Arquivo da tag: Elizabeth Eulberg

Um Autor de Quinta #73

Coluna inspirada no Uma Estante de Quinta da Mi Muller do Bibliophile. Pretendemos toda quinta-feira trazer informações, curiosidades e algumas dicas de leituras e afins sobre algum(a) autor(a).

Elizabeth Eulberg

elizabeth-eulberg21

Elizabeth nasceu e cresceu em Portage, Wisconsin e é a mais nova de quatro filhos. Sua mãe é bibliotecária e sempre incentivou a leitura dos filhos, e segundo Elizabeth era bastante flexível no que os filhos estavam lendo, sem exigir livros mais “literários” ficava contente em apenas saber que os filhos eram frequentadores assíduos de bibliotecas. A música sempre teve um papel fundamental na vida Elizabeth, durante o ensino médio ela vivia para a música, fosse nas aulas de piano, tocando nas bandas de torcida, de jazz ou simplesmente ouvindo música. Nessa época ela aspirava seguir carreira na indústria da música, mas acabou optando pela carreira de relações públicas e foi para a faculdade de Comunicações Públicas da Universidade de Siracusa. Após a formatura conseguiu trabalho em uma pequena empresa de relações públicas de entretenimento, mas sentindo-se infeliz em seu trabalho acabou optando por um trabalho de publicidade quando teve a chance.

Elizabeth trabalhou no mercado editorial por mãos de dez anos, mas nunca se imaginou seguindo a carreira de escritora. Mas, de tanto lhe falarem que ela deveria escrever já que vivia a inventar histórias, ela decidiu experimentar. O momento eureca que a inspirou para escrever The Lonely Heats Club veio em uma conversa com uma amiga da época, segundo ela, essa amiga era daquelas garotas que sempre tinham que ter um namorado, não conseguia sobreviver sem um e mudava de atitude para agradá-los. Aquele era um dos raros momentos no qual estava solteira e cercada por caras e antes de cair em um momento de autopiedade por estar solteira e sem ninguém de olho nela, Elizabeth pensou no quanto aquilo era ridículo, em quantos amigos ela tinha e como seria muito bom reunir a galera e sair todo sábado à noite… Daí o insight. Porque não escrever sobre um grupo de meninas solteiras e felizes que formam um clube? A inspiração para o nome do clube e para as personagens partiu de sua grande paixão pelos Beatles e assim surgiu o Lonely Hearts Club (LHC) e as quatro meninas Paula, Jonatha, Georgina e Rita, porque Ringa simplesmente não rolava (ainda que eu ache Jonatha bem estranho também) então ela teve que apelar para a personagem da música Lovely Rita. E tomando outra música deles surgiu a protagonista: Penny Lane Bloom. LHC começou a ser escrito em 2004, mas o trabalho como publicitária acabou impedindo que Elizabeth se dedicasse mais a história.  Entre 2005 e 2007 cerca de sete versões da história foram escritas antes do livro ser enviado às editoras. Em 2009 The Lonely Hearts Club foi publicado e a partir de 2011 ela decidiu se dedicar integralmente à carreira de escritora. Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Um Autor de Quinta

Lonely Hearts Club – Elizabeth Eulberg

Até quem não é fã dos Beatles sabe reconhecer quando um livro é escrito com o quarteto inglês em mente. Se a capa, inspirada claramente na mais famosa foto da banda, não tivesse sido o suficiente para dar a dica, tem ainda o nome: Lonely Hearts Club, como a própria autora diz ao longo do texto, vem da música/álbum St. Pepper’s Lonely Hearts Club (). E a protagonista: Penny Lane Bloom. Até eu sei que Penny Lane é uma música dos Beatles (e sei também que o clipe tem eles montados em cavalos, mas enfim)…

Quando eu comecei a leitura de Lonely*Hearts Club, esperava uma história super boba de adolescentes que serviria apenas para animar meu domingo. E sim, foi isso que o livro me proporcionou, mas não foi apenas isso.

*Acho que é válido dizer que fiquei ERAS para ler Lonely ao invés de Lovely na capa do livro… Continuar lendo

2 Comentários

Arquivado em Resenhas da Feanari