A Mariposa no Espelho (A. G. Howard)

Atenção, esta resenha trata dos acontecimentos ocorridos entre o primeiro e o segundo livro da trilogia Splintered e pode haver spoilers sobre fatos do livro anterior. Para saber o que eu achei do primeiro livro, confira os links no final desta resenha.

a mariposa no espelho

Seguindo a moda atual das séries literárias, A. G. Howard também escreveu um conto que serve de ponte entre os acontecimentos de O Lado Mais Sombrio e Atrás do Espelho. O conto, A Mariposa no Espelho, traz alguns acontecimentos do primeiro livro sob o ponto de vista de Jeb, analisado e esmiuçados por Morfeu.

“Manter-se afastado da amiga fez com ele sentisse o gosto da solidão pela primeira vez. Mesmo todos os anos claustrofobia que ele passara aprisionado em um casulo antes de encontrá-la… nem mesmo eles o prepararam para o sofrimento da ausência dela.”

Seis meses após Alyssa derrotar a Rainha Vermelha e decidir partir do País das Maravilhas, Morfeu ainda não consegue entender como um humano pode ter conseguido o que ele mais almeja e não pôde conquistar. O coração de Alyssa. E mesmo com ela mesmo longe, ele está decidido a enveredar-se pelos pensamentos mais profundos de Jeb (suas memórias perdidas do País das Maravilhas), para assim conhecer suas fraquezas e saber como derrotá-lo e ter Alyssa para si. É por meio dessas memórias, juntos com Morfeu, que podemos ter uma visão mais ampla de episódios derradeiros de O Lado Mais Sombrio.

O conto serve bem ao seu papel. Traz os fatos antigos sob uma nova perspectiva, enquanto nos prepara para o que virá no próximo volume. Mas, diferentemente de outros contos que já li, a história criada por Howard não se trata de um mero novo ponto de vista sobre algo já abordado no livro anterior, ou uma história que tem relação com a trama principal mas não fornece informações que terão importância para acontecimentos futuros. Em A Mariposa no Espelho ela nos apresenta uma ferramenta muito importante para os fatos ocorridos no segundo livro e que promete ser peça fundamental na conclusão da trilogia. Assim, o conto, em vez de ter sido publicado como uma história avulsa, poderia muito bem ter sido apresentado como o prólogo do segundo livro. E justamente por isso, recomendo sua leitura logo antes de iniciar a leitura de Atrás do Espelho. Com alguns pontos do conto ainda frescos na memória, a leitura do segundo livro fica mais completa.

Ah, e fica a dica. Como tem feito com todas as outras séries que tem publicado, a Novo Conceito disponibilizou o conto no formato digital gratuitamente. O e-book pode ser obtido na Amazon e no Google Play.

 

Conheça a série Splintered:

Anúncios

3 Comentários

Arquivado em Editora Novo Conceito, Editoras Parceiras, Resenhas da Núbia

3 Respostas para “A Mariposa no Espelho (A. G. Howard)

  1. Pingback: Atrás do Espelho (A. G. Howard) | Blablabla Aleatório

  2. Jessika Araújo

    Gostei muito do seu post, parabéns. Justamente eu estava em duvida se deveria ler A mariposa no espelho antes ou depois de Atrás do espelho, porque fiquei com medo de conter spoileres. Mas a sua dica de ler antes é ótima! Vou começar hoje mesmo. Obrigada, beijo!

    Curtir

    • Nubia Esther

      Oi Jessika, obrigada!
      E já emende logo com a leitura de Atrás do Espelho que não irá se arrepender. E se der, depois volte aqui para compartilhar o que achou do conto e do segundo volume. =)

      Curtir

Gostou do post, então comenta!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s