K-dorama: The Moon that Embraces the Sun

Sou uma fã assumida dos dramas coreanos históricos, o período da era Joseon tem inspirado as mais diversas histórias, frequentemente envolvendo intrigas palacianas, disputas pelo poder, lutas contra injustiças e um romance aqui e outro acolá. Então, é claro que não poderia deixar de conferir o drama The Moon That Embraces de Sun, ainda mais porque a adaptação foi baseada no romance homônimo de Jung Eun Gwol, a mesma autora do romance no qual o drama Sungkyunkwan Scandal  foi baseado. Ou seja, já previa coisa boa por aí…

  • Título:해를 품은 달 / Haereul Poomeun Dal
  • Também conhecido como: The Moon Embracing the Sun / The Sun and the Moon
  • Gênero: romance, fantasia, histórico
  • Episódios: 20
  • Período em que foi ao ar: 04/Janeiro/2012 à 15/Março/2012
  • Rede de televisão: MBC
  • Diretor: Kim Do Hoon
  • Roteirista: Jin Soo Wan

Em The Moon that Embraces the Sun, durante a era Joseon, o rei era denominado de Sol, mas apesar de ser o astro mais refulgente, os ministros de seu governo podavam muito suas ações e acabavam direcionando as ações governamentais para seu próprio proveito ou do grupo ao qual pertenciam. E é claro que para alcançar isso tudo era válido e o drama já nos começa mostrando essa luta pelo poder e já apresentando aquela que será uma grande vilã durante toda a história a Rainha Mãe Jung Hui (Kim Young Ae), que junto com os ministros do seu clã cometerá muitas vilanias. Durante uma de suas muitas ações, uma xamã de Sungsuchung (órgão que supervisiona os ritos xamânicos da família real) tenta frustrar seus planos, mas não consegue. Durante sua fuga acaba encontrando uma jovem senhora grávida (Shin Jung Kyung – Yang Mi Kyung) e faz uma previsão sobre a criança que está para nascer e promete que irá protegê-la custe o que custar. E mesmo quando está para morrer ela não esquece e pede que a amiga Jang Nok Young (Jun Mi Sun), também xamã, proteja a menina…

É assim que anos mais tarde acompanhamos o encontro da garota Heo Yeon Woo (Kim Yoo Jung) com o jovem príncipe herdeiro Lee Hwon (Yeo Jin Goo). Yeon Woo é filha do chefe escolar do palácio, irmã de Heo Yeon um jovem bastante promissor e tem um admirador nada secreto, o meio-irmão de Lee Hwon, filho da concubina do rei, príncipe Yang Myung (Lee Min Ho). Yeon Woo e Lee Hwon se apaixonam um pelo outro, mas a Rainha Mãe não vê com bons olhos esse relacionamento que pode por em xeque a influência do seu clã. E assim, ela começa a tramar para aumentar a influência de seus aliados, sua jogada? Casar o jovem príncipe com a filha de um dos ministros do seu clã: Yoon Bo Kyung (Kim So Hyun), uma garota que desde jovem já é bastante maldosa (falsa até os ossos!). Para isso, a velha megera não poupará esforços e mesmo quando tudo parece perdido ela recorre aos poderes das xamãs para tirar a jovem Yeon Woo e sua família de seu caminho. Ela só não contava que a xamã fosse Nok Young, que mesmo tendo a obrigação de seguir suas ordens tem uma promessa muito mais antiga para cumprir…

Para todos os efeitos Yeon Woo morreu, mas é claro que a xamã não a matou. Tudo foi um plano para tirar as atenções da Rainha Mãe da garota e assim a manter protegida. É assim que Nok Young leva para longe Yeon Woo. E no palácio a Rainha Mãe consegue seu intento, pelo menos até que o destino aja para unir novamente os que foram separados…

Misturando história e política com um toque sobrenatural e uma história de amor que possui um papel central na trama, o drama agrada sem fazer muito esforço, mas é importante reconhecer o excelente trabalho dos atores. Tanto os mais jovens na primeira fase, quanto os da segunda fase que souberam transmitir toda a carga do passado que os personagens carregavam e transpareceram isso no olhar, nas lágrimas e nas ações.

Seja o agora Rei Lee Hwon, interpretado pelo Kim Soo Hyun, que está bastante sarcástico e que não pretende deixar os ministros levarem boa vida se aproveitando de seu povo, mas que ao mesmo tempo ainda continua sofrendo pelo primeiro amor perdido. A Rainha Bo Kyung (Kim Min Seo) que apesar de ter conseguido seu intento, está condenada a um casamento puramente político e sem amor (bem feito para ela!). O Príncipe Yang Myung (Jung Il Woo) que assim como o irmão não se esqueceu da Yeon Woo. E a jovem Yeon Woo, agora Wol (Han Ga In), criada como xamã e que precisa lembrar-se do seu passado e de seu lugar de direito, mas para a qual ainda estão reservados bastantes sofrimentos. O interessante é que quando Han Ga In foi escolhida para o papel principal, muitos não ficaram contentes e durante suas primeiras aparições como a personagem Wol ela foi muito criticada, mas a atriz mostrou com sua atuação porque tinha sido escolhida, conseguiu imprimir em Wol toda a pungência necessária para a personagem e deu um show de atuação.

Além dos atores principais, o drama também conta com um bom time de atores coadjuvantes, que contribuem e muito para a história, aliás, alguns deles se tornaram até mesmo meus favoritos como a Seol (Yoon Seung Ah), acompanhante da Yeon Woo, e o Woon (Song Jae Rim) guarda pessoal do Lee Hwon. E, apesar de não ter gostado de alguns finais reservados a uns personagens, não posso negar que The Moon that Embraces the Sun foi um drama que soube mexer com o emocional do telespectador, é fácil ir da mais pura raiva às lágrimas em questão de minutos, preparem-se para grandes emoções.

Vale a pena mencionar:

  • As memórias de Wol/ Heo Yeon Woo poderiam ter sido trabalhadas de forma condizente. A garota só poderia se lembrar do que presenciou, cenas que não acatassem essa restrição deveriam ser excluídas, mesmo que a intenção seja aumentar a carga emocional dessas lembranças.
  • A trilha sonora não fica devendo nada, carrega toda a grandiosidade de uma história épica.
  • Tem como não gostar dessa criatura? Eis um personagem que rendeu cenas hilárias, mas que soube emocionar também. Não poderia deixar de fazer uma menção ao assistente do príncipe herdeiro, o Hyung Sun (Jung Eun Pyo).

  • Historiadores sugerem que o biombo com a imagem do Sol, da Lua e cinco montes (o Irworobongdo) foi um dos elementos mais importantes na sala do trono e que foi utilizado desde meados do século XVII. A imagem representaria a cosmologia política da Joseon. O sol “quase” vermelho representa o Rei como o yang, o princípio positivo masculino, enquanto a lua branca representa a Rainha como o yin, o princípio negativo feminino. Esses dois princípios fazem o universo trabalhar.

  • Os atores Yeo Jin Goo e Kim Yoo Jung já trabalharam juntos em outro drama: Iljimae. Desde aquela época me encantei pelo trabalho dos dois, já eram ótimos atores e a técnica só vem melhorando com o passar do tempo.

  • O romance de Jung Eun Gwol começou a ser publicado em 2005 e conta com dois volumes (nessas horas dá uma vontade de saber coreano…)

Para conferir:

Projeto do Yö fansub. O projeto pode ser acessado aqui. Prestigiem os fansubs!

Fontes:

http://wiki.d-addicts.com/The_Moon_That_Embraces_the_Sun

http://mydramalist.info/title/10997/haereul_pumeun_dal

http://en.wikipedia.org/wiki/Irworobongdo

http://www.hanbooks.com/moemsun2se.html

Anúncios

3 Comentários

Arquivado em Dorama aleatório

3 Respostas para “K-dorama: The Moon that Embraces the Sun

  1. Amiga, adorei seu post. Esse foi um dos doramas mais lindo que já vi. Eu amei ele do começo ao fim. Adorei seu post e que bom que vc gostou da história.

    Curtir

  2. Amiga, amei tanto TTBY! Foi um dos doramas de 2012 que mais surteiii! As atuações foram excelentes neh…ahhh q LINDO que vc gostou da atuação da atriz que fez a Wol, vi mta gente criticando a coitada e gente, achei que ela foi ótima! Nuss…total! O Kim Soo Hyun nem se fala neh! Surtei tanto com esse rei sarcastico! Achei o romance mtoooo lindo! A trilha sonora foi perfeita e ouço até hoje, até mesmo a instrumental. E o ator Jung Il Woo??? Sempre nos surpreendendo em papeis diferentes neh? Amo ele! Preciso tomar vergonha e ver 49 Days! KKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    Os atores mirins deram um SHOW de atuação e com certeza deixaram os jovens apreensivos na questao de manter a excelente atuação!

    Amei tanto vários personagens!A amiga da Wol! \o/ Tao querida…pena que o final dela…aish! Alias, ela com o DongHae no drama Panda e alguma coisa (sempre esqueço, eu sei que significa Panda e o Porco Espinho) está tao fofaaaaaaaaa! Realmente gosto mto dessa atriz! O guarda do rei era outro que amei mto! O servo irreverente lá…ri tanto com ele! KKKKKKKKKKKKKK

    Enfim, AMEI demais esse dorama e com certeza sempre será um dos doramas de épicos preferidos meus! =)

    Amiga, o post ficou maravilhoso! Vc sempre traz alguma curiosidade relevante sobre a história e acho isso tão legal! \o/ \o/ Continua postando seus posts no Asian Team tbm?????

    Curtir

  3. Corrigindo, nao é TTBY,,, KKK e sim TMTES! KKKKKKKKKKKKKKKK Confundi com a versao coreana de Hana Kimi! KKKKKK (estava ouvindo a trilha desse dorama qdo estava comentando! KKKKKKK)

    Curtir

Gostou do post, então comenta!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s