Arquivo da tag: livros

TAG – Doenças Literárias

Foto: Abigail Keenan

Vamos de TAG hoje? Esta foi criada originalmente pelo blog estrangeiro e traduzida pela Giu Fernandes do blog/canal Amount of Words. Entretanto, respondi a versão remodelada da Lady Sybylla do Momentum Saga, ela fez umas alterações e arredondou para dez perguntas e o resultado ficou bem legal. Então vamos lá!

1 – DIABETES: Um livro muito doce.

A trilogia Para todos os garotos que já amei da Jenny Han. A história de amor de Lara Jean e Peter é fofa e doce, muito doce, mas é uma doçura pela qual vale correr o risco. A relação das irmãs Song (como Lara Jean e as irmãs se auto intitulam) é linda. Um YA fofo e recomendado para os que gostam de romance água com açúcar com uma pitada de bom humor.

2 – CATAPORA: Um livro que você leu e não lerá de novo.

Infelizmente não são poucos, alguns, além de eu não reler, também dispenso as continuações, como a decepcionante série Bruxos e Bruxas do James Patterson e a série Fallen da Lauren Kate. Simplesmente não consegui engolir os clichês e todo o drama, além dos personagens bem insossos, com que Kate (e o Patterson) rechearam suas tramas. Nem na minha estante estão mais. Imunização concretizada com sucesso! Continuar lendo

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Lendo aleatoriamente, TAGs

TAG – Perfil Literário

Foto (modificada): Gaelle Marcel

Ressuscitando mais uma TAG, essa eu também vi no blog Momentum Saga, mas originalmente ela foi criada pelo Sem Serifa. Bom, originalmente parece ter sido do Who’s Geek, mas não consegui encontrar o post original.

1 – Qual seu estilo de livro favorito?

Eu não tenho um estilo de livro favorito, ou pelo menos não só um. Eu tento diversificar minha leitura, mas acabou frequentemente às voltas com um romance histórico, um romance policial, um livro de fantasia (amo os juvenis!) ou um livro de divulgação científica. Continuar lendo

1 comentário

Arquivado em Lendo aleatoriamente, TAGs

TAG – Chatice Literária

                                                       Foto de Padurariu Alexandru.

Ah, empolguei com as TAGs mil anos depois delas terem tido seu auge. Sempre li (vi) elas, mas nunca tinha tido ânimo para respondê-las, mas agora ninguém me segura. Muahaha!

Essa eu também vi no blog Momentum Saga, mas originalmente ela foi criada pelo Pausa Para um Café. E acho por bem avisar que essa TAG baseia-se completamente no gosto pessoal (no caso o meu) e pode ser que muitos não concordem com algumas das minhas escolhas. É assim mesmo pessoal, pessoas diferentes irão amar, odiar e achar chatas coisas diferentes. Normal. Vamos lá?

1 – Um livro que você achou que seria legal, mas foi chato.

Já vou começar chutando a porta. Minhas expectativas para Harry Potter e a Criança Amaldiçoada  eram altas, como pottermaníaca que cresceu lendo as aventuras do bruxinho e ansiando pelas publicações de cada novo volume, a chance de poder revisitar esse mundo mágico era algo muito bom. Bom demais para ser verdade. Como disse na resenha, como peça de teatro deve ter funcionado bem, mas as várias inconsistências na trama e um protagonista deveras intragável (que bem poderia figurar na pergunta quatro), tornou esse livro bem chato. Continuar lendo

1 comentário

Arquivado em Lendo aleatoriamente, TAGs

TAG – SKOOB: Minha Estante Virtual

Foto: Beatriz Pérez Moya

Vi essa TAG no blog Momentum Saga e como uma usuária fidelizada do Skoob não teve como não ficar com vontade de responder. Para mim, a rede social brasileira para leitores acabou tendo mais aderência do que o Goodreads, que até tentei usar, mas não rolou. O Skoob além de me possibilitar conhecer novas pessoas aficionadas por livros, também é uma ferramenta que acabo utilizando para descobrir lançamentos e organizar a estante da vida real também.

A TAG foi criada por uma usuária da rede (a Samantha Rabelo) e é antiga (de 2012). A convocação original no post do Skoob no Facebook pode ser vista aqui. Continuar lendo

1 comentário

Arquivado em Lendo aleatoriamente, TAGs

Porque a minha estante odeia chuva

Ontem à noite, eu estava falando com o meu namorado por telefone e surgiu uma dúvida relacionada a O Senhor dos Anéis. Quando fui buscar um livro para procurar uma resposta, puxei O Mundo do Senhor dos Anéis, do Ives Gandra Martins Filho. Ele é um livro fininho que contém resumos bem feitos da história e do mundo de SdA, então é um bom jeito de começar a tirar dúvidas. Aí sentei na cama para tirar a dúvida e senti uma leve umidade nas mãos… Quando abri a contra-capa:

Continuar lendo

7 Comentários

Arquivado em Simplesmente aleatório

Meme Literário 2011 – Dia 29

 

Dia 29 – Quantos livros em média você costuma comprar por mês? Você costuma comprar livros em sebos, ou prefere as livrarias? Compra muito pela internet?

 

 

Quando consigo controlar meu lado compulsivo fico até dois meses sem comprar nada, em outros compro apenas um exemplar, esse mês enfiei o pé na jaca e comprei 8 livros. Logo terei que providenciar outra estante! Adoro visitar sebos, apesar das minhas rinites, já garimpei ótimas edições e vivo entrando em livrarias, mas minhas compras, em sua maioria, são feitas pela internet.

 

2 Comentários

Arquivado em Lendo aleatoriamente

Meme Literário 2011 – Dia 18

 

Dia 18 – Você lê livros que não são para sua idade? Como livros infanto-juvenis ou YA para quem é adulto, ou livros adultos para quem é adolescente.

 

 

Eu engrosso as fileiras dos que defendem que livros não têm faixa etária. Sim eu sei que uma criança de 8 anos não leria (e se lesse) não compreenderia toda a carga sentimental de um Vidas Secas ou um Crime e Castigo, mas daí tolher a sua curiosidade por obras mais densas é um longo caminho. Acho que o fato de ter sido criada livre para desenvolver meus gostos literários, e isso incluiu ler desde os volumes da coleção Vagalume e da Série A Inspetora passando por Agatha Christie e Sidney Sheldon (isso lá com meus 11, 12 anos), me fez ser muito flexível e desacreditar essa história de faixa etária literária. Se quando criança/aborrencente lia livros adultos, hoje adulta permito-me o prazer de ler YA, livros infanto-juvenis e até mesmo alguns mais infantis. Só lamento por aqueles, que por puro preconceito se negam este tipo de diversão.

1 comentário

Arquivado em Lendo aleatoriamente

Meme Literário 2011 – Dia 8

 

Dia 08 – Quantos livros você tem? Qual o autor que você tem mais livros? Fale um pouco sobre isso.

 

 

Segundo o Skoob tenho 264 livros. O autor que mais ocupa espaço na minha estante é também um dos meus favoritos, J.R.R. Tolkien com 11 livros e esse número poderia ser bem maior, vários livros dele ainda não tenho (mesmo entre os já traduzidos) e ainda sonho com o dia que terei todos os 12 volumes das HoME (em português) na minha estante. Esse ‘grande’ número se deve ao fato de eu ter mais de um volume da mesma obra (um no idioma original e outro da tradução brasileira). Logo depois, empatadas com 10 livros cada, estão J.K. Rowling e Agatha Christie.

3 Comentários

Arquivado em Lendo aleatoriamente

Meme Literário 2011 – Dia 6

 

Dia 06 – Quem (ou o quê) inspirou seu amor por livros? Conte como foi.

 

 

 

Com certeza várias das professoras que tive de uma forma ou de outra (umas mais do que outras) souberam incentivar meu gosto pela leitura, mas, sem dúvida nenhuma a grande responsável por hoje eu ser uma leitora de carteirinha é a minha mãe. Foi ela que além de me presentear com brinquedos também me presenteava com livros (e eu gostava tanto dos brinquedos quanto dos livros). Foi quem primeiro leu histórias para mim e ouviu as primeiras que eu li. Foi quem me apresentou a uma biblioteca e quem me ensinou a buscar o livro desejado através das antigas fichas catalográficas (em tempos pré-internet). Ela me apresentou muitos autores e hoje retribuo apresentando outros tantos à ela. Enfim, criou uma leitora, quero dizer não somente eu como também minhas irmãs, que aprendeu a incentivar novos leitores. Obrigada mãe!

1 comentário

Arquivado em Lendo aleatoriamente

Mr. Knightley’s Diary – Amanda Grange

Muitas vezes, ao ler um livro escrito sob a perspectiva de uma personagem, nos imaginamos como seria a história do ponto de vista de outra personagem. Especialmente os casais que demoram séculos para ficar juntos, quando todos já sabem que eles foram feitos um para o outro.

Em Mr. Knightley’s Diary (O Diário do Sr. Knightley) temos a oportunidade de saciar essa curiosidade. Para quem ainda não se localizou, o Mr Knightley é o mocinho de Emma, um dos romances de Jane Austen. E como o título diz, o livro é narrado na forma de diário, no qual o Mr Knightley descreve o cotidiano do vilarejo em que trabalha, entremeado com as observações que faz a respeito das pessoas, especialmente Emma. Continuar lendo

3 Comentários

Arquivado em Lendo aleatoriamente, Resenhas da Feanari