Intrínsecos: O Desaparecimento de Stephanie Mailer (Joël Dicker)

Uma característica do escritor suíço Joël Dicker é ambientar suas histórias nos Estados Unidos, em O desaparecimento de Stephanie Mailer não é diferente, a trama se passa na fictícia cidade litorânea de Orphea, na região dos Hamptons, no estado de Nova York; e traz à tona um caso de um quádruplo homicídio que se julgava finalizado, mas que novas provas acabam por colocar em xeque os resultados da investigação. E, apesar de vinte anos terem se passado (a trama abarca o período entre os anos de 1994 e 2014), os detetives responsáveis pelo caso partem em busca de novas respostas e de um novo assassino que está mais do que determinado em manter sua liberdade. Já deu para perceber que é um romance policial né? E Dicker é dos bons, sabe bem como manter o suspense e prender o leitor às suas páginas, refém da teia que habilmente ele vai construindo ao longo da narrativa.

“Eu tinha imaginado que passaria minha última semana na polícia zanzando pelos corredores e tomando café com meus colegas para me despedir deles. Mas já fazia três dias que me trancava no meu escritório de manhã cedo e só saía tarde da noite, mergulhado no dossiê da investigação do quádruplo homicídio de 1994, que eu desenterrara dos arquivos. A visita de Stephanie Mailer me deixara abalado: não conseguia pensar em outra coisa a não ser naquela reportagem e na fase que ela pronunciara: “A resposta estava na sua cara, capitão Rosenberg. O senhor simplesmente não a enxergou. ”” (Página 23)

Continuar lendo

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Editora Intrínseca, Editoras Parceiras

Colecionando Textos #25

 

*Free Online Logo Maker. https://www.designevo.com

Deixe um comentário

Arquivado em Colecionando Textos, Lendo aleatoriamente

TAG Livros & blá blá blá

Enquanto as leituras da vez seguem não finalizadas (e por falar em leituras, que leitura maravilhosa está sendo a do livro da Maya Angelou – Eu sei por que o pássaro canta na gaiola), vamos de tag literária que esse blog também não pode ser deixado às moscas. Essa eu vi no blog Momentum Saga, mas ela surgiu no canal da Tatiana Feltrin.

Seguem as perguntas:

  1. Você já leu algum livro que mudou sua maneira de ver o mundo?

Mais do que mudarem minha maneira de ver o mundo, muitos livros me ensinaram a ter mais empatia, a enxergar o mundo com uma visão mais abrangente, além do meu próprio umbigo, que me ensinaram que mesmo em meio a adversidades há muito pelo que se lutar, posso citar aqui: Vozes de Tchernóbil (Svetlana Aleksiévitch), Passarinha (Kathryn Erskine), Na África Selvagem (Mark Seal), Para Poder Viver (Yeonmi Park) e Em busca de um final feliz (Katherine Boo).

  1. Você gostaria que seus diários (ou suas memórias, para quem nunca escreveu um diário) fossem transcritos em um livro e publicados?

De jeito nenhum! Me considero muito mais leitora do que escritora e será assim por um bom tempo. Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Lendo aleatoriamente, TAGs

Colecionando Textos #24

 

 

*Free Online Logo Maker. https://www.designevo.com

Deixe um comentário

Arquivado em Colecionando Textos, Lendo aleatoriamente

Por Que Nós Dormimos (Matthew Walker)

Se tem uma atividade que a humanidade industrializada aprendeu a não dar a devida importância, é dormir. Ato frequentemente associado a perda de tempo. Mas, o que a neurociência e a ciência do sono tem demonstrado é que não poderíamos estar mais enganados. Dormir, e dormir bem, é requisito fundamental para ganharmos tempo e vivermos com qualidade. Colocar o sono em foco é o que propõe o neurocientista Matthew Walker em Por que nós dormimos, ritmo circadiano, jet lag, sonos REM e NREM, experiências oníricas e sonambulismo, são alguns dos temas abordados por Walker. O livro traz um panorama bastante completo do que a ciência do sono descobriu ao longo dos anos de estudos e nos ajuda a desvendar muitos mistérios e a compreender a importância de uma boa noite dormindo. Continuar lendo

Deixe um comentário

Arquivado em Editora Intrínseca, Editoras Parceiras, Resenhas da Núbia

Colecionando Textos #23

 

 

*Free Online Logo Maker. https://www.designevo.com

Deixe um comentário

Arquivado em Colecionando Textos, Editora Intrínseca, Editoras Parceiras

É Agora Como Nunca – antologia incompleta da poesia contemporânea brasileira (org. Adriana Calcanhotto)

Na época da minha adolescência eu era muito mais ligada à poesia. Do tipo de gente que vasculhava livros, jornais, revistas e zines atrás de poemas, sonetos, haicais e pequenas rimas que eu colecionava em diários e cadernos. Com o tempo o hábito foi se perdendo, mas o Desafio Livrada deu o empurrãozinho que faltava para eu voltar a me embrenhar por entre versos e rimas. O Yuri propôs que lêssemos um livro de poesia nacional contemporânea. Acabei escolhendo a coletânea organizada pela Adriana Calcanhotto, É Agora Como Nunca, na qual ela traz poesias de 41 jovens autores brasileiros. Tem poesia sobre amor, sobre política, sobre raízes… Continuar lendo

1 comentário

Arquivado em Desafios Literários, Lendo aleatoriamente, Resenhas da Núbia

Colecionando Textos #22

 

*Free Online Logo Maker. https://www.designevo.com

Deixe um comentário

Arquivado em Colecionando Textos, Lendo aleatoriamente

Resumo do Mês

Em época de leituras escassas, as postagens aqui no blog acabaram negligenciadas e acabei nem fazendo a recapitulação das postagens do mês de setembro. Então, este é um post rápido só para não deixar esquecidos as poucas postagens que tivemos por aqui nos meses de setembro e outubro. Não deixem de conferir os links abaixo, caso tenham perdido alguns de nossos posts.

Resenhas:

A Princesa Prometida (William Goldman) – Parceria Intrínseca

O Canto do Dodô (David Quammen)

As Últimas Testemunhas (Svetlana Aleksiévitch)

Logo, Logo (Kelly Weinersmith & Zach Weinersmith) – Parceria Intrínseca

Eu receberia as piores notícias dos seus lindos lábios (Marçal Aquino)

A Promessa/A Pane (Friedrich Dürrenmatt)

Aleatoriedades:

Colecionando Textos #19

Colecionando Textos #20

Colecionando Textos #21

TAG dos Livros Clássicos

Leia Mulheres: Resistência

E, para não perder o costume, essas foram as postagens com mais visualizações no mês:

Setembro

As Luzes de Setembro (Carlos Ruiz Zafón)

Minha Vida Fora de Série – 4° Temporada (Paula Pimenta)

K-dorama – Moon Lovers: Scarlet Heart Ryeo

Minha Vida Fora de Série – 3° Temporada (Paula Pimenta)

O Diário de Zlata (Zlata Filipović)

Outubro

Dôra, Doralina (Rachel de Queiroz)

Minha Vida Fora de Série – 4° Temporada (Paula Pimenta)

K-dorama: My Girl

K-dorama: City Hunter

K-dorama – Moon Lovers: Scarlet Heart Ryeo

 

*Free Online Logo Maker. https://www.designevo.com

Deixe um comentário

Arquivado em Simplesmente aleatório

A Promessa/A Pane (Friedrich Dürrenmatt)

Em agosto Cristóvão Tezza indicou duas obras do escritor suíço Friedrich Dürrenmatt aos associados da TAG Curadoria. O romance A Promessa publicado originalmente em 1958 e a novela A Pane de 1956, Dürrenmatt além de ficcionista em prosa, também era dramaturgo e se aventurava pelos ensaios, tratados filosóficos e políticos e roteiros para o cinema.

No romance A Promessa, Dürrenmatt embarca na metaliteratura ao trazer para as páginas de seu romance, que de certa forma pode ser caracterizado como um romance policial, um debate sobre literatura policial. O narrador inicial desta história é um autor de romances policiais que dá palestras e ministra cursos para aspirantes à escritores. É ele que no s introduz à história, mas cabe ao doutor H nos desvelar a verdadeira trama de A Promessa. O doutor H é um ex-oficial da lei que não vê com bons olhos os romances policiais, considerados por ele quase utópicos. Continuar lendo

1 comentário

Arquivado em Lendo aleatoriamente, Resenhas da Núbia, Volta ao Mundo em 198 Livros