Bloody Valentine – Melissa de la Cruz

Atenção: Este post trata da série Blue Bloods e pode conter spoilers, ou seja, revelar parte do enredo dos livros anteriores. Para ler o post que fiz sobre a série, clique aqui, e para ler a resenha do quinto livro, Misguided Angel, clique aqui.

Este livro, lançado no dia de São Valentim (também conhecido como Dia dos Namorados em muitos países, incluindo os EUA), como o próprio título entrega, traz contos amorosos envolvendo as personagens da série Blue Bloods.

São três contos, protagonizados por Oliver, Allegra e Schuyler e Jack. Cronologicamente falando, apenas o de Allegra é no passado, quando a moça era adolescente, e os demais ocorrem depois dos acontecimentos do quinto livro da série, Misguided Angel.

O primeiro conto, Just Another Night in Suck City (algo como “Apenas mais uma noite na cidade chata” – lembrando que suck em inglês é tanto sugar quanto chato) conta como Oliver se encontra depois de se afastar de Schuyler. Também apresenta Freya Beauchamp, uma das personagens da série nova da autora, Witches of East End, que será lançada mês que vem.

Achei que foi um jeito curioso o que a autora adotou para livrar Oliver de sua afeição por Schuyler, mas penso que talvez tivesse sido mais inteligente que ela fizesse isso no próximo livro da série, Lost in Time (data de lançamento: 27 de setembro), ao invés de num conto que nem todos os fãs lerão. Também pareceu fácil demais, talvez um pouco forçado… (além de ser propaganda forçada do livro novo ne?)

O segundo conto, Always Something There to Remind Me (Sempre algo lá para me lembrar), traz a adolescente Allegra Van Alen, quando esta está na escola. Lá, ela conhece Bendix Chase, um Red Blood (mortal que não sabe da existência de vampiros) que apenas aumenta as dúvidas que a moça sente com relação a Charles, sua alma gêmea predestinada.

A história é super fofa, mas termina negando tudo que realmente acontece na série. Acho que não custava nada contar o resto, especialmente considerando que das 208 páginas do livro, apenas 147 contém contos, e o resto é um “preview” do quinto livro. (Li muitas resenhas de fãs bravos com a exploração da editora/autora nesse volume, justamente porque o livro custa o mesmo que um romance de 300 páginas, com metade da história e fontes enormes…. mas enfim, continuando a resenha!)

Ring of Fire (Anel de Fogo) é o conto final, e conta a história da cerimônia de “casamento” (bonding) de Schuyler e Jack. Este conto, mais do que qualquer outro, TINHA que estar no final de Misguided Angel, o quinto livro da série. Acontecem umas coisas que eu achei importantes demais para aparecerem somente em um livro extra (e eu teria ficado revoltada se fosse ler o sexto livro sem entendê-las).

No fim do dia, valeu a pena comprar porque são histórias que explicam acontecimentos do quinto livro, sem as quais o leitor da série poderia acabar sem entender como que aquela personagem chegou lá. O livro tinha que ter tido mais contos de ANTES da série começar, ou histórias que não afetariam o enredo. Eu achei que faltou conteúdo, podia haver um conto a mais, por exemplo…

Compre aqui:

Cultura Saraiva
Anúncios

4 Comentários

Arquivado em Resenhas da Feanari

4 Respostas para “Bloody Valentine – Melissa de la Cruz

  1. Olá!

    Até que parece interessante, mas não me cativou, não sei… Ah, mas gostei de ler a sua resenha. Crítica muito bem fundamentada.

    Abraços!

    Curtir

  2. Pingback: Lost in Time – Melissa de la Cruz | Blablabla Aleatório

  3. Pingback: Um Autor de Quinta #88 | Blablabla Aleatório

Gostou do post, então comenta!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s