Arquivo da tag: emoção

Project 365: 266/365

Dia 23 de Setembro de 2011

Para ver os outros posts do Projeto, clique aqui

Deixe um comentário

Arquivado em Project 365

Harry Potter e as Relíquias da Morte (parte 2)

Ontem foi a última vez que eu entrei no cinema para ver um filme inédito de Harry Potter. Pouco menos de dez anos depois do primeiro filme, em 2001, a sensação que eu tinha ao assistir ainda era a mesma. Os mesmos rostos, todos mais velhos, como eu; as mesmas personagens, as histórias que vivem comigo na memória e no coração. Os diálogos decorados sem querer no meio das releituras. Mais uma parte da saga acabou ontem.

A partir de hoje, só nos restam releituras e rever o filmes. Isso me deixa tão triste, é como se eu tivesse perdido um amigo. Estou com saudade já, como faz? Brinquei ontem no cinema de montar um grupo de apoio aos fãs desamparados, bem no estilo: “Oi, meu nome é Mariana.” “OI MARIANA!” “Sou fã de Harry Potter faz 11 anos e blablabla”. Mas nem isso eu saberia fazer direito. Ainda estou meio catatônica. Vou reler a saga, com certeza, e verei todos os filmes novamente, mas não teremos nenhuma novidade (com a exceção de Pottermore, mas como não é nem livro nem filme não conta).

A partir deste ponto, vou comentar o filme propriamente, como o título do post diz, ao invés de me lamuriar pelo fim da série. Continuar lendo

1 comentário

Arquivado em Nerdices aleatórias

Sobre a emoção de ver sua banda favorita ao vivo

Em minha relativamente curta vida, tive a oportunidade de ir em alguns shows. Nem todos de bandas que eu amo de paixão, mas tem alguns que eu daria o rim para ir de novo. Para a minha infinita sorte, o primeiro show da minha vida FOI o da minha banda favorita: The Rasmus. E eu fiquei na grade, e gente, é surrealíssisisisiisisimo!

Nada se compara à emoção de estar a alguns passos da sua banda favorita. Eu lembro de olhar pra cima e pensar “Meu! Esses caras vieram da (insira nome do país de origem da banda aqui – no caso era Finlândia) SÓ pra tocar pra gente!”. É embasbacante (nem sei se existe essa palavra!). É um momento incomparável aquele em que você olha o vocalista nos olhos e pensa “OMG ELE TÁ OLHANDO PRA MIM!!!!!”.

Continuar lendo

4 Comentários

Arquivado em Nerdices aleatórias

Project 365: 100/365

Dia 10 de Abril de 2011

Para ver os outros posts do Projeto, clique aqui

3 Comentários

Arquivado em Project 365

Lançamentos futuros

Vi hoje no Bernard Cornwell Brasil a resposta de uma pergunta que eu havia me feito no sábado: quando que a Editora Record pretende lançar o quarto livro da série O Conquistador, do Conn Iggulden? Quando eu fui na Livraria Cultura para me comprar meus presentes de aniversário (olha o post aqui), eu vi o Empire of Silver à venda, mas o TOC não permitiu que eu levasse o livro (eu expliquei bem como funciona neste post).

Mas agora eu sei quando que eu vou poder reencontrar os mongóis!

Continuar lendo

9 Comentários

Arquivado em Lendo aleatoriamente

The Rasmus

Em abril de 2003, eu ouvi/vi pela primeira vez, na extinta (para nós brasileiros) MTV Latina o primeiro clipe internacional da banda: In the Shadows. A versão que eu assisti foi feita especialmente para o público norte-americano. Como assim? Simples, esta música tem três clipes: um para seu público já cativo da Europa (eles são finlandeses, btw), outro para os EUA e outro para o mundo. Eu, pessoalmente, gosto muito mais da versão para os EUA, mas pode ser porque foi como eu os conheci.

Continuar lendo

4 Comentários

Arquivado em Nerdices aleatórias

Project 365: 42/365

Dia 11 de Fevereiro de 2011:

Para ver os outros posts do Projeto, clique aqui

Deixe um comentário

Arquivado em Project 365

Emoções

Esses dias me perguntaram o que me deixa emocionada. E eu respondi: tanta coisa!

E resolvi responder à pergunta de modo mais completo. Consegui pensar em quatro coisas que me deixam num estado de felicidade tão elevado, que eu me perco de tanta alegria. Elas estão, não em ordem de importância, mas na ordem em que vieram à minha mente: Continuar lendo

10 Comentários

Arquivado em Felicidades aleatórias