Arquivo da tag: Editora Intrínseca

Um Autor de Quinta #107

Coluna inspirada no Uma Estante de Quinta da Mi Muller do Bibliophile.

Jenny Han

Minha primeira experiência com a escrita de Jenny Han não me fez cair de amores por ela, a trilogia Olho por Olho escrita à quatro mãos com a Siobhan Vivian, apesar de ser cativante em alguns pontos, deixou muito a desejar. Foi sem maiores pretensões que comecei a ler sua obra solo Para todos os garotos que já amei e foi assim que me vi fisgada por seus personagens cativantes, por sua narrativa fluida e por uma trama que torna difícil largar o livro antes de chegar ao final.

A norte-americana Jenny Han nasceu no dia 03 de setembro de 1980 em Richmond na Virginia. Atualmente ela mora no Brooklyn em Nova York. Han cursou a Universidade da Carolina do Norte e posteriormente fez um mestrado em escrita criativa voltada para jovens leitores, na mesma época trabalhou em uma livraria e uma biblioteca voltadas para o público infantil. Trabalhar nesse universo dos romances infanto-juvenis, juvenis e YA sempre foi muito natural para ela. Shug (2006), seu primeiro livro, foi escrito enquanto ela ainda estava na faculdade e é voltado para o público infantil. Em 2009 começou a escrever para o público jovem adulto e desde então não parou mais. Sua trilogia mais recente, Para todos os garotos que já amei, se tornou um sucesso mundial e ganhou uma adaptação feita pela Netflix. E sim, teremos um segundo filme! Continuar lendo

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Um Autor de Quinta

Black Hammer – O Evento (Jeff Lemire, Dean Ormston, David Rubín & Dave Stewart)

No segundo volume da série Black Hammer, volume este que reúne os fascículos 7 a 11 e o número 13 (sei lá o que aconteceu com o 12, e não, não há “gap” perceptível na trama pela falta dele), junta-se ao trio David Rubín que foi o responsável pelas artes e corres do fascículo nove. No primeiro volume pudemos conhecer as origens de vários desses heróis, às vezes não tão heróis assim, com muitas crises existenciais e já beirando a decadência. Mas, aquele que nomeia a série de Lemire, só conhecemos por meio das menções feitas pelos outros personagens. Em Black Hammer – O Evento é chegada a hora de conhecermos a história de origem do herói Black Hammer (bom, pelo menos a de Joseph Weber como o herói), mas também descobrir seu derradeiro fim. Entretanto, mais do que isso, O Evento nos fornece mais pistas sobre o que aconteceu em Spiral City que acarretou no exílio desses heróis na pequena e estranha cidade de Rockwood. Continuar lendo

1 comentário

Arquivado em Editora Intrínseca, Editoras Parceiras, Resenhas da Núbia

Intrínsecos: O Desaparecimento de Stephanie Mailer (Joël Dicker)

Uma característica do escritor suíço Joël Dicker é ambientar suas histórias nos Estados Unidos, em O desaparecimento de Stephanie Mailer não é diferente, a trama se passa na fictícia cidade litorânea de Orphea, na região dos Hamptons, no estado de Nova York; e traz à tona um caso de um quádruplo homicídio que se julgava finalizado, mas que novas provas acabam por colocar em xeque os resultados da investigação. E, apesar de vinte anos terem se passado (a trama abarca o período entre os anos de 1994 e 2014), os detetives responsáveis pelo caso partem em busca de novas respostas e de um novo assassino que está mais do que determinado em manter sua liberdade. Já deu para perceber que é um romance policial né? E Dicker é dos bons, sabe bem como manter o suspense e prender o leitor às suas páginas, refém da teia que habilmente ele vai construindo ao longo da narrativa.

“Eu tinha imaginado que passaria minha última semana na polícia zanzando pelos corredores e tomando café com meus colegas para me despedir deles. Mas já fazia três dias que me trancava no meu escritório de manhã cedo e só saía tarde da noite, mergulhado no dossiê da investigação do quádruplo homicídio de 1994, que eu desenterrara dos arquivos. A visita de Stephanie Mailer me deixara abalado: não conseguia pensar em outra coisa a não ser naquela reportagem e na fase que ela pronunciara: “A resposta estava na sua cara, capitão Rosenberg. O senhor simplesmente não a enxergou. ”” (Página 23)

Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Editora Intrínseca, Editoras Parceiras

Por Que Nós Dormimos (Matthew Walker)

Se tem uma atividade que a humanidade industrializada aprendeu a não dar a devida importância, é dormir. Ato frequentemente associado a perda de tempo. Mas, o que a neurociência e a ciência do sono tem demonstrado é que não poderíamos estar mais enganados. Dormir, e dormir bem, é requisito fundamental para ganharmos tempo e vivermos com qualidade. Colocar o sono em foco é o que propõe o neurocientista Matthew Walker em Por que nós dormimos, ritmo circadiano, jet lag, sonos REM e NREM, experiências oníricas e sonambulismo, são alguns dos temas abordados por Walker. O livro traz um panorama bastante completo do que a ciência do sono descobriu ao longo dos anos de estudos e nos ajuda a desvendar muitos mistérios e a compreender a importância de uma boa noite dormindo. Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Editora Intrínseca, Editoras Parceiras, Resenhas da Núbia

Colecionando Textos #23

 

 

*Free Online Logo Maker. https://www.designevo.com

Deixe um comentário

Arquivado em Colecionando Textos, Editora Intrínseca, Editoras Parceiras

Logo, Logo (Kelly Weinersmith & Zach Weinersmith)

Em Logo, Logo a bióloga Kelly Weinersmith e o cartunista Zach Weinersmith exploram dez campos tecnológicos em desenvolvimento. Sim, isso mesmo, é um livro de divulgação científica. Nele os autores fornecem em cada capítulo um panorama sobre a tecnologia que está sendo apresentada, em que ponto ela está no momento, quais são os pontos em que precisa melhorar e como seu desenvolvimento mudará nossas vidas (para o bem e para o mal). Também há espaço para notas históricas e políticas sobre figuras que tiveram sua importância no tema que está sendo discutido, e algumas dessas notas são bastante peculiares.

O livro está dividido em três seções que exploram tecnologias que vão do macro ao micro. Na primeira seção está em foco o universo e Kelly e Zach além de esmiuçarem as diferentes proposições teóricas para baratear o lançamento de foguetes, vão além e também discorrem sobre a mineração em asteroides visando a obtenção de matéria prima para a colonização humana do espaço. Pode parecer ficção científica, e realmente muita coisa ainda é, mas há também muita ciência básica e muita tecnologia envolvida, e as projeções são empolgantes. Continuar lendo

1 comentário

Arquivado em Editora Intrínseca, Editoras Parceiras, Resenhas da Núbia

A Princesa Prometida (William Goldman)

A Princesa Prometida, de William Goldman, foi publicado em 1973. Em 1987 ganhou um filme (com roteiro do próprio Goldman) que fez da obra um grande sucesso e com grande influência na cultura pop, sendo comum as referências à história de Buttercup e Westley. Apesar disso tudo, tenho de confessar que não conhecia a história de Goldman, nem nas páginas, nem nas telas. E, se não fosse por esse relançamento da Intrínseca, talvez nunca conhecesse essa história que mistura elementos de comédia, aventura, fantasia, romances de capa e espada, histórias de amor e contos de fada. Com tantos elementos diferentes, a história bem poderia ter se tornado uma salada russa, mas Goldman conseguiu colocar ordem na balbúrdia e entregou uma trama fluida, divertida, emocionante e com alguns personagens bastante cativantes (outros você só irá odiar mesmo). Continuar lendo

2 Comentários

Arquivado em Editora Intrínseca, Editoras Parceiras, Resenhas da Núbia

Pequenos Incêndios Por Toda Parte (Celeste Ng)

Celeste Ng, em Pequenos incêndios por toda parte, mostrou-se exímia em fazer histórias de pessoas comuns renderem intricadas tramas e narrativas cativantes. Em colocar em discussão assuntos tabu e questões de representatividade com muita naturalidade, desprovida de julgamentos e sem ser determinística entre o certo e o errado. Em mostrar como as escolhas, os mal-entendidos, a falta de comunicação e os atos de desespero espalham pequenos incêndios por aí. Uma casa incendiada na cidade modelo de Shaker Heights (onde tudo tem seu lugar) marca o início dessa trama na qual as pequenas amostras do presente, passado e futuro nos mantém fisgados à espera do porvir. Continuar lendo

1 comentário

Arquivado em Editora Intrínseca, Editoras Parceiras, Lendo aleatoriamente, Resenhas da Núbia

Um Autor de Quinta #106

Coluna inspirada no Uma Estante de Quinta da Mi Muller do Bibliophile.

 

Josh Malerman

Foto: Doug Coombe (fonte)

 

Desde que li Caixa de Pássaros, fui surpreendida pela forma como Josh Malerman trabalha o medo do impalpável. Mais do que histórias de terror, suas histórias exploram a psique humana e levam a extremos os sentidos humanos. Em Caixa de Pássaros foi a visão, em Piano Vermelho a audição, só podemos ficar curiosos sobre o que Malerman irá aprontar em seus próximos livros, mas sempre poderemos esperar por futuros pós-apocalípticos, thrillers com elementos sobrenaturais e locações para lá de esquisitas. Continuar lendo

1 comentário

Arquivado em Um Autor de Quinta