Arquivo da tag: literatura nigeriana

O Mundo se Despedaça (Chinua Achebe)

“O homem branco é muito esperto. Chegou calma e pacificamente com sua religião. Nós achamos graça nas bobagens deles e permitimos que ficasse em nossa terra. Agora, ele conquistou até nossos irmãos, e o nosso clã já não pode atuar como tal. Ele cortou com uma faca o que nos mantinha unidos, e nós nos despedaçamos. ” (Página 198)

Chinua Achebe é considerado o pai da literatura africana moderna e O Mundo se Despedaça, publicado em 1958, traduzido para mais de 50 idiomas e um dos romances africanos mais lidos no mundo, é um marco na literatura nigeriana. O romance ambientado na Nigéria durante o fim do período pré-colonial, traz a cultura igbo como destaque, servindo assim como uma ferramenta importante na representação e no resgate cultural e histórico da África. Aliás, foi justamente na contraposição a visão do europeu sobre o homem africano que Achebe encontrou estímulo para escrever o seu romance. Foi para representar em cores e contrastes toda a riqueza de seu povo e derrubar o racismo endêmico que parecia perdurar nos retratos dos africanos nos livros escritos pelos europeus que Achebe encontrou sua maior inspiração. Fazê-lo em inglês, portanto, longe de tirar a importância de sua obra, a fez romper as fronteiras e alcançar o mundo, mostrando a cultura igbo e a Nigéria para que muitos pudessem conhecer. Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Lendo aleatoriamente, Resenhas da Núbia, Volta ao Mundo em 198 Livros