Arquivo da tag: literatura italiana

Leia Mulheres: Fantasia

Olha mais uma coluna precisando ser resgatada das camadas de pó…

Vamos ver se agora eu consigo mantê-la atualizada. Desta vez vamos falar sobre mulheres e fantasia. Quando falamos em livros de fantasia é comum nos atermos aos nomes de autores masculinos, ou porque eles têm maior visibilidade e um histórico mais antigo de publicação ou porque, infelizmente, algumas pessoas associam fantasia de qualidade à autores masculinos como se as mulheres não pudessem produzir excelentes obras também (xô preconceito!). A lista de autoras que se enveredam pelo mundo das palavras e criam mundos e personagens fantásticos não é pequena, mas hoje trago apenas uma pequena contribuição. Cinco autoras que merecem ser conhecidas por quem gosta do gênero. Já aviso de antemão que a ausência da Ursula K Le Guin é proposital (afinal, se Tolkien é considerado o pai da fantasia, Le Guin bem pode ser a matriarca), mas é que eu guardei ela para a lista de sci-fi!

Continuar lendo

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Leia Mulheres, Lendo aleatoriamente

A Cidade dos Segredos – Sasha Gould

Depois da morte de sua mãe, Laura foi enviada a um convento. A vida entre as freiras a entediava, mas ela não tinha esperança de algum dia sair de dentro das paredes cinzentas. Até que um dia, seu pai manda busca-la, e ela se sente livre. É quando ela descobre que sua amada irmã, Beatriz, está morta, e ela deverá servir como substituta no casamento com Vincenzo, um velho rico e influente que ajudará a restaurar a glória de sua família.

Desesperada, Laura encontra ajuda em um grupo de mulheres que revelam controlar Veneza. A sociedade Secreta promete ajuda-la, pedindo em troca a revelação de um segredo. Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Editora Novo Conceito, Editoras Parceiras, Resenhas da Feanari

A Misteriosa Chama da Rainha Loana (Umberto Eco)

Yambo é um senhor de idade, que após salvar-se de uma grave doença e voltar do coma não se lembra de fatos da sua vida. O ano do “despertar” é 1991 e cada redescoberta de Yambo após voltar do coma é comparada com referências mil de Shakespeare, passando por Doyle até a Rainha do Crime, mostrando que sua memória semântica está em perfeita ordem e dando olé em muitas memórias por aí, já sua memória autobiográfica vai de mal a pior…

“[…] Dizem que os gatos, quando caem da janela e batem o nariz, não sentem mais os cheiros e, como vivem do olfato, não conseguem mais reconhecer as coisas. Eu sou um gato que bateu o nariz. Vejo coisas, entendo com certeza do que se trata, lá embaixo as lojas, aqui uma bicicleta que passa, lá as árvores, mas não… não os sinto em meu corpo, é como se tentasse enfiar o paletó de um outro.”

Continuar lendo

1 comentário

Arquivado em Resenhas da Núbia

Aléxandros – Os Confins do Mundo (Valerio Massimo Manfredi)

Atenção, esta resenha trata sobre os acontecimentos do último livro da trilogia Aléxandros, pode haver spoilers sobre os fatos dos livros anteriores. Para saber o que eu achei do primeiro livro, clique aqui  e do segundo clique aqui.

E eis que chegamos ao fim de mais uma trilogia, acompanhando a crueza das batalhas, a barbárie das conquistas e sim, muito sangue. No segundo livro nos despedimos de Alexandre em território egípcio e é lá que nos reencontramos. O conquistador visita o templo de Amon (o correspondente egípcio de Zeus) e é decretado por este como sendo seu filho e sendo filho de um deus é então, coroado faraó.

A cidade de Alexandria estava sendo construída, mas, pelo que sabemos da história e pela índole do personagem seria impossível esperar que Alexandre voltasse para a Macedônia. Antes de voltar para casa ele tinha pretensões de ir mais além, onde nenhum outro homem esteve antes então, é claro que o último volume está repleto de batalhas, disputas e ações políticas.

Continuar lendo

2 Comentários

Arquivado em Lendo aleatoriamente, Resenhas da Núbia

Aléxandros – As Areias de Amon (Valerio Massimo Manfredi)

Atenção, esta resenha trata sobre os acontecimentos do segundo livro da trilogia Aléxandros, pode haver spoilers sobre os fatos do primeiro livro. Para saber o que eu achei do primeiro livro, clique aqui.

No segundo volume da trilogia sobre a vida de um dos maiores conquistadores do mundo antigo, reencontramos Alexandre em pleno território asiático e começamos a acompanhar suas primeiras batalhas contra os persas e a “libertação” das cidades gregas no Oriente. Do lado macedônio reencontramos todos os personagens importantes na vida do conquistador, o general Parmênio, a turma do Alexandre, seu cavalo Bucéfalo e até mesmo seu cão Péritas que assim como o dono não consegue se manter em um só lugar. No lado persa conhecemos outros personagens que terão grande importância nos acontecimentos retratados no segundo livro, entre eles principalmente o mercenário grego Mêmnon e sua esposa persa Barsine.

Continuar lendo

3 Comentários

Arquivado em Lendo aleatoriamente, Resenhas da Núbia

Aléxandros: O sonho de Olympias (Valério Massimo Manfredi)

Em algum momento da vida você já ouviu alguma coisa sobre ele, um dos maiores conquistadores do mundo antigo é figurinha carimbada nos livros de história. Se nestes podemos acompanhar a trajetória de suas conquistas, na trilogia de Manfredi nos é permitido conhecer a pessoa de Alexandre Magno mais a fundo, seu nascimento, sua criação, educação, suas primeiras conquistas, enfim os acontecimentos que moldaram o grande conquistador. No primeiro volume Manfredi se atém aos primeiros anos da vida do macedônio e encerra sua obra com a efetivação de Alexandre como rei. Continuar lendo

9 Comentários

Arquivado em Lendo aleatoriamente, Resenhas da Núbia