Um Autor de Quinta #85

Coluna inspirada no Uma Estante de Quinta da Mi Muller do Bibliophile. Pretendemos toda quinta-feira trazer informações, curiosidades e algumas dicas de leituras e afins sobre algum(a) autor(a).

 Katherine-Boo

Katherine Boo

Katherine J. Boo nasceu no dia 12 de agosto de 1964. Ela cresceu nos arredores de Washington, D.C., para onde a família se mudou quando o pai assumiu o cargo de assessor de Eugene McCarthy. Ela graduou-se com honras na faculdade Barnard College filiada à Universidade de Columbia.

Boo é uma jornalista premiada e conhecida principalmente por seus trabalhos sobre pessoas de comunidades pobres e desfavorecidas. Sua carreira no jornalismo começou no Washington’s City Paper, até que foi contratada pelo Washington Post onde trabalhou de 1993 a 2003. Seu primeiro “trabalho grande”, aliás, foi um perfil do Al Gore, o tipo de trabalho que ela admitia que não fazia muito sua praia. Ela não queria escrever perfis sobre pessoas que estavam no poder, seu interesse residia em saber mais sobre as vidas dos mais pobres do país. Acompanhá-los, ouvi-los, descobrir como viviam, evidenciar os locais necessitados de reformas políticas e sociais. Em 2000, sua série de reportagens sobre casas de assistências (group homes) para pessoas com retardo mental lhe garantiu o Prêmio Pulitzer por Serviços Públicos. Segundo os juízes do prêmio, seu trabalho evidenciou a negligência para com essas casas (além de ter revelado dezenas de mortes inexplicáveis) e obrigou as autoridades a começarem reformas para suprir essas carências. Em 2003, Katherine se juntou ao staff do The New Yorker.

Em 2012, Katherine publicou seu primeiro livro, Behind the Beautiful Forevers: Life, Death and Hope in a Mumbai Undercity (Em Busca de um Final Feliz no Brasil), uma obra de não-ficção sobre a vida na favela de Annawadi em Mumbai, Índia. Obra pela qual ganhou o National Book Award em 2012.

Livro

Em-Busca-de-um-Final-Feliz

Katherine começou a visitar a Índia após seu casamento em 2004 com o diretor do Indian Institute do King’s College de Londres, Sunil Khilnani. Como ela mesma diz, “ela se apaixonou por um indiano e ganhou de presente um país”. E é claro que o interesse pelas comunidades carentes também estendeu-se para esse novo país, mas se dependesse de sua saúde frágil (Katherine tem artrite reumatoide desde a adolescência) isso poderia ficar apenas no mundo das ideias. Quem diria, que um acidente envolvendo um dicionário, algumas costelas quebradas e um pulmão perfurado acabariam sendo decisivos para ela embarcar de vez em sua maior aventura? Se nem dentro de casa ela estava segura, ela poderia arriscar ir além e correr atrás de seus interesses. Foi assim que Katherine acabou desembarcando em novembro de 2007 na favela de Annawadi ao lado do Aeroporto Internacional de Mumbai, ali ela conviveu, ouviu e acompanhou seus moradores até março de 2011 e relata essa experiência no livro Em Busca de Um Final Feliz, publicado no Brasil pela editora Novo Conceito.

Boo no Blablabla

Resenha de Em Busca de Um Final Feliz

Links Interessantes

Site Oficial do Livro

Facebook 

Compre Aqui:

Cultura Submarino Saraiva Travessa Fnac Fnac Fnac
Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Um Autor de Quinta

Gostou do post, então comenta!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s