar voo e conhecer o mundo. Por um tempo fingiu que conseguiria, agora, ela vive, ou melhor dizendo sobrevive, em Londres. A relação dela com seus familiares está estremecida desde aquele fatídico dia 18 meses atrás. Seu apartamento não parece um lar. Lou perdeu algumas oportunidades, e agora, trabalha num bar em um aeroporto, vendo a vida passar, enquanto acompanha outras pessoas indo atrás de seus sonhos. Mas, às vezes, a vida apronta das suas, traz um monte de problemas, torna a situação um pouco mais difícil e nos obriga a reagir. Com Lou foi assim. Um acidente e uma visita fora de hora a fazem arriscar tudo. E talvez, seja este justamente o chacoalhão que ela precisava. Continuar lendo

1 comentário

Arquivado em Editora Intrínseca, Editoras Parceiras, Resenhas da Núbia