Nimona (Noelle Stevenson)

nimona

Noelle Stevenson entrou no meu radar com a obra Lumberjanes, uma série em quadrinhos que acompanha as aventuras de cinco amigas que vão passar o verão num acampamento de escoteiros. Uma série criada por mulheres (além de Noelle, Grace Ellis, Shannon Watters e Brooke Allen também respondem pela autoria) e protagonizadas por personagens femininas, da qual só ouvi elogios de quem já conferiu e que acaba de chegar ao Brasil pela Devir. Lumberjanes chamou minha atenção para a ilustradora, e Nimona me deu a certeza de que quero continuar acompanhando seus trabalhos.

Nimona surgiu como uma webcomic, a Noelle publicava uma página por semana no seu Tumblr. E fez tanto sucesso, que a HarperCollins comprou os direitos de publicação antes mesmo da série ser finalizada. A hq foi publicada, com algumas modificações, em 2015.

A trama mistura elementos de cavalaria, magia e ciência, e conta com uma protagonista que encarna a anti-heroína, com ideias ferrenhas e um tanto exacerbadas e um visual que foge de todos os estereótipos. Nimona cativa por quem ela é, mesmo com sua sede pelo mau feito e pelos ânimos um pouco exaltados, mas, principalmente pelo seu humor, sua característica peculiar de se metamorfosear e sua independência.

 O que a jovem metamorfa com certa tendência à vilania mais quer é se tornar a comparsa de Lorde Ballister Coração-Negro por quem nutre uma grande admiração. E não é que ela consegue?

nimona_1

Ballister quer vingança e quer provar para todo reino de Sir Ouropelvis (seu nêmesis) e a Instituição de Heroísmo & Manutenção da Ordem não são os heróis que todos pensam. Mas, a sede de sangue e os planos malignos de Nimona são exacerbados e o código de conduta de Ballister barra muitos dos desejos da garota.

nimona_citacao

Página 10.

Enquanto Ballister e Nimona vão descobrindo o tom de sua parceria, planos para desmascarar a Instituição vão tomando forma e o revide atinge proporções que eles não esperavam. E assim, Noelle constrói sua história nessa faixa cinza entre o preto e o branco, onde vilões podem ser heróis e heróis vivem das benesses que o reconhecimento popular traz, mesmo que nem sempre elas sejam merecidas. Tudo isso narrado com diálogos impagáveis e os traços detalhistas, sinuosos e coloridos de Noelle. As interações entre os personagens são o forte da história: Ballister e Ouropelvis e a disputa repleta de preocupações pelo bem-estar um do outro; Ballister e Nimona e suas interações repletas de humor sarcástico, mas que também abrem espaço para momentos de ternura e algum drama.

nimona_2

Depois de terminar a leitura você irá ficar querendo mais Nimona. É realmente uma pena que não seja uma série, mesmo que o desfecho da trama não deixe pontas soltas, há brechas que a Noelle bem que poderia decidir explorar.

Quer ter um gostinho de Nimona? A Intrínseca disponibilizou os primeiros capítulos aqui.

Compre aqui:

Cultura Amazon Submarino Saraiva Travessa Fnac Fnac
Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Editora Intrínseca, Editoras Parceiras, Resenhas da Núbia

2 Respostas para “Nimona (Noelle Stevenson)

  1. Pingback: Um Autor de Quinta #101 | Blablabla Aleatório

  2. Pingback: Leia Mulheres: escritoras de ficção e mulheres no controle da própria história | Blablabla Aleatório

Gostou do post, então comenta!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s