Os Crimes do Dançarino da Sé – Marcelo Antinori

Atenção! Esta é a resenha do segundo livro da série “Sereia de Vidro”, de Marcelo Antinori, e pode conter spoilers não intencionais do roteiro do livro anterior. Para conferir a resenha do primeiro livro da série, clique aqui.

Pouco depois do retorno de Ana Paula a São Paulo, o comando que Coutinho tem sobre o centro da cidade é posto à prova quando um crime horrendo é cometido no meio do seu território. O corpo decapitado de um mendigo foi deixado em um carrinho de supermercado na praça da Sé por uma pessoa que atravessou o centro da cidade passeando com o defunto.

Madre Cristina, a freira leitora de cartas de tarô que conhecemos no primeiro livro, entra em contato com o narrador da história – que permanece sem nome – para lhe informar que a “Dama de Ouros” está correndo perigo. Ao confrontar Luciana, ele descobre que ela tem mantido segredo sobre um homem que a tem perseguido nos últimos meses.

Estas duas histórias aparentemente desconexas logo se misturam quando o narrador (que eu apelidei de Marcelo em homenagem ao autor) se une a Ana Pérsia para tentar capturar o Dançarino da Sé e conquistar a confiança de Coutinho.

No segundo livro da série “A Sereia de Vidro”, o narrador se sente bem mais à vontade com a vida dupla que vem levando, e chega até a assumir que é hipócrita (por que? Leia o livro!). Eu estou bastante curiosa para saber aonde o desenvolvimento dele vai levá-lo, já que eu ainda não consegui simpatizar com o narrador porque as morais dele são tão diferentes das minhas.

A história é rápida, fluida e empolgante, as personagens parecem pessoas com que a gente cruzaria no metrô. E eu estou adorando passear pelo centro de São Paulo, que não conheço bem. Tenho certeza de que o “lado negro” da cidade tem um papel importante na vida real; mais do que a gente reconhece. Ao utilizá-lo, o livro se torna bastante diferente dos livros onde a dicotomia bem x mal não permite a área cinza que predomina nesta história.

Aparentemente, é uma tendência recente no mercado editorial dividir um livro maior, e publicar em partes separadas: já vi nas Crônicas de Bane da Cassandra Clare, e mais recentemente na história nova de Julian Fellowes, de Downton Abbey: Belgravia. É particularmente bom para o leitor que não gosta de levar um livro enorme de um lado para o outro, mas também não quer depender do e-reader (seja Kindle, seja celular) para conseguir ler. Com cem páginas, os livros desta série são ótimos para deixar na bolsa e ler enquanto espera o ônibus. A leitura é rápida e emocionante, e não duvido que os leitores percam o ponto, como eu cheguei a fazer. Recomendadíssimo!

Compre aqui:

Cultura Amazon Submarino Saraiva Travessa
Anúncios

1 comentário

Arquivado em Editora Bússola, Editoras Parceiras, Resenhas da Feanari

Uma resposta para “Os Crimes do Dançarino da Sé – Marcelo Antinori

  1. Pingback: Sorteio da série Sereia de Vidro | Blablabla Aleatório

Gostou do post, então comenta!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s