Arquivo da tag: editora rocco

Harry Potter e a Criança Amaldiçoada (J.K. Rowling, John Tiffany & Jack Thorne)

hpcursedchild

Com Harry Potter e a Criança Amaldiçoada, J.K. Rowling em colaboração com John Tiffany e Jack Thorne, nos convida de volta ao mundo mágico dos bruxos, dezenove anos depois da Batalha de Hogwarts. Harry Potter agora é funcionário do Ministério da Magia, marido e pai de três crianças em idade escolar. A trama tem início justamente no diálogo do epílogo do sétimo livro, e dos filhos de Potter, será Alvo Severo que terá que lidar com o legado da família e todas as implicações dele em sua vida de estudante em Hogwarts. A seleção das casas, os amigos escolhidos, as habilidades ou a falta delas, o relacionamento com o pai e a enorme vontade de provar o seu valor. O tempo é o cerne da trama e a forma como ele foi trabalhado foi interessante, mas caramba, precisava ter tornado o Alvo um chato de galocha? O guri é insuportável, ainda bem que havia o Escórpio Malfoy (quem diria, um Malfoy!) para fazer frente a tanta chatice e angariar nossa empatia. Não falarei mais nada da trama que é para não estragar a surpresa, já que a história se apoia bastante nela para fisgar o leitor. Continuar lendo

2 Comentários

Arquivado em Lendo aleatoriamente, Resenhas da Núbia

Um Grande Garoto (Nick Hornby)

um grande garoto

Com os outros romances do Nick Hornby que já li, tive a oportunidade de conferir como ele desenvolve narradores femininos e masculinos, mas com Um Grande Garoto, pude ver como ele trabalhou seu humor característico do ponto de vista de um garoto de 12 anos. E muito bem, diga-se de passagem. Um Grande Garoto (About a Boy) é o seu segundo romance. Publicado em 1998, aqui no Brasil em 2000, a obra já foi adaptada para as telas em 2002 (filme que evitei assistir até hoje – pois é, tenho minhas manias) e atualmente foi transformado em série, mostrando o quanto o tema abordado por Hornby continua atual, apesar de na essência ser um romance totalmente anos 90. A trama se passa em 1993. Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Resenhas da Núbia

Um Autor de Quinta #99

Coluna inspirada no Uma Estante de Quinta da Mi Muller do Bibliophile .

Cecelia Ahern 3

Cecelia Ahern

Cecelia nasceu em Dublin, capital da Irlanda, em 30 de setembro de 1981. Ela é filha do ex-primeiro-ministro da Irlanda, Bertie Ahern. Ela é formada em Jornalismo e Comunicação Social pelo Griffith College Dublin.

Em 2000, Cecelia participou de um grupo pop irlandês, o Shimma. O grupo terminou em terceiro lugar na etapa que selecionou o representante irlandês para seguir disputa no Eurovision Song Contest.

Aos 21 anos, em 2002, Cecelia escreveu seu primeiro romance. P.S. Eu Te Amo só foi publicado em 2004, mas logo se tornou um best-seller na Irlanda, Reino Unido, Estados Unidos, Alemanha e Holanda. Sendo traduzido e publicado em mais de quarenta países. Seu segundo livro (Where Rainbows End) também foi publicado em 2004 e seguindo o exemplo do antecessor também foi um sucesso de vendas. Ele também ganhou o German CORINE Award em 2005. Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Um Autor de Quinta

Um Autor de Quinta #84

Coluna inspirada no Uma Estante de Quinta da Mi Muller do Bibliophile. Pretendemos toda quinta-feira trazer informações, curiosidades e algumas dicas de leituras e afins sobre algum(a) autor(a).

 Suzanne Collins

Suzanne Collins

Suzanne Collins nasceu em 10 de agosto de 1962, em Hartford, Connecticut, EUA. Filha de um oficial da força aérea americana, Suzanne mudava-se com a família constantemente, vivendo em lugares como o Alabama, Nova York e Bruxelas. Em 1985, ela graduou-se pela Universidade de Indiana com “double major” em Drama e Telecomunicações, e depois adquiriu o grau de mestre em escrita dramática pela Universidade de Nova York. Em 1991, Suzanne começou a trabalhar escrevendo roteiros de televisão para programas infantis. Ela já trabalhou em muitos programas para o canal Nickelodeon, incluindo o programa The Mystery Files of Shelby Woo e os indicados ao Emmy Clarissa Explains it All e Little Bear. Foi durante um de seus trabalhos na televisão, que conheceu o autor de livros infantis James Proimos, que lhe incentivou a fazer uma tentativa no mundo dos livros. Continuar lendo

2 Comentários

Arquivado em Um Autor de Quinta

Como Ser Legal (Nick Hornby)

Fato um: todos que me viram com o livro (e que não conhecem o Hornby e, portanto não perceberam a grande sacada irônica da coisa) acharam que o livro fosse de autoajuda.

Fato dois: de todos os livros do Hornby que já li (mas eu ainda não alcancei a meta de ler todos os já publicados no Brasil), Como Ser Legal foi o que mais me decepcionou.

A impressão que tive foi que a obra é um ensaio mal executado, você percebe que todos os elementos que tornam as narrativas do autor um sucesso estão ali, mas de alguma forma eles parecem não se encaixar. Mas, até quando decepciona, a literatura de Hornby acaba agradando em algum ponto. Como Ser Legal pode até não ter Rob Fleming e todo seu conhecimento musical ou ainda os diálogos magistrais de Uma Longa Queda, mas não posso negar que nas partes em que Kate não estava sendo uma chata de galocha ela conseguiu nos brindar com passagens realmente hilárias sobre o cotidiano de seu casamento e a loucura toda na qual seu marido se meteu. Continuar lendo

2 Comentários

Arquivado em Resenhas da Núbia

Um Autor de Quinta #49

Coluna inspirada no Uma Estante de Quinta  da Mi Muller do Bibliophile. Pretendemos toda quinta-feira trazer informações, curiosidades e algumas dicas de leituras e afins sobre algum(a) autor(a).

 

Shan Sa

Shan Sa nasceu em 26 de outubro de 1972 em Pequim (China) e é uma autora francesa (pois apesar da nacionalidade, mora na França há muito tempo e seus livros foram publicados lá em língua francesa), caligrafista e pintora, já tendo feito exibições em Paris, Nova York e Shanghai.

Shan Sa nasceu Yan Ni, o pseudônimo Shan Sa foi retirado de um poema da Dinastia Tang do poeta Bai Juyi. Com 7 anos ela começou a escrever poemas e a estudar caligrafia chinesa e pintura chinesa tradicional. Aos 10 anos ela publicou sua primeira coletânea de poesias e ganhou seu primeiro prêmio em um concurso nacional de poesias com 12 anos. Com 14 anos, ela tornou-se o membro mais jovem da Associação de Escritores de Pequim (Beijing Writer’s Association). Continuar lendo

9 Comentários

Arquivado em Um Autor de Quinta

Um Autor de Quinta #47

Coluna inspirada no Uma Estante de Quinta  da Mi Muller do Bibliophile. Pretendemos toda quinta-feira trazer informações, curiosidades e algumas dicas de leituras e afins sobre algum(a) autor(a).

Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Um Autor de Quinta

Um Autor de Quinta #41

Coluna inspirada no Uma Estante de Quinta da Mi Muller do Bibliophile. Pretendemos toda quinta-feira trazer informações, curiosidades e algumas dicas de leituras e afins sobre algum(a) autor(a).

Cliff McNish

Cliff McNish nasceu em 24 de agosto de 1962 em Sunderland, Reino Unido. É autor de romances fantásticos dirigidos para o público infanto-juvenil e a característica principal de suas obras é o uso intensivo de imagens bizarras. As descrições de alguns personagens é tão surreal que chega a tornar a tarefa imaginativa um pouco cansativa.

McNish não tinha ambição de se tornar escritor. Sem ideias melhores de qual carreira seguir, acabou optando por estudar História na Universidade de York, curso este que abandonou após dois anos. Ele começou a escrever a pedido da filha Rachel que queria uma história de uma bruxa realmente desagradável. Foi assim que The Doomspell Trilogy (A Trilogia da Magia no Brasil) tomou forma e se tornou sucesso, já tendo sido publicada em 24 idiomas.

O autor adora trocar mensagens com seus leitores e os convida a deixar uma mensagem  ou deixar um comentário no livro de visitas  do seu site. Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Um Autor de Quinta

Bienal do Livro São Paulo 2012

Amanhã começa a 22ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo. Eu e a Núbia estaremos lá nos dias 17 e 18 – vamos finalmente nos conhecer, depois de dois anos blogando juntas. Quem esbarrar com a gente, ganha um lindo marcador do blog. Porque estamos felizes a este ponto =D

Diferentemente da Bienal do Rio do ano passado, este ano a Bienal contará com poucos autores internacionais, infelizmente. Mas as editoras planejaram diversas atividades para compensar esta falta. Vamos colocar abaixo todas as programações das editoras, para todo mundo conseguir organizar o que quer fazer, além de outras informações importantes.

Datas e horários de funcionamento

09 a 19 de agosto:

  • 09 a 18, das 10h às 22h
  • 19, das 10 às 20h (entrada até às 18h)

Observação: dia 09 é apenas para profissionais do livro e eles pedirão credenciais.

Localização

A Bienal vai acontecer no Pavilhão de Exposições do Anhembi, localizado à Avenida Olavo Fontoura, 1209 em São Paulo.

O local conta com estacionamento, mas os organizadores planejaram ônibus circulares saindo de DUAS estações de metro:

Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Felicidades aleatórias, Lendo aleatoriamente, Nerdices aleatórias

Ecos do Futuro – Diana Gabaldon

Atenção! Este post trata do sétimo volume da série Outlander, de Diana Gabaldon. Ele pode conter spoilers do enredo dos livros anteriores, embora eu tenha me esforçado enormemente para evitá-los. Para ler a resenha do sexto livro da série, Um Sopro de Neve e Cinzas, clique aqui

O sétimo livro da série Outlander chegou às prateleiras brasileiras em outubro de 2011. Eu demorei um século e meio para começar a ler, porque o próximo livro da série só vai sair em 2013. Pelo menos a Diana Gabaldon já está avisando que a série provavelmente vai chegar ao nono livro (yay!).

Desde o terceiro livro da série, a Editora Rocco divide os livros da série em dois volumes, e isso não mudou com Ecos do Futuro. O livro retoma a história de Claire e Jamie basicamente onde Um Sopro de Neve e Cinzas os deixou.

10 Comentários

Arquivado em Resenhas da Feanari