Arquivo da tag: Quênia

Na África Selvagem (Mark Seal)

na-africa-selvagem

Muitos jovens quando decidem que querem ser biólogos, se sentem primariamente encantados pela vida marinha. Isso nunca aconteceu comigo. Não que um bando de baleias jubartes ou de grandes arraias seja feio, mas quando criança o que me deixava fascinada não eram os programas que abordavam o mundo azul. Os que me fascinavam eram os que mostravam as grandes planícies africanas e suas matizes de laranja. Então, é claro que não poderia deixar de ler o livro do Mark Seal, um livro que nos permite conhecer um pouco mais sobre a aventura que é ser um cinegrafista da vida selvagem, um livro que nos conta a história de uma mulher africana que morreu lutando pela preservação da biodiversidade do seu país.

No dia 13 de janeiro de 2006, Joan Root, cineasta da vida selvagem junto com o ex-marido Alan Root e ambientalista, foi assassinada em sua casa à beira do Lago Naivasha no Quênia com tiros de fuzis AK-47 aos 69 anos. Essa poderia ter sido mais uma notícia e parado por aí, mas Mark Seal enxergou aí a oportunidade de mostrar para o mundo quem foi Joan Root. A Joan que durante muito tempo foi companheira de profissão de seu ex-marido e aquela que após a separação encontrou na defesa da natureza sua razão de viver. O livro é baseado em entrevistas, depoimentos e nos diários e cartas que Joan escrevia. E está repleto de fatos sobre a vida de Joan, mas, além disso, de dados curiosos e fatos sobre a vida de outros grandes naturalistas. Só para citar alguns exemplos: você sabia que foi o casal Root que apresentou os gorilas-das-montanhas à zoóloga Dian Fossey? Ou que Stephen Jay Gould dizia que uma conversa com Joan acabava por render-lhe ótimos exemplos para serem utilizados em seus livros de divulgação científica? Continuar lendo

4 Comentários

Arquivado em Lendo aleatoriamente, Resenhas da Núbia