Arquivo da tag: literatura chilena

Leia Mulheres: Aventura

 

As autoras indicadas hoje poderiam também estar presentes naquela lista de escritoras de fantasia, seja por terem criados novos mundos ou feito a fantasia encontrar a realidade. Mas, estas autoras também criaram histórias nas quais seus personagens são colocados em situações perigosas, são convidados a desbravar novos lugares, encontrarem sua coragem interior e lutarem para superarem os percalços, derrotarem um vilão, ou simplesmente superarem o medo. Os livros de aventura, como são conhecidos, são bem difundidos na literatura para crianças e jovens e dentre as autoras aqui citadas há aquelas já bem conhecidas por esse público e outras que são mais conhecidas por seus livros direcionados ao público adulto, mas que também tem ótimos livros de aventura direcionados ao público mais jovem. Continuar lendo

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Leia Mulheres, Lendo aleatoriamente

A Floresta dos Pigmeus (Isabel Allende)

Atenção, esta resenha trata dos acontecimentos do último livro da trilogia As Aventuras da Águia e do Jaguar e pode haver spoilers (evitados ao máximo) sobre fatos dos livros anteriores. Para saber o que eu achei dos outros livros, confira os links no final desta resenha.

Floresta pigmeus

Dessa vez já reencontramos Nádia e Alexander no novo lugar de sua aventura, ambos estão acompanhando Kate que fora convidada por um guia e naturalista para escrever sobre uma nova modalidade de turismo na África. Kate até tinha prometido não levar os garotos para mais nenhuma aventura, mas não viu nada demais em um simples safári. E o safári realmente não foi o problema, ela só não contava encontrar com um missionário no último dia da viagem e que por causa desse encontro eles acabassem se embrenhando em um pedaço esquecido da selva africana, em uma aldeia escondida numa região comandada por um psicopata e de repente se vissem às voltas lutando contra um ditador que mantém duas tribos servindo aos seus interesses.

“Com a voz emocionada, a escritora leu a breve mensagem de seu neto: “Nádia e eu estamos tentando ajudar os pigmeus. Tratem de distrair Kosongo. Não se preocupem, voltamos logo.”

 – Aqueles meninos ficaram loucos – Joel González comentou.

– Não ficaram, esse é o estado natural deles – gemeu a avó – E agora, o que poderemos fazer?” Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Resenhas da Núbia

O Reino do Dragão de Ouro (Isabel Allende)

Atenção, esta resenha trata dos acontecimentos do segundo livro da trilogia As Aventuras da Águia e do Jaguar e pode haver spoilers (evitados ao máximo) sobre fatos do livro anterior. Para saber o que eu achei do primeiro livro, confira os links no final desta resenha.

 o-reino-do-drago-de-ouro-isabel-allende_MLB-F-221315685_4382

Depois da viagem a floresta amazônica acompanhando a avó Kate Cold e após todas as aventuras passadas com sua amiga brasileira Nádia Santos junto ao povo da neblina, Alex Cold descobriu que herdou o espírito aventureiro da avó e mal pode esperar para que a avó seja enviada para algum outro recanto milenar da Terra. Suas aventuras com Nádia, além de terem impedido uma perigosa quadrilha de exterminarem uma das últimas tribos indígenas intocadas, também possibilitaram que uma fundação fosse criada para proteger os índios da Amazônia e em especial o povo da neblina. Ao que parece, as coisas por lá, se não estão devidamente protegidas, pelo menos não estão largadas a própria sorte e aos interesses cobiçosos dos nahab. E uma nova aventura se descortina para Kate e os garotos, dessa vez, saímos do mundo espiritual dos xamãs e adentramos no dos budistas tibetanos.

A revista internacional na qual Kate é colaboradora a enviou para um misterioso e protegido reino situado entre os picos da cordilheira do Himalaia. Mas, não é só a revista que está interessada no pequeno país, infelizmente olhos cobiçosos estão voltados para o país nesse mesmo momento. Tudo por causa de uma antiga lenda, uma lenda que fala sobre uma estátua de um dragão feita de ouro e pedras preciosas que tem propriedades mágicas. Propriedades que um homem está interessado em usar para controlar o mercado financeiro mundial. De repente, um reino que há muito anos está em paz, vê-se alvo de tragédias provocadas por um homem que não se contenta em ser apenas o segundo homem mais rico do mundo. Mas, é claro que os garotos acabam se envolvendo e junto com outros moradores do lugar irão lutar para impedir que esse país seja destruído e que a paz volte a reinar. Continuar lendo

2 Comentários

Arquivado em Lendo aleatoriamente, Resenhas da Núbia

A Cidade das Feras (Isabel Allende)

Quase comecei essa história de trás para frente. Apesar de ouvir falarem sobre Allende e suas obras, ainda não tinha lido nenhum de seus livros e quando me deparei com um exemplar de A Floresta dos Pigmeus em uma livraria, quase o comprei (arrependo-me de não tê-lo feito, agora ele é mais um a figurar na minha lista de desejados) porque fiquei interessada na história. Na época não imaginava que ele era o último volume de uma trilogia publicada originalmente em 2002. Consegui A Cidade das Feras por meio de uma troca no Skoob, me encantei com a narrativa de Allende, e ainda que ele possa ser diferente do estilo empregado em seus livros mais adultos fiquei com vontade de desvendar as outras obras dessa escritora e é claro, terminar de acompanhar as aventuras iniciadas neste livro.

Alexander Cold, um garoto de quinze anos, vive em uma pequena cidade na costa oeste americana com seus pais e suas duas irmãs mais novas, Nicole e Andrea. A mãe de Alexander está muito doente e pouco a pouco o garoto vê sua família ruir junto com o sofrimento da mãe. Para tentar salvar a esposa, o pai decide levá-la para um tratamento no Texas, enquanto isso as meninas ficarão com a avó materna e Alex com a avó paterna. O garoto não tem a avó em alta conta e não ficou muito contente com essa história, mas não teve escolha, foi obrigado a ir para Nova York e dali acompanhar sua avó em uma aventura na Amazônia. Continuar lendo

5 Comentários

Arquivado em Lendo aleatoriamente, Resenhas da Núbia