Arquivo da tag: Stephenie Meyer

Um Autor de Quinta #56

Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Um Autor de Quinta

Twilight: The Graphic Novel volume 2 – Stephenie Meyer

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

No começo do ano, eu resenhei a primeira parte da adaptação da série Crepúsculo para os quadrinhos. Para ver o que eu achei, clique aqui.

Quando a capa do segundo livro saiu, eu fiquei super empolgada, parecia uma fan girl. Achei perfeita a montagem que fizeram, combinando as duas capas para formar uma imagem só, com Bella e Edward de mãos dadas. Lindo lindo! Continuar lendo

6 Comentários

Arquivado em Lendo aleatoriamente, Resenhas da Feanari

The Twilight Saga: The Official Illustrated Guide – Stephenie Meyer

Eu sempre achei resenhar livros uma coisa meio difícil, até porque tenho certa dificuldade em expressar, com palavras, os sentimentos que as histórias me inspiraram.

Quando o livro em questão não tem história, fica um pouco mais difícil. O Guia Oficial Ilustrado da Saga Crepúsculo é um desses livros. A leitura pode ser iniciada em qualquer ponto do livro, já que ele é basicamente uma enciclopédia reunindo fatos e curiosidades sobre a saga. Quem leu os livros da série (inclusive as aventuras de Bree Tanner) vai gostar do apanhado que se encontra neste guia.

Só uma observação antes de continuar: Eu comprei a versão da Little Brown & Co. (leia aqui sobre a influência do TOC na minha vida), e fiquei impressionada que todas as páginas são daquele papel meio fotográfico, igual ao da Graphic Novel. No dia em que eu o comprei, tinha visto a da Atom e da Intrínseca, mas não me ocorreu reparar nas folhas usadas… Novamente, não lembro que a Graphic Novel brasileira tem papel da mesma qualidade, e não sei mesmo que livro nacional tem folhas iguais!

Bom, o guia em si começa com uma entrevista com a Stephenie Meyer executada pela Shannon Hale. Como as duas são amigas, a entrevista mais parecia um bate papo entre as autoras, e ficou pedante vez ou outra. Mas de um modo geral, foi interessante ver como duas autoras publicadas e famosas pensam e o jeito que elas encaram a fama, entre outras coisas.

Partimos então a uma descrição detalhada de todas as personagens que aparecem na saga. Inicialmente somos introduzidos às características físicas dos vampiros, e algumas outras informações aleatórias da raça. Depois vêm as fichas técnicas de TODOS os vampiros, separados por clãs, contando com a história detalhada de suas vidas. Nos pontos em que as histórias de dois ou mais vampiros se cruzam, a descrição é praticamente a mesma, e dava muita vontade de pular, mas eu achei muito legal relembrar a tranformação e vida de todo mundo, especialmente porque faz tempo que eu não leio a série (acho que em 2009 eu reli, e nunca mais – até Bree Tanner, que nem conta direito). Depois dos vampiros, temos descrições dos lobisomens, suas vidas e tal, novamente desde os principais até aqueles que a gente nem lembrava de terem aparecido. E a mesma coisa acontece com os humanos – todo o mundo aparece.

A última parte do livro abrange as coisas que inspiraram a Stephenie. Começa com uma linha do tempo de acontecimentos, a qual organiza os fatos narrados nas partes individuais das personagens (mas esta é bem mais focada). Segue um resumo dos livros da saga focando os pontos-chave de cada capítulo. Depois há (JURO) uma descrição detalhada dos veículos que aparecem na saga, descrevendo como cada carro/moto se encaixa na personalidade das personagens que o possuem.

Em seguida, Stephenie fez uma lista de músicas que a inspiravam enquanto ela escrevia cada capítulo da saga, colocando uma citação do capítulo em questão. A maior parte das músicas é encontrada na playlist do meu irmão, mas tem algumas da minha biblioteca. Uma breve galeria de fanart, outra galeria com as capas internacionais, cenas excluídas do livro que apareceram nos filmes, um FAQ, onde Stephenie responde às dúvidas mais frequentes e o livro se encerra.

Vale a pena para todo e qualquer fã da saga, não só por conter tudo que você pode querer saber da saga em um livro só, como pelas ilustrações. São realmente belas. O livro todo é ilutrado com fotos e arte de Young Kim (artista responsável pela Graphic Novel) e outros artistas que capturaram belamente a essência da saga.

E por falar em Graphic Novel, na contra-capa da jaqueta do meu livro, tem um desenho minúsculo da ilustração da capa do volume dois da versão ilustrada de Crepúsculo. É um Edward deitado que complementa perfeitamente a Bella da capa do primeiro volume. Dei uma Googleada e achei estas fotos aqui. A data de lançamento do volume 2 ainda não foi divulgada (infelizmente. QUERO!).

Compre aqui:

Cultura

2 Comentários

Arquivado em Lendo aleatoriamente, Resenhas da Feanari

Este mês (março 2011)

É oficial, eu e a Núbia transformamos o meme semanal inventado pela Ju do Lost in Chick Lit em uma coisa mensal para facilitar nossa organização. Até fiz outro banner para começar direito desta vez. Se você quer ver os posts anteriores, clica nele! Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Lendo aleatoriamente

The Short Second Life of Bree Tanner – Stephenie Meyer

Como a própria Stephenie Meyer disse na introdução deste livro, se você já leu Eclipse, e a maior parte das pessoas que leu este livro leu, você sabe o destino de Bree Tanner. Isso não impediu, conforme a autora disse, que ficássemos curiosos a respeito desta garota que se rendeu aos Cullen apenas para ser morta algumas páginas depois, pelos capangas de Jane.

Tampouco nos impede de sentir simpatia pela moça, e de desejar que ela fique bem, apesar de seu destino já ser conhecido. Em “A Breve Segunda Vida de Bree Tanner”, publicado no Brasil pela Intrínseca em junho de 2010, acompanhamos alguns dias da vida de Bree, antes da batalha decisiva que culmina com a destruição de todos os vampiros que ela conheceu.

Continuar lendo

3 Comentários

Arquivado em Lendo aleatoriamente, Resenhas da Feanari

Twilight: The Graphic Novel – Stephenie Meyer

Quando eu vi este graphic novel à venda, pensei seriamente em não comprar. Mas o preço e a capa me convenceram rapidamente de que era algo que eu queria na minha estante. E não estava errada.

Achei o traço de Young Kim simplesmente lindo. Bella está, realmente, bela, e, como em todo “mangá” ficamos (ou pelo menos eu fico) embasbacados com a qualidade e a beleza dos traços. Além disso, a adaptação do livro para um roteiro de quadrinhos foi feita de uma maneira tão gostosa que eu li este primeiro volume ainda mais rápido do que devorei o primeiro livro da saga. Li a série faz mais de um ano já, então não lembro de todos os detalhes, mas não senti falta de nada importante. Continuar lendo

7 Comentários

Arquivado em Lendo aleatoriamente, Resenhas da Feanari