Arquivo da tag: Jennifer A. Nielsen

Leia Mulheres: Aventura

 

As autoras indicadas hoje poderiam também estar presentes naquela lista de escritoras de fantasia, seja por terem criados novos mundos ou feito a fantasia encontrar a realidade. Mas, estas autoras também criaram histórias nas quais seus personagens são colocados em situações perigosas, são convidados a desbravar novos lugares, encontrarem sua coragem interior e lutarem para superarem os percalços, derrotarem um vilão, ou simplesmente superarem o medo. Os livros de aventura, como são conhecidos, são bem difundidos na literatura para crianças e jovens e dentre as autoras aqui citadas há aquelas já bem conhecidas por esse público e outras que são mais conhecidas por seus livros direcionados ao público adulto, mas que também tem ótimos livros de aventura direcionados ao público mais jovem. Continuar lendo

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Leia Mulheres, Lendo aleatoriamente

O Trono das Sombras (Jennifer A. Nielsen)

Atenção, esta resenha trata sobre os acontecimentos do último livro da Trilogia do Reino. Por isso, pode conter spoilers, revelando parte do conteúdo dos livros anteriores. Para saber o que eu achei deles, confira os links no final desta resenha.

O-Trono-das-Sombras

“Vilões, intrigas e inimigos são coisas simples para mim. Mas as amizades são complicadas, e o amor é ainda mais difícil. Isso tem me ferido de maneiras que uma espada jamais seria capaz.” Página 144.

Depois de dois primeiros volumes, nos quais Nielsen sempre primou por conclusões repletas de batalhas, revelações surpreendentes e por futuros nada auspiciosos. Era de se esperar que a conclusão da trilogia, iniciada em O Falso Príncipe, tivesse sua conclusão pautada em batalhas (e há muitas) e revelações (algumas surpreendentes, outras nem tanto mas, nem por isso piores), só que dessa vez com a esperança de um futuro mais promissor e feliz para aquele que nos conquistou quando ainda era considerado um zé ninguém nos confins de Carthya e que se redescobriu como rei. E Nielsen não decepciona. Sua narrativa continua explosiva e fluída. Imprimindo um ritmo que clama por uma leitura ininterrupta.

Finalmente a promessa da Guerra pelo domínio de Carthya, que levou Conner a perpetrar seus escusos planos envolvendo três garotos órfãos e a disputa por uma coroa, se concretizou. Sage foi revelado a seus súditos como sendo o verdadeiro príncipe Jaron, tentaram em uma medida desesperada fazê-lo desistir do trono e desacreditá-lo, mas ele deu a volta por cima, e agora, o rei Vargan, de Avenia, dá sua última cartada. Imogen, a garota que o ajudou enquanto Sage e que não se intimidou perante o Jaron, que tentou manter-se distante porque Jaron está prometido a Amarinda, foi sequestrada. E é claro que Jaron não deixará sua amiga, talvez a pessoa por quem tenha os sentimentos mais fortes, pene nas mãos do inimigo. E é assim, com uma missão de resgate e com muitos imprevistos e perdas pelo caminho (What? Nielsen!) que tem início a principal jornada de Jaron para salvar seu reino. Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Editoras Parceiras, Grupo Editorial Record, Resenhas da Núbia

Guaranteed (Eddie Vedder)

Ontem eu comentei sobre a música que inspirou Jennifer A. Nielsen a criar o personagem Sage, protagonista da Trilogia do Reino publicada no Brasil pela Verus. Eis a música:

 

Deixe um comentário

Arquivado em Sexta-Feira Musical

Um Autor de Quinta #98

Coluna inspirada no Uma Estante de Quinta da Mi Muller do Bibliophile.

Jennifer Nielsen

Jennifer A. Nielsen

Jennifer nasceu e cresceu no norte de Utah, onde vive até hoje com o marido, os três filhos e um cachorro. Ela começou a escrever ainda na escola primária, sua primeira tentativa de escrever um romance foi durante a sexta série, quando escreveu sobre uma garota que ficava presa em seus sonhos. Ela até mesmo tentou entrevistar um chaveiro para pesquisar sobre fechaduras, mas quando ele descobriu que ela tinha apenas 11 anos encerrou a ligação e a história acabou ficando de lado e nunca foi terminada. Contudo as experiências não terminaram por aí, Jennifer continuou escrevendo histórias em cadernos. Histórias sobre um garoto que tentava vender a irmã irritante, de uma celebridade que ficava presa em uma pequena cidade, entre tantas outras que acabaram confinadas em uma caixa em seu guarda-roupa. Durante a escola, também se envolveu com teatro e participou de competições de debates.

Seu primeiro livro completo foi finalizado quando ela tinha 20 anos, mas era muito ruim e nunca chegou a ser publicado. Foi assim também com o segundo e o terceiro, apenas no quarto livro Jennifer percebeu que talvez estivesse escrevendo no gênero errado e voltou seus pensamentos para personagens mais juvenis, tendo que mudar sua forma de escrever também. Seu livro de estreia foi Elliot and the Goblin War publicado pela Sourcebooks em 2010. Este livro deu origem a série Underworld Chronicles. Mas, talvez seja a trilogia Ascendance a grande responsável por torná-la conhecida do grande público. Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Um Autor de Quinta

O Rei Fugitivo (Jennifer A. Nielsen)

Atenção, esta resenha trata sobre os acontecimentos do segundo livro da Trilogia do Reino. Por isso, pode conter spoilers, revelando parte do conteúdo do livro anterior. Para saber o que eu achei dele, confira links no final desta resenha.

o rei fugitivo

“Foi como se tudo que se relacionasse a Sage voltasse até mim no instante em que vesti suas roupas. Inclusive o instinto de enganar quando pudesse e mentir quando necessário. E também a sensação de que, não importava o quanto tentasse, eu jamais seria melhor que um rato de esgoto. pág. 70”

No final do livro anterior nos despedimos de Sage depois que sua verdadeira identidade nos é revelada. Há um mês, Jaron é o novo rei de Carthya, porém, os cartinianos não acham que ele seja a melhor escolha para ser rei, porém isso pouco importa ao rapaz, sua maior preocupação é convencer seus regentes a ajudá-lo preparar Carthya para uma guerra que ele tem certeza que se aproxima. Ele só não esperava que as ameaças chegassem tão cedo e que seriam direcionadas primariamente à sua pessoa. Os piratas que tentaram mata-lo há tanto tempo estão de volta e exigem sua rendição ou Carthya será destruída. E agora Jaron precisará enfrentar seu passado para garantir que seu reino possa ter um futuro. É preciso ser Sage novamente e se aventurar nas terras do inimigo. E é claro que em meio a isso tudo, amigos transformam-se em inimigos, inimigos em amigos e a tarefa de descobrir em quem se pode confiar fica cada vez mais árdua. Continuar lendo

2 Comentários

Arquivado em Editoras Parceiras, Grupo Editorial Record, Resenhas da Núbia

O Falso Príncipe (Jennifer A. Nielsen)

o-falso-principe

“As palavras de Conner ainda ecoavam em meus ouvidos. A cada passo que eu dava rumo ao trono, sentia que me curvava também. Eu só esperava poder chegar até o fim antes que Conner me destruísse completamente.” página 180.

No reino de Carthya, a guerra civil é iminente e interesses escusos por poder e pela coroa rondam cada recanto do país. No extremo norte de Carthya, na distante Carchar, no orfanato para garotos carentes da Sra. Turbeldy conhecemos Sage de apenas 15 anos. O garoto com fama de ladrão e mentiroso acaba de ser vendido pela Sra. Turbeldy para Conner, um nobre que tem um plano ousado em mente: encontrar um garoto que possa se passar por Jaron, o príncipe que desapareceu há quatro anos, para com isso evitar que o reino se autodestrua em batalhas pelo poder (ou pelo menos é assim que ele vende seus planos). Assim como Sage, outros três órfãos são amealhados por Conner e seus capangas, e aos poucos os garotos descobrem que mais do que uma batalha pela coroa, essa será uma batalha por suas vidas, já que quem não for escolhido para representar o papel terá que ser descartado. Continuar lendo

3 Comentários

Arquivado em Grupo Editorial Record, Lendo aleatoriamente, Resenhas da Núbia