Arquivo da tag: Gengis Khan

Conquistador – Conn Iggulden

Conquistador

Este livro continua a história dos cãs dos mongóis após Gengis. Como disse na resenha do quarto livro, na questão da sucessão, se o cã deixou instruções, a nação as verá realizadas. Infelizmente, o cã morreu e não disse quem ele queria que o seguisse. Intrigas, promessa e jogos políticos coloca um dos netos de Gengis no poder como supremo cã. Mas sem o apoio de todos os primos, os príncipes da nação, será que isso dura?

A questão da sucessão é o tema central do livro, a narrativa é baseada nas reações das personagens. As conquistas territoriais também são exploradas, e dessa vez, os territórios sung e árabes são os alvos principais: Kublai é enviado ao primeiro, e seu irmão Hulegu, ao segundo. Conn Iggulden escreve de maneira que faz com que décadas transcorram em meras páginas, especialmente se ele acha que nesse tempo não ocorreu nada digno de nota. E a única indicação de que passou algum tempo é uma fala ou outra de uma personagem.

Isso torna a narrativa bastante fluida (inclusive, já vi pessoas preferindo o Conn ao Bernard Cornwell justamente por isso), mas eu sinto que perde um pouco da parte histórica do romance histórico. Não muda que eu ADOREI a leitura, mas é um ponto a ser comentado. Continuar lendo

3 Comentários

Arquivado em Grupo Editorial Record, Lendo aleatoriamente, Resenhas da Feanari

Editora Record anuncia “Conquistador”

Como se anunciar o lançamento de “A Fuga de Sharpe” não fosse o suficiente, a Editora Record anunciou ainda que em novembro o quinto livro de “O Conquistador” de Conn Iggulden estará nas livrarias!

O quarto livro, “Império da Prata“, foi lançado ano passado. O quinto livro foi lançado no exterior dia 23 de setembro de 2011 (ou seja, fez aniversário ontem!).

A capa também está lindona! Estou muito ansiosa para ler a continuação da série sobre o império mongol =)

Assim que eu tiver mais informações, vou atualizando este post =)

7 Comentários

Arquivado em Lendo aleatoriamente

Império da Prata – Conn Iggulden

Atenção! Este post trata do quarto livro da série O Conquistador, de Conn Iggulden, e pode conter spoiler do enredo dos livros anteriores (embora a gente evite spoiler de qualquer tipo). Para ler a resenha do terceiro livro, Ossos das Colinas, clique aqui.

 

Império da Prata

Os mongóis eram tribos espalhadas, que lutavam entre si. Um homem desejou unir todos sob um único estandarte e o fez: Gengis Khan. Ele conseguiu transformar os diversos bandos de pastores em uma nação, e espalhou seu domínio por grande parte da Ásia, Oriente e chegou até a Europa. Como todo homem, chega uma hora em que ele deve se preocupar com seu legado e quem vai ser o responsável por guiar a nação mongol após a morte do cã. Este assunto foi decidido no terceiro livro da série: Ossos das Colinas.

Continuar lendo

2 Comentários

Arquivado em Resenhas da Feanari

Um Autor de Quinta #7

Coluna inspirada no Uma Estante de Quinta  da Mi Muller do Bibliophile. Pretendo toda quinta-feira trazer informações, curiosidades e algumas dicas (nada muito elaborado porque não sou especialista) de leituras e afins sobre algum(a) autor(a).

Conn Iggulden

Conn Iggulden

Nascido em 1971 na Inglaterra, Conn Iggulden é formado em Inglês pela Universidade de Londres. Ele foi professor de inglês por 7 anos antes de lançar Os Portões de Roma, que permitiu que vivesse apenas de seus livros. O autor tem dezoito livros publicados na Inglaterra, pela Harper Collins, sendo a maioria um dos volumes de uma série. Continuar lendo

1 comentário

Arquivado em Um Autor de Quinta

Conn Iggulden no Brasil

E meu mundo desabou.

Foi um mindfuck enorme, entendam. Eu estou lendo um dos livros dele, o terceiro da série “O Conquistador”: Os Ossos das Colinas, então quando eu entrei no Bernard Cornwell Brasil e li que o autor estaria na Bienal do Livro em São Paulo, eu logicamente pirei.

Fiquei triste e feliz. Vejam bem, meu autor favorito do mundo é o Bernard Cornwell, e eu só gosto do Conn Iggulden porque ele escreve romances históricos fodas, como o Cornwell. E o Bernard veio ao Brasil ANO PASSADO, na Bienal do Livro do Rio de Janeiro. Eu queria demais ir, mas não podia, meu pai ficou com medinho de me deixar ir ao Rio e eu perdi a chance de conhecê-lo =/ Continuar lendo

11 Comentários

Arquivado em Lendo aleatoriamente