Perdida (Carina Rissi)

Perdida (AR)

Perdida foi o primeiro romance publicado pela Carina Rissi, lá em 2011. A obra chegou causando burburinho e fez um sucesso estrondoso na blogosfera literária. Desde então fiquei com vontade de conferir o porquê de todo o sucesso e depois de ler Procura-se um Marido, fiquei encantada pela forma da Carina contar sua história e a criatividade para transformar roteiros corriqueiros em histórias que emocionam. Então, é claro que fiquei muito contente quando descobri que seu primeiro romance iria ganhar uma nova edição, dessa vez pela Editora Verus, e que logo poderia conferir as aventuras de Sofia, uma protagonista metropolitana que não acredita em amor apesar de viver suspirando por romances do século 19 e que repentinamente se vê sugada para uma situação que bem poderia ter saído das páginas de um livro da Jane Austen.

“Então lá estava eu, em 1800 e pouco, esperando que Elinor e Edward finalmente se entendessem, quando Ian entrou na sala me trazendo de volta para… 1800 e pouco! Fiquei confusa por um instante. Era como se eu ainda estivesse dentro do livro! Eu ri da idiotice da situação.”

Sofia vive em uma metrópole e está acostumada com todas as facilidades da modernidade. Tecnologia é o grande guru de sua vida, ela não consegue se imaginar sem um celular com todas as funções possíveis (mesmo que nem saiba para o quê 90% delas são) e viver sem internet é algo que não existe em seu vocabulário (meio difícil não concordar com isso né?). E quando um pequeno acidente lhe deixa sem um celular, Sofia acaba comprando um aparelho que longe de comunicá-la com outras pessoas a transporta para outra época. Para ser mais específica para o mesmo lugar no qual ela vive atualmente, mas no século 19! E lá ela encontra Ian Clarke um jovem prestativo e lindo que lhe oferece um lugar para ficar e ajuda para que ela consiga voltar para casa. Uma tarefa extremamente difícil quando você não tem uma máquina do tempo e quando as pistas fornecidas pela “bruxa-má” que lhe vendeu o aparelho só a deixam mais confusa, aliás, resistir ao charme de Ian também está cada vez mais difícil…

Acompanhar Sofia tentando se adaptar ao velho mundo, ao mesmo tempo em que deixa marcas indeléveis nele, é bem divertido. A protagonista determinada e de opinião certeira já chega causando com seu palavreado para lá de estranho e seus tênis vermelhos. Suas conversas com Ian, repletas de mal-entendidos e confusões são hilárias. Ela até tenta não contar de onde realmente veio, mas falha miseravelmente e deixa transparecer todas as diferenças entre o mundo dela e o dele. Diferenças que longe de afugentar o mocinho o deixam cada vez mais determinado a tentar mantê-la ao seu lado.

“Assim como este rio, você segue o seu curso. Se uma pedra aparece na sua frente, você simplesmente a contorna e tenta encontrar um novo caminho. E, assim como as águas deste rio correm em direção ao mar, eu sei que você corre em direção à sua casa.”

Novamente Carina me surpreendeu, tanto com sua narrativa quanto com seus personagens e não falo só dos protagonistas. Sim, Sofia é a mocinha determinada e apaixonada por livros pela qual é difícil não sentir empatia e Ian, bem se conseguir ler a história e não cair de amores por ele me conte. Mas, além deles vários personagens humanos e não humanos contribuíram para deixar a história bem mais divertida e devorável, porque é impossível largar a leitura de Perdida antes de saber sua conclusão. Aliás, desde o início estava curiosa para saber como a Carina resolveria a incompatibilidade temporal entre os protagonistas. Gostei muito da saída escolhida por ela. Foi criativa e conferiu um toque de conto de fadas moderno à trama. Terminada a leitura só restou uma dúvida: porque terá Perdida 2? A história fechou tão redondinha que praticamente não sobraram arestas (tá, talvez uma) que pudessem ser aproveitadas. Mas, eu é que não vou reclamar, vai ser um prazer ler mais aventuras de personagens tão cativantes.

Compre aqui:

Cultura Saraiva Travessa Fnac Fnac
Anúncios

5 Comentários

Arquivado em Editoras Parceiras, Grupo Editorial Record, Resenhas da Núbia

5 Respostas para “Perdida (Carina Rissi)

  1. Cassia Ferreira

    AAAAAAH eu amei esse livro, comprei e ja emprestei. Resenhei no blog e mandei pra Alay ler também. Essa escritora entro pro meu Top 5 de escritores. Ja li procura-se um marido. OTIMO OTIMO OTIMO *-* Beijos

    Curtir

  2. Primeiramente eu acho essa capa linda! *-*
    Ja estava com vontade de ler esse livro a algum tempo… E estou ainda mais agora que li sua resenha 🙂
    Não sabia do Perdida 2…

    Bjs

    Curtir

  3. Pingback: Um Autor de Quinta #92 | Blablabla Aleatório

  4. Pingback: Encontrada (Carina Rissi) | Blablabla Aleatório

Gostou do post, então comenta!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s