Arquivo da tag: Editora Agir

Um Autor de Quinta #65

Coluna inspirada no Uma Estante de Quinta da Mi Muller do Bibliophile. Pretendemos toda quinta-feira trazer informações, curiosidades e algumas dicas de leituras e afins sobre algum(a) autor(a).

 EmilyGiffin

Emily Giffin

Emily nasceu no dia 20 de março de 1972 em Baltimore, Maryland, EUA. Desde o ensino médio Emily já era envolvida com o mundo das palavras, fazendo parte de um clube de escrita criativa e atuando como editora chefe do jornal da escola. Formada em direito, após a graduação em 1997, mudou-se para Manhattan e trabalhou no departamento de litígios da Winston & Strawn durante vários anos. Em seu tempo livre, ela nunca abandonou a escrita, e foi durante esses períodos “roubados”, algumas vezes mesmo durante o horário de trabalho, que ela se dedicou em escrever seu primeiro romance, um romance YA intitulado Lily Holding Trues, com o qual recebeu uma dúzia de rejeições.

Mas, longe de desistir, ela decidiu que o que queria realmente era escrever e em 2001 mudou-se para Londres e se dedicou inteiramente à escrita. Foi nessa época que escreveu Rolling the Dice, que acabou se tornando o romance best-seller Something Borrowed (O Noivo da Minha Melhor Amiga no Brasil) e lhe conseguiu um contrato de dois livros com a St. Martin’s Press em 2002. Something Borrowed foi publicado em 2004 e sua sequência Something Blue (Presentes da Vida no Brasil) em 2005. Seus primeiros livros receberam ótima críticas e figuraram por bastante tempo nas listas de livros mais vendidos do New York Times, sagrando a autora como uma das expoentes do gênero literário conhecido como chick-lit.

Atualmente, Emily vive em Atlanta, Georgia, com o marido e os três filhos.

Livros Continuar lendo

1 comentário

Arquivado em Editora Agir, Editora Novo Conceito, Um Autor de Quinta

O Noivo da Minha Melhor Amiga (Emily Giffin)

Rachel estava acostumada a estar na sombra da melhor amiga, Darcy. Até mesmo a festa surpresa planejada por Darcy para seu aniversário de 30 anos de alguma maneira se transformou em uma maneira de comparar as duas.

Darcy sempre foi bastante narcisista e egoísta, mas apesar disso, passa a impressão de ser bastante insegura. Por isso mesmo sempre se esforçou bastante para ser melhor do que Rachel e Annelise, suas melhores amigas.

Na faculdade, Rachel conhece um rapaz interessantíssimo, chamado Dexter, e logo se vê caidinha por ele. No entanto, a moça é bastante tímida e falta-lhe coragem para fazer algo a respeito da paixonite. Quando Rachel apresenta Darcy a Dexter, acredita que os dois se deram bem e os deixa a sós. Eventualmente, os dois começam a namorar e ficam noivos, então Rachel fica bastante surpresa quando Dex a beija no fim da festa de aniversário.

E assim começa uma complexa história de relacionamentos: o complicado rolo entre Dex e Rachel, a amizade entre Rachel e Darcy, o noivado de Darcy e Dex, Rachel e sua consciência, Rachel e os amigos que acabam descobrindo todo o rolo. Nunca vivi uma situação parecida, mas acho que a autora conseguiu descrever bem as emoções e sentimentos dos envolvidos. Neste livro, tudo é narrado do ponto de vista de Rachel, e é interessante ver como ela disputa consigo mesma, o tempo todo, a situação em que se meteu: estou apaixonada pelo noivo da minha melhor amiga, e agora?!?!

A conclusão do livro é bastante óbvia, embora tenha elementos meio inesperados. Quem já leu Questões do Coração , da mesma autora, vai reconhecer os protagonistas, já que Tessa Russo é irmã do Dex, e o cita várias vezes no decorrer de seu drama.

A leitura foi bem agradável, e relativamente rápida. Li num momento em que eu queria um pouco de açúcar nas minhas veias, e me proveu de açúcar com uma pequena dose de realidade. Já tinha lido Questões do Coração, mas ainda assim me surpreendi com a autora: esta é a terceira protagonista dela (QdC tem duas) e ela é totalmente diferente das outras. A Novo Conceito lançou recentemente uma história sob o ponto de vista de Darcy, chamada Presentes da Vida, e não me surpreenderia se a autora fez com que a narrativa de Darcy seja diferente da das outras protagonistas – e só isso já é o suficiente para eu querer ler esta história!

Compre aqui:

Cultura Submarino Saraiva

2 Comentários

Arquivado em Editora Agir, Resenhas da Feanari

Um Autor de Quinta #12

Coluna inspirada no Uma Estante de Quinta da Mi Muller do Bibliophile. Pretendo toda quinta-feira trazer informações, curiosidades e algumas dicas (nada muito elaborado porque não sou especialista) de leituras e afins sobre algum(a) autor(a).

O primeiro Autor de Quinta de 2012 é o de número 12, algo auspicioso, esperamos!

Richelle Mead

Richelle Mead

Nasceu dia 12 de novembro de 1976, na cidade de Michigan nos Estados Unidos. Atualmente, ela mora na cidade de Seattle e deu à luz seu primeiro filho ano passado. A autora de 35 anos tem diplomas de Bacharel em Estudos Gerais pela Universidade de Michigan, Mestrado em Comparação Religiosa pela Universidade Western Michigan, e  Mestrado em Ensino pela Universidade de Washington.

A americana já tem três séries famosas pelo mundo: Vampire Academy, Georgina Kinkaid e Dark Swan. Devido ao grande número de séries que ela publica, a cada 3 meses ela entrega um manuscrito novo, o que impressiona, já que a maioria dos autores lança apenas um livro por ano. Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Um Autor de Quinta

Spirit Bound – Richelle Mead

Atenção, este post trata do quinto livro da série Vampire Academy, de Richelle Mead, e pode conter spoilers do enredo dos livros anteriores. Para ler as resenhas dos outros livros da série, clique no nome do livro: Vampire Academy (livro 1), Frostbite (livro 2), Shadow Kiss (livro 3) e Blood Promise (livro 4)

 

Spirit Bound_capa

Rose voltou à Academia de São Valentim com a permissão de continuar seu treinamento para ser guardiã. O dia em que será testada para provar suas habilidades chegou, e junto dele uma carta de Dimitri reforçando sua ameaça de a encontrar e matar.

Com o apoio de Lissa, Rose consegue achar o único homem que pode ajudá-las a fazer Dimitri deixar de ser Strigoi: Viktor Dashkov. Será que as meninas têm o que é necessário para tirar alguém da escuridão? Será que, se Dimitri voltar, as coisas vão voltar a ser como eram? Continuar lendo

7 Comentários

Arquivado em Lendo aleatoriamente, Resenhas da Feanari

Blood Promise – Richelle Mead

Atenção, este post trata do quarto livro da série Vampire Academy, de Richelle Mead, e pode conter spoilers do enredo dos livros anteriores. Para ler as resenhas dos outros livros da série, clique no nome do livro: Vampire Academy (livro 1), Frostbite (livro 2) e Shadow Kiss (livro 3)

Blood Promise_capa

Após o desfecho intrigante, surtante e inesperado de Shadow Kiss (lançado no Brasil pela Editora Agir como Tocada pelas Sombras), encontramos Rose entrando em ação desde as primeiras páginas de Blood Promise (que está em vias de sair aqui no Brasil como Promessa de Sangue e deve manter a capa –>).

Por entrar em ação, eu me refiro a tentar cumprir uma promessa que fez a Dimitri ao longo dos livros anteriores, por mais difícil que esta se prove ser. Para honrar esta promessa, Rose teve que se despedir de Lissa de uma maneira bastante permanente, já que sua “missão” só poderia ser cumprida fora dos muros da Academia de St. Vladismir… Continuar lendo

9 Comentários

Arquivado em Lendo aleatoriamente, Resenhas da Feanari

Shadow Kiss – Richelle Mead

Atenção: Este post trata do terceiro volume da série Vampire Academy e pode conter spoilers, ou seja, revelar parte do enredo do livro anterior. Para ler a resenha dos livros anteriores, clique aqui e aqui.

 

Shadow Kiss_capa

O terceiro livro da série retoma a história de Rose apenas alguns dias após o fim do segundo.

Sem querer, Rose fica sabendo que Viktor Dashkov, o vilão do primeiro livro, ainda não foi julgado. Como Lissa foi a principal vítima do ataque, ela acredita que a Moroi deveria ser a principal testemunha, mas ela não foi chamada para o julgamento. Ambas as meninas ficam então com medo de que ele possa ser liberado e começam a brigar pelo direito de ir ao julgamento.

Agora Rose e os demais guardiões em treinamento da Academia passarão pela última prova de sua educação: eles devem proteger o Moroi a quem foram designados dos ataques de Strigoi fakes, interpretados por seus professores de combate. Para Lissa e Rose, isso é sinônimo de férias antecipadas, afinal, agora elas serão obrigadas a ficar juntas, né?

Some isso ao fato de que Rose começa a ver Mason, seu amigo que foi morto por um Strigoi e temos o começo da trama deste terceiro livro. Devorei o livro, desesperada para ver a evolução da história de Rose e Dimitri. Além, é claro, do resto da trama e das lutas eternas contra os Strigoi. E fiquei desesperada quando as páginas começaram a acabar.

Como não é raro acontecer, o jeito de escrever da autora vai melhorando de um livro para outro, assim como o nosso vício na história aumenta. De um modo geral, gostei mais deste livro do que dos anteriores, mesmo tendo ficado devastada com o final, surpreendente demais pro meu gosto, e que, como nos demais livros, deixou uma necessidade incrível de ler a continuação. E agora aqui estou eu, desesperada pelo quarto livro, que não estava no box que eu comprei! PRECISO comprar Blood Promise!! AAH!

Compre aqui:

Cultura Submarino Saraiva Travessa Fnac

10 Comentários

Arquivado em Lendo aleatoriamente, Resenhas da Feanari