Arquivo da tag: conn iggulden

Pássaro da Tempestade – Conn Iggulden

passaro da tempestade SAIDA curvas

Henrique VI não é o filho que um rei como Henrique V, o vencedor de Azincourt merece. É fraco, frágil e gasta mais tempo rezando do que protegendo seu país e seu povo. Quando uma nova guerra contra a França surge, ele quer que seus conselheiros negociem um armistício, ao invés de lutar. É assim que ele se casa com Margarida de Anjou, sobrinha de Carlos VII, e entrega aos franceses os territórios de Maine e Anjou.

Como era de esperar, os ingleses nesses territórios não aceitam muito bem a notícia de que devem abandonar suas terras, e mitos resolvem ficar e lutar. Na Inglaterra, os altos impostos deixam muitos súditos descontentes, e a vinda dos refigiados da França aumenta seus números. Com a resistência na França, o armistício negociado é descartado e os franceses tomam de volta todos os territórios ingleses, à excessão de Calais.

Descontente, o povo marcha para Londres enquanto os nobres condenam um bode expiatório à morte para tentar aplacá-los, mas o rei o protege – em vão – e o exila. Um rei fraco, uma rainha odiada por seu povo, lordes em busca de poder e uma população descontente: essas são as peças do jogo de xadrez que foi a Guerra das Rosas. Continuar lendo

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Lendo aleatoriamente, Resenhas da Feanari

Conquistador – Conn Iggulden

Conquistador

Este livro continua a história dos cãs dos mongóis após Gengis. Como disse na resenha do quarto livro, na questão da sucessão, se o cã deixou instruções, a nação as verá realizadas. Infelizmente, o cã morreu e não disse quem ele queria que o seguisse. Intrigas, promessa e jogos políticos coloca um dos netos de Gengis no poder como supremo cã. Mas sem o apoio de todos os primos, os príncipes da nação, será que isso dura?

A questão da sucessão é o tema central do livro, a narrativa é baseada nas reações das personagens. As conquistas territoriais também são exploradas, e dessa vez, os territórios sung e árabes são os alvos principais: Kublai é enviado ao primeiro, e seu irmão Hulegu, ao segundo. Conn Iggulden escreve de maneira que faz com que décadas transcorram em meras páginas, especialmente se ele acha que nesse tempo não ocorreu nada digno de nota. E a única indicação de que passou algum tempo é uma fala ou outra de uma personagem.

Isso torna a narrativa bastante fluida (inclusive, já vi pessoas preferindo o Conn ao Bernard Cornwell justamente por isso), mas eu sinto que perde um pouco da parte histórica do romance histórico. Não muda que eu ADOREI a leitura, mas é um ponto a ser comentado. Continuar lendo

3 Comentários

Arquivado em Grupo Editorial Record, Lendo aleatoriamente, Resenhas da Feanari

Sangue dos Deuses – Conn Iggulden

Atenção! Esta resenha trata do quinto livro da série O Imperador de Conn Iggulden e pode trazer spoilers do enredo dos livros anteriores. Para ler a resenha dos livros anteriores, clique: Os Portões de Roma, A Morte dos Reis, Campo de Espadas e Os Deuses da Guerra.

 

Sangue dos Deuses

Júlio César foi morto. Este deve ser um dos momentos mais conhecidos da história, e sua fala a seu melhor amigo “Até tu, Brutus?” é famosa. O assassinato de um dos maiores líderes de Roma, liderado por seu melhor amigo foi retratado de diversas maneiras diferentes ao longo da história. E agora, Conn Iggulden retoma sua série para contar o que aconteceu aos homens por trás do crime.

“Neste dia, nos Idos de Março, Roma foi libertada de um opressor. Que a notícia voe daqui para todas as nações. César está morto e a República foi restaurada. Que as sombras de nossos pais se regozijem. César está morto e Roma está livre”.

Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Editoras Parceiras, Grupo Editorial Record, Resenhas da Feanari

Os Deuses da Guerra – Conn Iggulden

Atenção! Esta resenha trata do quarto livro da série O Imperador de Conn Iggulden e pode trazer spoilers do enredo dos livros anteriores. Para ler a resenha dos livros anteriores, clique: Os Portões de Roma, A Morte dos Reis e Campo de Espadas

 

Os Deuses da Guerra

A morte de Crasso oficializa o fim do Primeiro Triunvirato, composto por ele, Júlio César e Pompeu. Este declara que Júlio é inimigo de Roma, com medo que o general volte da Gália e tome a cidade. Às margens do rio Rubicão, Júlio e seus companheiros decidem que vão enfrentar o ditador e tirar Roma de sua influência. Quando é informado dos planos de César, Pompeu reúne o Senado e parte para a Grécia, seguido por Júlio que deixa Marco Antônio como cônsul cuidando de Roma.

“Então é melhor correr de volta e dizer que César está vindo. Está a duas, talvez três horas atrás de mim. Está trazendo de volta a República, garoto, e eu não ficaria no caminho dele.”

Continuar lendo

1 comentário

Arquivado em Editoras Parceiras, Grupo Editorial Record, Resenhas da Feanari

Campo de Espadas – Conn Iggulden

Atenção! Esta resenha trata do terceiro livro da série O Imperador de Conn Iggulden e pode trazer spoilers do enredo dos livros anteriores. Para ler a resenha dos livros anteriores, clique: Os Portões de Roma A Morte dos Reis.

 

Campo de Espadas

Júlio César está na Espanha, e apesar de estar orgulhoso com os frutos de seu trabalho no país, está ansioso para voltar a Roma e tomar maior parte em seus acontecimentos. Depois de quatro anos, ele junta suas espadas e volta para sua terra natal com sonhos de se tornar cônsul e se dar a ordem de sair e conquistar mais terras em nome de Roma. Ele parte para a Gália, onde tenta tornar o país uma extensão de Roma, e se prepara para lutar as maiores batalhas de sua vida. Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Resenhas da Feanari

A Morte dos Reis – Conn Iggulden

Atenção! Esta resenha trata do segundo livro da série O Imperador de Conn Iggulden e pode trazer spoilers do enredo do primeiro livro. Para ler a resenha de Os Portões de Roma, clique aqui.

 

A Morte dos Reis

Júlio César fez um inimigo poderoso em Roma, e não poderá entrar na cidade até a sua morte. Sabendo disso, ele fugiu e entrou para o serviço de Gadítico, na Accipiter, uma das galeras (navios de guerra romanos) que patrulhava a costa. Lá, encontrou seu rival de infância, Suetônio, e eles tentam disfarçar o fato de que não se gostam. Quando a galera é atacada por piratas e os oficiais são mantidos como prisioneiros, e em pouco tempo, a hierarquia que regia a relação entre os homens cai por terra. E começa a mandar o homem que tem o caráter, e a força de líder de que eles precisam para superar o desafio.

Enquanto isso, Brutus volta à Roma e encontra uma pessoa de seu passado que está disposta a reconquistar seu afeto e respeito a todo custo. Com isso, ele se vê liderando uma legião, mas precisa de mais homens para servir sob sua águia. Tubruk tem que tomar uma decisão difícil para proteger a família de Júlio. Com traições, subornos, revoltas, intrigas e assassinatos, o livro deixa o leitor sem ar desde a primeira página. Continuar lendo

3 Comentários

Arquivado em Grupo Editorial Record, Resenhas da Feanari

Editora Record anuncia “Conquistador”

Como se anunciar o lançamento de “A Fuga de Sharpe” não fosse o suficiente, a Editora Record anunciou ainda que em novembro o quinto livro de “O Conquistador” de Conn Iggulden estará nas livrarias!

O quarto livro, “Império da Prata“, foi lançado ano passado. O quinto livro foi lançado no exterior dia 23 de setembro de 2011 (ou seja, fez aniversário ontem!).

A capa também está lindona! Estou muito ansiosa para ler a continuação da série sobre o império mongol =)

Assim que eu tiver mais informações, vou atualizando este post =)

7 Comentários

Arquivado em Lendo aleatoriamente

Império da Prata – Conn Iggulden

Atenção! Este post trata do quarto livro da série O Conquistador, de Conn Iggulden, e pode conter spoiler do enredo dos livros anteriores (embora a gente evite spoiler de qualquer tipo). Para ler a resenha do terceiro livro, Ossos das Colinas, clique aqui.

 

Império da Prata

Os mongóis eram tribos espalhadas, que lutavam entre si. Um homem desejou unir todos sob um único estandarte e o fez: Gengis Khan. Ele conseguiu transformar os diversos bandos de pastores em uma nação, e espalhou seu domínio por grande parte da Ásia, Oriente e chegou até a Europa. Como todo homem, chega uma hora em que ele deve se preocupar com seu legado e quem vai ser o responsável por guiar a nação mongol após a morte do cã. Este assunto foi decidido no terceiro livro da série: Ossos das Colinas.

Continuar lendo

2 Comentários

Arquivado em Resenhas da Feanari

Um Autor de Quinta #7

Coluna inspirada no Uma Estante de Quinta  da Mi Muller do Bibliophile. Pretendo toda quinta-feira trazer informações, curiosidades e algumas dicas (nada muito elaborado porque não sou especialista) de leituras e afins sobre algum(a) autor(a).

Conn Iggulden

Conn Iggulden

Nascido em 1971 na Inglaterra, Conn Iggulden é formado em Inglês pela Universidade de Londres. Ele foi professor de inglês por 7 anos antes de lançar Os Portões de Roma, que permitiu que vivesse apenas de seus livros. O autor tem dezoito livros publicados na Inglaterra, pela Harper Collins, sendo a maioria um dos volumes de uma série. Continuar lendo

1 comentário

Arquivado em Um Autor de Quinta

Informações sobre O Forte – Bernard Cornwell

Recebi ontem um e-mail do Marketing da Editora Record sobre o livro O Forte, o próximo romance de Bernard Cornwell a ser publicado no Brasil (YAY!)

Antes de fazer vocês perderem o fôlego com a capa LINDA, tenho o prazer de anunciar a data de lançamento de O Império da Prata, quarto livro da série O Conquistador, do Conn Iggulden: 14 de outubro. (YAY!!!)

Cliquem para ver a capa MARAVILHOSA de O Forte! Continuar lendo

5 Comentários

Arquivado em Lendo aleatoriamente